Image Slider

segunda-feira, 27 de março de 2017

Review: Once Upon a Time 6x14 - "Page 23"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Page 23", exibido no dia 26/03/2017!

once upon a time 6x14

A Evil Queen está de volta! Enquanto esperamos a próxima jogada de Gideon, Regina precisa enfrentar si mesma de uma vez por todas. Agora que não é mais uma cobra, o plano da Rainha envolve Robin. Admito que imaginava que o papel dele no plano seria algo mais espião ou manipulador, mas a ideia é simples: ela o sequestrou e Regina precisa salvá-lo. 

O propósito é só fazer Regina ir até sua metade má basicamente. Robin faz um acordo, ajuda a Evil Queen a resgatar as 'tesouras' que cortam o destino e se faz de sequestrado (e por 'se faz' eu quero dizer é preso de verdade). Eis assim que começa uma batalha entre as duas. Agora que a Evil Queen consegue cortar seus laços à Regina, só falta matá-la. 

Os escritores ouviram nossas preces e o desfecho acaba sendo bem introspectivo, em paralelo com o flashback do episódio. A janela para o passado mostra a Rainha e seu pai lidando com o desejo de vingança dela. Eu sei, a coisa toda já estava ficando repetitiva. Tudo é muito parecido com que já vimos antes: Regina está caçando Snow, fica com raiva, mata umas pessoas, seu pai a engana e tenta a fazer mudar de ideia, etc. 

A pequena mudança é o fato de Tinker Bell aparecer, o que nos dá uma continuidade ao último encontro delas quando Regina é apresentada ao homem com a tatuagem de leão. No final das contas, Tinker até recebe a ajuda do pai de Regina, mas, como era de imaginar, não resolve nada. A revelação, no entanto, é outra. Regina joga todo seu ódio em Snow quando, na verdade, ela odeia a si mesma. 

Assim fica fácil entender como lidar com sua parte má nunca foi fácil para Regina. Se antes já se odiava, depois de ter aprendido a perdoar todos esses sentimentos continuavam a se intensificar. Era difícil se desligar disso tudo. Quando Regina confronta a Evil Queen cara a cara a briga se torna algo metafórico. Ela odeia parte de si, não consegue que as duas partes vivam juntas. 

once upon a time 6x14

No entanto, felizmente, nossa heroína percebe então que cansou de se odiar. Isso não faz bem para qualquer de suas partes. O que Regina precisa fazer é escolher se perdoar, aprender a viver com quem ela foi ao invés de matar sua eu do passado. Lições de vida de Once. 

A solução assim é distribuir para os dois corações o amor e ódio que carrega. Regina e Evil Queen podem continuar sendo dois corpos diferentes, mas dividem um coração mais balanceado. Não posso deixar de achar estranho como elas continuaram sendo duas apesar de serem a mesma pessoa, teoricamente. 

Depois disso, Henry chega até a usar sua caneta de escritor e dar um final feliz para a mãe-Evil-Queen. Sim, parece que o garoto tem três mães agora. Qual é o final feliz, você pergunta? Nada mais nada menos do que uma segunda chance com Robin - a outra versão do Robin no caso. 

Enquanto isso, outro casal tem seus problemas. Emma está toda feliz que está noiva, mas Hook continua preocupado. Eis assim que ele pede conselhos para o Capitão Nemo, que aparentemente continuava ancorado lá em Storybrooke até agora. Killian não consegue se perdoar e não sabe se deveria contar a verdade ou não. Sim, a verdade é sempre bom, mas ele tem medo de como as coisas vão mudar depois que souberem.

once upon a time 6x14

A solução escolhida acaba indo por água à baixo. Hook queria prender sua memória em um apanhador de sonhos e queimá-lo, mas ele não tem muito cuidado e acaba sendo descoberto por Emma. Por incrível que pareça, a mentira não durou muito - o que não significa que Hook não tenha se dado mal. 

Obviamente que Emma fica magoada não pelo segredo em si, mas pelo fato do noivo não ter contado tudo e confiado nela. Eles conseguiriam lidar juntos com tudo, ela tinha certeza. Por mais que o medo de Hook tenha tido mais a ver com sua autocrítica, no fim, Emma deixa o noivado de lado. Se ele acreditar que pode mudar, aí sim, eles se falariam novamente. 

Hook, não muito esperto, acha que o jeito é se tornar quem ela quer que ele seja viajando com Nemo. Ele quase que acredita nisso, mas Snow é quem surpreendentemente aparece para fazê-lo mudar de ideia. Ela conta a ele sobre a segunda chance da Evil Queen, o que o dá esperanças. Pena que, por mais que tenha se recuperado, Gideon chega e força Killian a viajar com Nemo para sei lá onde. 


O melhor
Emma confrontando Killian. 
Regina finalmente se aceita e dá um final feliz para sua outra metade.
Snow fofa ao ajudar Hook. 
Henry é o único a falar que existe bem e mal nas duas Reginas. 

O pior
Flashback um tanto repetitivo.
Hook achando que resolveria tudo fugindo, aff.
Não faz sentido a Emma não ter ido atrás de Regina ou da mãe para saber notícias da Evil Queen. 

 Nota 7,8

Mariana Oliveira Sou Publicitária, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Acho que começo uma série nova toda semana. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1