Image Slider

terça-feira, 7 de março de 2017

Review: Once Upon a Time 6x11 - "Tougher Than the Rest"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Tougher Than the Rest", exibido no dia 05/03/2017!

once upon a time 6x11

Depois de personagens surpresas e planos falhados, Once finalmente voltou! Emma e Regina ainda se encontram presas no mundo criado pelo pedido da Evil Queen e sendo caçadas por Henry. Estão em um mundo sem Snow ou Charming, com um Robin parado no tempo e um Hook velhinho, mas, felizmente, têm um plano de fuga. 

Tudo que precisam é encontrar alguém que construa um armário em uma árvore, e ninguém melhor para isso do que um dos primeiros viajantes nesse tipo de portal: Pinóquio. Fiquei feliz com a surpresa, não tinha visto nada sobre o episódio, e August ali me deixou bem nostálgica. 

Não foi nada muito difícil, mas tivemos certos impecilhos. August tinha a ferramenta mágica do pai e encontraram a árvore necessária. No entanto, um Hook barrigudo e velho aparece para "salvar" Emma. É engraçado ver como os casais seguiram rumos diferentes em cada versão, porque, por mais que nem se conhecessem no passado, de alguma forma, Emma crescer como princesa e Regina continuar como vilã afetou as vidas do Hook e Robin

Além da transformação curiosa, a cena serve para quebrar a confiança de Pinóquio, assim como sua ferramenta. E são os flashbacks de Emma que trazem a solução. Como já suspeitávamos, o Swan no sobrenome de Emma faz alusão a história do Patinho Feio. O que não sabíamos é que Emma escolheu a história para se basear porque Pinóquio a fez acreditar que ela precisava acreditar, assim como o patinho, que era um cisne para virar um cisne. 

É claro que na época ela não sabia quem ele era, mas foi isso que a fez sair das ruas quando fugiu do orfanato quando era menor. Sendo assim, fica claro que August só precisava se lembrar do próprio conselho. Diga-se de passagem, a lembrança ajuda bastante Emma com sua própria insegurança em relação à seus poderes.

once upon a time 6x11

Já Regina tem seus próprios problemas. Mesmo sendo procurada pela morte de Snow e Charming, ela decide ir atrás de Robin para saber se ele é mais feliz sem a ter conhecido. A coisa toda parecia ser um grande passo no luto de Regina.

Mais uma vez não tivemos muitos eventos, mas um série de prisões que possibilitaram que Robin e Regina se conhecessem um pouco mais. Primeiro são presos por um caçador de recompensas, libertados por Rumple, presos por ele, e libertados por Robin graças a suas habilidades com fechaduras. Fica um vai e vêm, mas o fundamental é que Regina percebe que Robin não está tão feliz quanto parecia no primeiro momento (como qualquer um na vida).

Por incrível que pareça, Robin aceita facilmente que Regina é de um mundo alternativo e sua história passada. Não só isso como ele parece ficar feliz em saber o que seu outro eu foi. Assim, quando reencontram Emma e Pinóquio, Robin dá para Regina sua pena da sorte e o gesto parece ser sinal suficiente de que eles deveriam se conhecer melhor. Podem chorar de alegria, porque vamos ter um Robin de volta.

Admito que ainda vou demorar para me acostumar porque, querendo ou não, esse Robin não é o nosso, né? Esta relação vai ser um tanto confusa, mas gosto de acreditar que a alma de Robin tenha realmente sido transferida para o novo Robin assim como a Emma. É pedir demais que ele lembre alguma coisa? 

No final, dá tudo certo finalmente. Eles conseguem voltar todos para Storybrooke. Regina e Robin estão prestes a se conhecer, e Emma enfrenta um último desafio: Gideon. O garoto não perde tempo e vemos que a visão futurística de Emma parece estar se concretizando: Gideon consegue a arma com o rubi, e Hook e Charming aparecem correndo. No entanto, Emma segue o conselho de August e acredita que pode controlar seus poderes até efetivamente controlá-los.

once upon a time 6x11

Ao longo do episódio, apesar de quererem ajudar e procurarem por Gideon, os esforços de Hook e Charming acabam não servindo de muita coisa. Agora todos sabem que ele é o filho de Belle e Rumple e quer matar Emma para ser o Salvador, o que não faz muito sentido. Em teoria o poder nem deveria ir para ele, tendo em vista a forma desleal como conseguiria os poderes, mas a lógica deturpada de Gideon é o que o manterá como o vilão dessa parte da temporada. 

Apesar dos poucos acontecimentos, Storybrooke nos mostrou certos desenvolvimentos. Rumple e Belle, por exemplo, parecem estar se aproximando por causa da situação. Eu não diria romanticamente, mas vemos Belle confiar na ajuda de Rumple novamente, o que não sei se vai dar certo - haja ciclo vicioso. Uma coisa que não entendi foi como a Belle não questionou mais o filho quando ele foi confrontá-los no começo do episódio. Eu sei, ela podia estar chocada, mas Gideon terminou só recebendo conselhos do Rumple, o que não sei se ajudou muito. 

Será possível que a Fada Negra botou essa história da cabeça dele? Acho que, por mais que não ache, a influência da avô nele foi muito maior do que ele pensa. Gideon se tornou uma pessoa poderosa que, por mais que insista que Belle é seu ponto central de moralidade, mata facilmente. O que nos resta fazer agora é esperar para ver como ele vai reagir ao fracasso. 


O melhor
Emma dando dicas sutis de que Hook vai entrar em uma dieta.
Emma falando para Regina convidar o Robin para voltar com elas. 
Robin!!!
O flashback entre Emma e August foi fofa.

O pior
Rumple lidando com Gideon ao invés da Belle.
É sempre estranho quando os personagens surgem do nada como se continuassem na cidade.

Nota 9,0

Mariana Oliveira Sou Publicitária, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1