Image Slider

sábado, 6 de maio de 2017

Review: Agents of SHIELD 4x20 - "Farewell, Cruel World!"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Farewell, Cruel World!" , exibido no dia 02/05/2017!


daisy agents of shield 4x19

E a saga continua. Agora, mais do que nunca, estamos perto de sairmos da Framework. Todos estão se preparando. Daisy conta para Simmons onde está a saída que Radcliffe indicou, enquanto Jemma fala sobre os planos de Aida. Falta pouco.

Agents of Shield nos concede algumas ótimas cenas e interações entre os personagens. Agora que eles têm um novo plano, vemos como cada um se prepara e lida com isso. Coulson e May, por exemplo, criam uma conexão quase imediata. Isso não quer dizer que Melinda deixa de ser desconfiada e cética, mas os resquícios da amizade de anos dos dois fica clara. Phil chega, inclusive, a contá-la a verdade sobre o outro mundo. Ela não acredita tão facilmente, mas acaba aceitando participar da missão se isso significa enfraquecer a Hydra.

Mack precisa de uma mentirinha contada por Daisy, afinal ele é o único que não tem a menor ideia do que está acontecendo e com certeza não iria querer deixar a filha assim. Por falar em Daisy, para quem sente saudades de Trip, ganhamos cenas ótimas entre os dois. Acredito que ela tenha sido quem mais sentiu a falta do agente, devido às circunstâncias. (Sabe o que eu queria? Que Trip tivesse comentado sobre os poderes dela!)

Os dois logo se conectam, e Trip, por mais que não acredite exatamente no mundo real, se mantém aberto e entende que ele represente algo para Daisy. Em um tom leve e descontraído, ele chega a tentar adivinhar a relação deles, no entanto, acabamos nos despedindo dele nesse episódio - apenas o primeira de muitas cenas que levou nossas emoções à mil.

Nossa questão maior, no entanto, é referente ao Fitz. Ele claramente não seria a pessoa mais fácil de convencer a ir embora com eles. Daisy, então, sugere que eles deixassem Fitz lá e retornassem assim que estivessem a salvo. Jemma, é claro, não aceita tão facilmente a proposta, apesar de parecer.

Quando descobre que a mudança na vida do Fitz foi o pai, ela não pensa duas vezes. Pega uma arma e decide que irá ameaçar Alistair para conseguir falar com Fitz. Foi nesse momento que a série começou a destruir de vez a gente.

jemma agents of shield 4x19

Simmons consegue que Alistair ligue para Fitz, mas, ao invés de convidar o filho, ele avisa que á fugitiva' está ali. A luta começa. A confusão toda entre Jemma e Alistair é ouvida por Fitz pelo telefone, e, quando menos esperamos, um disparo. Fica claro que o pai de Fitz morreu e a coisa ficou mais complicada do que qualquer coisa.

Como explicar para o Fitz agora o que aconteceu? Como convencê-lo da verdade? Por mais que Jemma não pareça sentir culpa - afinal Alistair não era uma pessoa maravilhosa e foi criado digitalmente -, as emoções e sensações do Framework são reais. Leo, é claro, fica furiosa e faz de sua missão número um caçar Jemma. Sério, não aguento.

Ele já sabe que Daisy está procurando a saída de Radcliffe para fugirem, graças ao linguarudo do Radcliffe que sempre faz a escolha egoísta para se safar. Por isso, por mais que todos decidam ir até o local sem o Fitz mesmo, ele eventualmente aparece lá.

Antes disso, Aida prega uma peça em todos. O local da porta de saída do Framework é diferente de como Radcliffe a criou e o grupo fica uns minutos tentando entender como funciona. Não só isso como todos passam a duvidar dessa teoria "maluca" de outro mundo real, o que inclui principalmente Mack. Esse tempo de atraso é o suficiente para o batalhão da Hydra chegar.

Quando Daisy descobre que pode usar seus poderes para abrir o "portal", Coulson e May são os primeiros a passar, apesar das complicações. Se ver Phil ser ferido foi difícil, tudo sobe na escala muito rápido. Quando vamos ver, Fitz encontra Jemma e resolve se vingar.

Fiquei bem decepcionada e doída com a cena. Além do motivo óbvio, queria muito que Simmons tivesse sido capaz de ajudar Fitz, de fazer aquele Fitz - o Fitz do Framework -, que algo estava errado e que deveria ajudá-la. Tendo em vista o final do episódio, só posso imaginar que a ideia era trazer um pouco desse Fitz com alianças duvidosas para o mundo real.

Não sei faria tanta diferença, mas minha teoria era que se Fitz tivesse se redimido de alguma forma no Framework, ele conseguiria lidar um pouco melhor com as coisas que fez lá quando acordasse. Mas não acontece. Só me resta acreditar que Simmons vai ajudá-lo na vida real mesmo e que, juntos, vão se curar dos acontecimentos - o que, sim, inclui Jemma, porque ela pode não ver o Fitz da mesma forma a partir de agora.

fitz e radcliffe agents of shield 4x19
"Por favor não se culpe"
Vamos combinar, ele atirou nela!! A raiva era tanta que o Fitz do Framework não se padece das palavras de Jemma e, por incrível que pareça, Radcliffe é quem se redimi no final das contas. É ele quem, quando Fitz vai atirar de novo, salva Jemma e ajuda Fitz a atravessar o "portal".

Para agregar ao prato cheio de sofrência, Mack recebe a notícia do mundo real como um soco no estômago. Ele não sabe em que acreditar ou como entender o que está vendo, mas, pior do que isso, ele descobre que Hope não existe no mundo real. A descoberta parece ser o que ele precisava para decidir ficar.

Sim, acreditem, é possível. Esse é um meio termo que eu não esperava. Apesar dos apesares, a cena é bonita. Por mais Hope seja produto da ciência e programação, tudo que Mack sente é real. O amor que sente pela filha é verdadeira, suas risadas são reais - e é isso que importa para ele. E só de pensar na cara da Daisy ao ouvir e entender, ou em Elena quando receber a notícia, é triste.

Acredite, Mack, ninguém queria deixar a Hope também não. Essa cena quebrou meu coração. Aliás, os últimos dez minutos do 4x19 foram os mais emotivos que tivemos - literalmente uma bomba atrás da outra. Basicamente quase perdemos um monte de gente, o que inclui Coulson levando vários tiros, Jemma sendo atirada nos joelhos, Mack escolhendo ficar, por aí vai.

hope e trip agents of shield 4x19

E quando pensamos que acabou tem mais. Ah, muito mais. Fitz acorda. E como já imaginava, ele acorda totalmente perturbado com todas as coisas que fez. É esmagador. Tudo bem, a gente poderia dizer que todas aquelas pessoas não eram reais, mas a verdade é que ele teve sua parcela de culpa na morte de Mace por exemplo. Mais do que isso, ele sentiu que queria fazer todas aquelas coisas, sentiu que eram certas, e isso é perturbador.

Para piorar o estado do nosso Fitz, Aida acorda também. Dessa vez, não como uma robô, mas um corpo humano (alterado, diga-se de passagem). Ela se aproxima dele e ele fica confuso. Fitz a chama de Ofélia e fica sem palavras. Não vou enganar vocês, me deu medo. A lavagem cerebral foi forte, porque Fitz fica sem saber o que fazer tempo o suficiente para Aida sumir com ele do nada.

Queria muito saber se Fitz simplesmente estava com resquícios do mundo anterior ou Aida fez alguma coisa com ele, alterando suas memórias não sei. Se lembrarmos bem, Fitz falou que queria ir com ela para o 'outro mundo' no Framework e ela dá um sorriso como se tivesse algum plano para isso. TRAGAM MEU FITZ DE VOLTA, PLS.

*Não pensem que esqueci da Yoyo e Piper, com o resto da equipe. A parte delas no episódio não teve muitos acontecimentos, mas merecem menção honrosa! Até porque nossa querida Elena ainda vai sofrer. Vamos nos abraçar depois desse episódio, por favor.

O melhor
+ Altas trocas de olhares entre Coulson e May.
+ Trip e Daisy fofos.
+ Mack escolhendo ficar com a Hope.
+ Radcliffe só vai entrar porque ajudou no final.
+ Finalmente fora do Framework!

O pior
Mack e Hope, oh shit. 
Queria mais entre Simmons e Fitz da Framework. Apenas parem.
Argh, sinto que Aida mexeu com as memórias do Fitz (ou algo do tipo). 

Nota 9,0

Mariana Oliveira Sou Publicitária, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Acho que começo uma série nova toda semana. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1