Image Slider

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Review: Supergirl 2x10 - "We Can Be Heroes"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "We Can Be Heroes", exibido no dia 30/01/2017!

supergirl 2x10

Livewire está de volta! E, por incrível que pareça, não é tão vilã como o de costume. Seu desejo de destruir Supergirl continua e estar na prisão não dura tanto quanto gostaríamos. Um "guarda" liberta uma prisioneira e os dois juntos vão atrás de Livewire. Até ai parece que a vilã conseguiu alguns novos amigos e já esperava sua chegada, mas, olhando mais a fundo, descobrimos que Livewire saiu de uma prisão para entrar em outra, onde um cientista maluco transfere seus poderes para seus capangas. 

A coisa toda é uma boa reviravolta e fala muito sobre o estresse de Kara. Com sua arqui-inimiga a solta, Kara não para de se preocupar com o que a vilã pode fazer com pessoas inocentes e fica até meio mal humorada. Em cima disso tudo, Mon-El está em fase de treinamento com erros um tanto graves e o segredo de James vem à tona. (Winn, sendo como é, faz questão de mostrar o quanto isso tudo o deixa cansado.)

A primeira batalha entre os capangas "livewire" 2.0 não vai muito bem. Kara acha que Mon-El está pronto para a ação e o deixa encarregado de proteger os policiais do local, enquanto ela ataca a dupla vilã. No entanto, Mon-El deixa seu posto ao ver que Supergirl está sofrendo no chão e Guardião aparece para proteger um policial, mas acaba sendo atacado por um raio junto - e é ai que a coisa desanda. 

Uma discussão interessante surge: o que é ser um super-herói/heroína. Kara diz o quanto é irresponsável de James se arriscar assim e chega a ameaçar que vai tentar impedi-lo. Por mais que ele tenha esse mesmo desejo que ela de ajudar os outros, o que poderia aproximá-los, isso não é o suficiente e Kara não aceita o amigo. Ao mesmo tempo que fala o quanto cada um pode ser um herói, ela fica cega na intenção de proteger seus amigos e é extremamente contra. 

Curiosamente, The Flash também lidou com o assunto com Iris: por que só alguém com poderes pode reservar o direito de se arriscar por alguém? Basicamente Kara diz que, sem poderes, as pessoas não deveriam se colocar em perigo para fazer o bem, contradizendo até ela mesma que tanto prega o poder de mudança das pessoas. Imaginei até que ela mudaria de ideia esse episódio, mas a coisa não foi tão fácil assim. 

supergirl 2x10

O nome do episódio faz alusão a quantidade de heróis se juntando, o que inclui Mon-El. Ao abandonar seu posto, ele encontra uma Kara um tanto irritada. Ela já vem fazendo essa coisa de heroína há algum tempo agora e, ainda assim, Mon-El parece não ouvi-la. Felizmente, Kara não é boba nem nada e o questiona se ele estava fazendo isso tudo só porque gosta dela - o que é um excelente ponto. 

A rejeição de Kara faz todos fazerem péssimas escolhas, dando razão a ela quando desconfiou do trio de recém-heróis. Querendo provar que são bons heróis, Winn e James decidem ir salvar Livewire dos capangas sozinhos. Com a adição de Mon-El, que escuta o plano dos dois por trás da parede, eles se encrencam e acabam nas mãos do cientista maluco.

No final das contas, a própria Livewire tem seu momento heróico no episódio. Supergirl, Mon-El e Guardião fazem um pequeno team-up e vencem os capangas, enquanto Livewire vai atrás do cientista e desiste de matá-lo ao ser persuadida por Kara. Gostei bastante dessa sequência de luta e a harmonia que surgiu entre os três heróis, apesar de ter menosprezado um pouco os poderes dos capangas. Uma hora eles vencem a Supergirl e na outra eles parecem usar mais os punhos do que os raios. 

Como eu disse, toda harmonia no mundo não mudou a opinião da Kara sobre não querer James como Guardião, mas amenizou um pouquinho. Ela não vai ligar se continuarem, mas não querer se meter - o que deixou Winn e James um pouco magoados, e deverá gerar conflitos futuros. 

Quanto à Mon-El, ele assume o modo fofura e vai atrás de Kara. Ele finalmente admite seus sentimentos, admite que lembra de tê-la beijado e o que sentiu na hora. Um belo discurso. Por um momento achei que ele poderia chegar a conclusão que não queria ser um herói, apenas estar do lado dela, mas ele afirma não ser só isso e vou acreditar. 

Estando apaixonado por ela não duvido que ele queira inspirar os outros como ela faz, além de querer melhorar (tendo em vista seu possível passado como um príncipe ruim). O seu problema foi ficar preocupado com ela a ponto de desobedecê-la, mas, vamos combinar, até parece que a própria Kara não ajudaria J'onn, por exemplo, se sentisse que ele estava sofrendo - mesmo sendo forte e tendo poderes. Na hora isso acaba não importando. O fato é que Kara fica agradecida pela honestidade e promete que continuarão treinando. É, galera, não rolou outro beijo dessa vez *sniff*

supergirl 2x10

Por falar em J'onn, o marciano está com os próprios problemas para resolver. M'gann sofre algum choque que a faz reviver a guerra entre os marcianos e entrar em coma misteriosamente. Alex propõe que, criando a ligação dos marcianos, J'onn poderia entrar na mente de M'gann e descobrir o que está acontecendo com ela, mas ele se recusa.

Ele passa bastante tempo digerindo isso tudo. Não imagino que seja fácil salvar a vida de alguém que pertence a espécie que destruiu a sua, mas qual é a ética por trás disso? No final das contas, esse ato significava para ele perdoar aquilo tudo. 

Ele não precisa perdoar a espécie inteira, até porque existem pessoas más de todas as formas, em qualquer lugar. E o que elas fizeram não foi certo. No entanto, talvez o ato de salvar M'gann seja só uma forma de dizer que ele se abriu a enxergar isso. Abriu os olhos para ver que não precisa ficar com raiva de todos os Marcianos Brancos, que é possível que seja amigo de um deles - ou até algo a mais. 

Dito isso, J'onn chega a essa conclusão e salva M'gann da prisão interior que sofria. Ela revivia sua traição à sua espécie e lutava para entender que não tinha problema ter sobrevivido àquilo tudo. Todos felizes, até que sabemos do próximo desafio da série: M'gann não entrou em 'coma' do nada, e sim, porque os Marcianos Brancos estão vindo atrás dela.


O melhor
Todos os segredos revelados!
J'onn pedindo para Kara e Alex ficarem com ele quando revivesse suas memórias ruins <3
Adoro como a Kara é a mais experiente e super respeitada - até pela Livewire, quem diria.
Gosto que a série questione o que é ser um herói. Será que só é possível se tiver poderes?
Mon-El contou a verdade para Kara, vou chorar.
Alex e Maggie fazendo mini apostas.

O pior
Sério que existiu essa competição de quem é o melhor entre Mon-El, Winn e James?
Ainda não entendo porque a Alex age como médica no DEO, quando eles deveriam ter especialistas ali. (Ela fez medicina e eu esqueci?)

Nota 9,2

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1