Image Slider

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Review: Arrow 6x09 - "Irreconcilable Differences"

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Irreconcilable Differences", exibido no dia 07/12/17.


olicity 6x09

Arrow chegou ao midseason finale da sexta temporada e comemoramos junto com a festa de casamento de Oliver e Felicity. Os dois se casaram de forma repentina durante o crossover de semana passada e agora tiveram que fazer uma festa de verdade, já que se esqueceram de convidar pessoas importantes, como a família inteira deles.

Amo Olicity com todo meu coração, e por mais que eu tenha meus problemas com o casamento na crossover, estou muito feliz que eles estejam casados. Dito isso, não consigo entender a escolha de cenas desse episódio. Tivemos momentos fofíssimos entre Oliver e Felicity, mas zero cenas entre os dois conversando com o William, sendo que essa é uma decisão que o afeta diretamente. As cenas do Curtis foram engraçadas, mas podia ter cortado pelo menos uma delas e substituir por Oliver e Felicity conversando sobre o casamento deles, já que foi super rápido e honestamente a mudança de opinião da Felicity não foi explorada de maneira satisfatória.

Pelo menos pudemos ver o discurso de Rene, que eu nunca imaginaria que seria quem falaria sobre Oliver e Felicity, mas tem sua necessidade no episódio, e uma momento fofo entre Quentin e Oliver. Também temos a volta da Thea para a série, por mais que eu tenha sentido falta dela, confesso que ela ficou tanto tempo sumida que seu papel na série parece ter se tornado um pouco desnecessário. Minha solução para isso é colocá-la de novo como Speedy. Não sei como vão explicar, mas o auge da Thea para mim foi ela como Speedy.

A festa de casamento não consegue nem chegar ao seu fim antes dos noivos terem sua felicidade interrompida, Quentin recebe uma ligação da advogada do Oliver e conta que o FBI tem uma testemunha disposta a testemunhar que o Oliver é o Green Arrow, e pior essa pessoa faz parte do Team Arrow. Ou seja, temos um traidor dentro da equipe. De novo.

arrow irreconcilable differences


É claro que os suspeitos são logo Dinah, Curtis e Rene, eles podem até protestar, mas é claro que a Felicity não ia testemunhar contra o próprio marido e o Diggle não só é melhor amigo do Oliver, ele é o novo Green Arrow, então não faria isso. Os três membros originais do Team se reúnem para descobrir quem é o traidor, espionando onde eles estão, e acabam descobrindo que a Dinah está se encontrando com seu ex-namorado Vince, que é o Vigilante.

Por mais que Digg diga que a Dinah é confiável e que só porque escondeu uma coisa, não significa que vai esconder outra, Oliver não confia nela e acha que ela é a traidora. É claro que eventualmente Dinah aparece e Oliver a confronta na frente de todos, só para Rene admitir que foi ele quem fez o acordo de testemunhar. Aparentemente, Samanda Watson argumentou que tinha provas que ele era o Wild Dog e que ele nunca ficaria com a guarda da filha se ele não testemunhasse.

Foi um bom motivo, como o próprio Oliver consegue admitir depois de um pouco de reflexão, mas ele podia ter feito o acordo e depois ao menos avisado para o Oliver que isso ia acontecer.  Oliver inicialmente expulsa Rene da equipe, mas depois de conversar com Thea, ele pondera que faria o mesmo pelo William, então não pode julgar, e resolve que a ajuda de Rene é mais importante do que isso e deixa que ele volte.

Mas a maior questão é que a confiança já se quebrou ali. Dinah ficou insultada de terem duvidado dela, Rene por ter sido expulso e Curtis por terem invadido a privacidade dele. Mesmo com a segunda chance, Rene desobedece as ordens de Oliver e age por conta própria. É claro que essa não é a primeira vez que isso acontece, Oliver e Rene brigaram bastante temporada passada por esse mesmo motivo, mas eles tinham conseguido se entender e agora voltaram para a estaca zero.

Oliver diz que não consegue mais confiar em Rene e o expulsa de vez, o que serve de estopim para Dinah e Curtis saírem da equipe também, porque não sentem que podem confiar no Oliver. Confesso que achei bem forçado, uau, eles rastrearam o GPS deles, e daí? Meu deus, vocês todos já invadiram a privacidade de outras pessoas de forma muito pior do que essa.

Acho bem hipocrisia da Dinah ficar irritada que não confiem nela quando ela estava mentindo. Curtis está me irritando já, queria que a Felicity expulsasse ele da empresa também.

Agora com Diggle ainda em recuperação, Oliver está sozinho em campo, quero ver como vai ser isso, espero que gere uma conversa com William, porque Oliver ainda está mentindo para ele sobre não ser mais vigilante. Só digo uma coisa: volta, Speedy!


arrow 6x09


Enquanto essa mini guerra civil acontece, Cayden James arranja da Black Siren sequestrar Quentin, só para poder chantagear Oliver a entregar para ele um amplificador louco do ARGUS, em troca de soltar Lance em segurança. Com a ajuda de Diggle, eles conseguem roubar o amplificador sem muito problemas, mas não querem entregar para Cayden, afinal isso colocaria muitas pessoas em risco, então sabotam. Só para Cayden saber que eles sabotaram e resolver não fechar o negócio.

A parte mais importante do episódio foi a discórdia entre os membros e não o conflito com os vilões, mas mesmo assim essa parte do enredo gerou algumas cenas muito importantes. Para começar, temos mais um momento entre Quentin e Black Siren, em que finalmente ouvimos um pouco sobre o passado dessa Laurel. Quentin pergunta sobre o pai dela, o doppelganger dele, e Laurel revela que ele morreu em um acidente no aniversário de 13 anos dela.

Confesso que achei que ela estivesse mentindo e só usando os sentimentos de Quentin para feri-lo depois, mas parece que essa memória – e as emoções que ela despertou – foram reais. Não só ela fica com os olhos marejados, mas quando Cayden manda matar o Quentin, ela hesita e acaba deixando Quentin fugir. Isso levanta a hipótese de ainda haver esperança para Laurel... Pelo menos em relação à família dela.

Além disso, ficamos sabendo – apesar dos personagens ainda não terem descoberto – como Cayden sabia sobre eles terem sabotado o amplificador, aparentemente ele tem câmeras instaladas no esconderijo deles. Gente, já passamos por isso com o Slade, bora mudar de lugar ou usar para vantagem. Mais do que isso, descobrimos também que Cayden James não está agindo sozinho, os vilões montaram um grupo e todos estão reunidos agora contra o Team Arrow, incluindo Anatoly, Vigilante e Dragon. É, parece que tivemos uma inversão aqui, enquanto o Team Arrow se fragmentou, o Team Vilões resolveu se juntar. Tenso!

O Melhor:
+ Momento Olicity
+ Thea de volta, mesmo que com pouca utilidade
+ Todos os vilões juntos me surpreendeu
+ Laurel sendo mais multidimensional

O Pior:
- Episódio fraco para o midseason finale
- Falta de cenas importantes
- Essa briga foi bem desnecessária. Team Newbies me irrita

Nota: 7,0

Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.


4 comentários:

  1. Eu não achei o ep fraco, mas sim importante! Teve cenas importantes(tirando o casamento que meu Deus, que chato, pois eu me senti ofendido com o que vi,mas mesmo assim,tenho a sensação que não dure muito),mas, até mesmo no casamento teve cenas cruciais para o futuro da temporada. Thea tem que voltar como Speedy urgente, pois senão ela fica sem o que fazer a série. Eu achei legal a discussão entre o time, pois nem tudo é perfeito e entendo o Curtis, pois que quer ser espionado, e sem motivo, e teria outras formas de descobrir o traidor (que inclusive, eu achei que faz todo sentido, mas achei um pouco hipócrita o Oliver no começo). Sem dúvida, a cena entre Laurel e Quentin foi incrível.Eu sou um grande fã da Laurel, e a atuação de Katie nessa cena foi incrível, e acho que a redenção dela está cada vez mais próxima.
    Ótima review, mas eu daria um 8,7( só não dou mais por conta do casamento Olicity)!

    ResponderExcluir
  2. Por que se sentiu ofendido durante o casamento? Acredito que o casamento vai durar sim, eles já fizeram Oliver e Felicity terminarem antes e voltar agora, fazer esse enredo se repetir seria muita falta do que fazer.
    Não é que eu tenha achado o episódio fraco em geral, mas achei fraco para um midseason finale, comparado com os das outras temporadas, porque sempre temos cenas mais impactantes e surpreendentes nessa época, e esse deixou a desejar.
    O Oliver é sempre hipócrita, mas achei que os outros também foram sensíveis demais com essa questão de serem espionados. Não é como se eles estivessem sendo espionados de verdade, foi só GPS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me senti ofendido, pois eles não param.A série decaiu muito nas duas temporadas por conta do casal, e o casamento é como se fosse uma forma de mostrar que isso vai durar pra sempre. E vc reparou que eles colocaram o casamento e a Laurel no mesmo ep?? Por isso eu acho ofensivo tanto pra mim, quanto para os fãs da Laurel.Sobre não durar, é só uma sensação, e vc viu que um dos maiores fóruns de Arrow fez após saberem do casamento? Por isso acho que não vai durar!
      Sobre o time em si, eu entendo o lado dele, pois acho errado eles serem espionados, mas msm assim te entendo!!

      Excluir
  3. Eu adorei eles se casarem. Sou fã sim do casal. Eu seria mais fã dá Laurel se ela e o Ollie fossem mais como liga dá justiça. Como não são. Rolou muito mais química c a Felicity. Agora tô muito Puta c Anatoly. Cara isso q é traição. E o time dividido, mentir p William, e a investigação. Acho q a 6 temporada vai ser bem mais dolorosa pro Ollie...

    ResponderExcluir

 
UA-48753576-1