Image Slider

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Review: Supergirl 2x14 - "Homecoming"

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Homecoming", exibido no dia 27/02/17.


jeremiah danvers 2x14
 
Jeremiah Danvers, o pai da Alex e da Kara, voltou à série após muito episódios sem nem ao menos ser mencionado. Para quem não se lembra, descobriram há um tempo atrás que ele estava vivo e sobre a custódia do CADMUS, se o jeito que ele simplesmente ajudou Kara e Mon-El na última vez já tinha levantado algumas suspeitas, agora a situação fica ainda mais estranho. Não que a maioria dos personagens tenha percebido isso.

Lillian Luthor foi solta, o que significa que o CADMUS está de volta à ativa, e o DEO logo recebe um alerta sobre como eles estavam mudando alguma coisa de lugar, encurtando a história, Kara e J’onn interceptam um caminhão e, surpresa, Jeremiah está lá dentro sendo mantido como refém. Tudo bem que eu já tinha recebido spoilers do episódio antes de assistir, mas o jeito que a cena foi feito estava bem claro que Jeremiah tinha sido resgatado de propósito. Infelizmente, quando se trata de família, quase todo mundo é meio cego, então os personagens acham que está tudo normal, porque afinal Jeremiah é alguém confiável.

O único que desconfia dele é Mon-El, eu entendo porque os personagens não o levaram a sério, eu normalmente também apenas reviro os olhos a tudo o que Mon-El diz e ele não tinha nenhuma evidência. Aprenda, Mon-El, espione e adquira provas antes de acusar o pai da sua namorada de qualquer coisa, regras básicas. Depois de ser expulso do jantar de família, ele até faz isso, pedindo ajuda a Winn, o único personagem que aceita entreter essa ideia. Os dois até pegam Jeremiah roubando arquivos, mas ele logo aparece com uma explicação, dizendo que queria apenas ler sobre suas filhas.

Kara até fica desconfiada depois disso, mas Alex fica extremamente insultada, chegando até a brigar com a irmã, dizendo que ela não está agindo como uma filha. Fica um pouco chateada de ver as duas brigarem, já que o relacionamento delas é a melhor coisa da série, mas é realista. Alex acabou de recuperar o pai e não pode imaginar que ele fosse fazer algo assim, e por mais que a Kara também seja filha dele, ela já descobriu coisas horrorosas que os pais dela tinham feito, então talvez aceitar que mais uma figura paterna esteja fazendo algo ruim não seja tão difícil para ela.

supergirl 2x14

A verdade demora um tempo até ser revelada, pois todos estavam preocupados procurando uma bomba ou algo assim que o CADMUS estaria supostamente construindo e só o Jeremiah sabia sobre. É só quando Kara e Alex estão longe, seguindo uma pista sobre onde essa bomba estaria, que elas descobrem que foi uma armação, não tinha nada no lugar e Jeremiah aproveita a ausência das filhas para fugir. Ele até luta contra o J’onn, o que revela que ele não é mais um humano normal, tendo agora um braço de metal ou algo tecnológico.

Todos ficam chocados com a tração, especialmente Alex, que tinha brigado com todo mundo para defender o pai e agora foi provado que eles estavam certos. Ela estava tão feliz de ter toda a família reunida, com o pai até conhecendo a Maggie e aprovando o namoro. Com a ajuda de Winn, que instalou um rastreador no Jeremiah, Alex e Kara vão atrás do pai, tentando impedi-lo de fugir.

Ao chegar lá, encontram o pai com Lillian, que distrai Kara ao explodir o trilho de um trem. Kara precisa escolher entre pará-los ou salvar as pessoas no trem, e é claro que ela vai salvar os outros. Só preciso comentar que a cena em que Kara resolve reconstruir os trilhos antes do trem passar por lá foi muito mal cronometrada, para dar tempo da Kara fazer tudo aquilo, o trem teria que estar passando na velocidade de um VLT, e não estava pois quando ele passou estava bem rápido. Completamente irrelevante, mas me incomodou.

Enquanto isso, Alex fica sozinha contra todos e os persegue, mas a única pessoa que ela consegue ficar perto o suficiente para atirar é o próprio pai. Jeremiah diz que está fazendo isso por ela, o que Alex não acredita, mas eu até acho que ele deve ter feito algum acordo sobre a Alex ficar protegida, eu só achei bem absurdo porque ele literalmente está colocando a Kara em perigo com tudo isso. Muito favoritismo. Alex até tem a oportunidade de atirar nele, mas acaba deixando-o ir no final. Não a culpo, porque era o pai e ela estava abalada, mas se ela tivesse pensado mais rápido, teria atirado na perna dele, um ferimento grave o suficiente para ele não poder fugir, mas não letal.

No final, eles descobrem o motivo de toda essa farsa, Jeremiah queria acessar os arquivos do DEO para conseguir acesso ao registro de aliens, então agora o CADMUS sabe de todos alienígenas registrados nos Estados Unidos. Isso me lembrou muito a guerra civil da Marvel, isso era exatamente o que o pessoal anti-registro tinha medo de acontecer... Tudo bem que estamos falando de outro universo e outra situação, mas é bem parecido. É por isso que registros são perigosos.

supergirl homecoming

Reza a lenda que no passado costumava existir um personagem chamado James Olsen e ele era o personagem masculino principal de Supergirl. Desde que a série mudou para a CW, entretanto, por motivos muito obscuros e desconhecidos um novo personagem surgiu e parece ocupar 50% da série agora, Mon-El. Veja-me revirar os olhos.

Nada contra o Mon-El, honestamente, por mim ele podia ficar na série, servir como alívio cômico, como o Winn faz de vez em quando, mas o que eu não aguento é a quantidade de atenção que ele tem. Ele agora ficou com a Kara e parece ter ainda mais cenas, em que ele prova ser... Uma pessoa bem babaca. Meu deus, parem de forçar tanto esse relacionamento!!

Eu estou escrevendo essa review hoje só para cobrir pela Mariana, que está viajando, e teoricamente era para eu não reclamar tanto do Mon-El quanto eu quero, mas não consigo. Ele literalmente está com a Kara, o ser mais adorável do universo, e ele não consegue ouvi-la por nem dez minutos. Depois de ser esnobe, chato e egoísta por metade da temporada e ainda assim conseguir ficar com a Kara, agora ele continua sendo completamente egocêntrico e não ouvindo nem um pouco o que ela diz.

Sim, o Mon-El estava certo sobre Jeremiah, parabéns, ele continua sendo um péssimo namorado. Sim, ele pode melhorar, mas só o fato de ele continuar mentindo sobre quem ele é e precisar de ir até o Winn (!!) para receber um conselho de “simplesmente pergunte para a Kara o que ela quer e ouça”, o que, uau, incrível, ela meio que tinha te falado exatamente a mesma coisa. E para piorar isso, sou obrigada a ver com meus próprios olhos várias cenas de Kara e Mon-El se beijando, enquanto as cenas entre Alex e Maggie duram uns cinco segundos cada e o máximo que vemos é um selinho. Aham, tudo isso é apenas coincidência.

O Melhor:
+ Cena feliz em família antes de tudo dar errado
+ Maggie confortando a Alex no final!!
+ Alex reagindo de forma realista durante o episódio

O Pior:
- Ninguém além do Mon-El vendo o comportamento suspeito do Jeremiah
- Jeremiah super babaca, nem se importa com a Kara! Fiquei ofendida!
- Mon-El continua me irritando


Nota: 7,5


Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.



0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1