Image Slider

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Review: Arrow 5x11 - "Second Chances"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Second Chances", exibido no dia 01/02/2017!

arrow 5x11

A procura pela próxima Canário Negro começa. Todos apresentam suas candidatas, mas nada parece suficiente para o Oliver. Como já sabíamos, não demora até Curtis contar a história de uma mulher misteriosa que ajuda quem precisa escondida pela noite. Acho que o Oliver até dispensaria essa também, se os sinais não fossem tão claros: ela usa uma jaqueta de couro e é metahumana com os mesmos poderes da Sereia Negra, ou seja, quase uma Canário 2.0.

Tina era uma policial de Central City que foi atingida pela explosão do acelerador de partículas no mesmo momento que seu parceiro foi morto por dois traficantes. Seu caminho é claro: precisa vingar esta morte. Sua história também é de sofrimento e vingança como a da maioria do Team Arrow e, como Rene diz, talvez eles sejam um grupo para segundas chances. 

No entanto, Tina não é nem um pouco fácil, o que achei ótimo e bem realístico. Por mais que queira ajudar as pessoas, você não vai aceitando qualquer proposta de se juntar com três caras fantasiados para combater o mal, certo? 

Ela é dura na queda. Por mais que Oliver faça seus discursos para gerar empatia, Tina sempre surpreende deixando o arqueiro para trás. A coisa toda é um longo vai e volta, mas Oliver é persistente. Depois de oferecer a vaga no time, ele, Rene e Curtis descobrem os planos de Tina e saem a procura dos traficantes. 

Um acaba morto por Tina, mas o outro ainda tem chance. Mais uma vez eles oferecem ajuda para ela, mas ela ignora. Eis que quando ela chega para enfrentá-lo seus poderes são contra-balanceados pelos do vilão, ou seja, outro inumano. É engraçado perceber como Arrow abraçou os metahumanos neste episódio, coisa bem característica de The Flash por razões óbvias. Por falar na outra série, não pude deixar de notar e adorar as pequenas referências - como o capitão da CCPD, o acelerador de partículas e a aparição relâmpago de Barry para ajudar Oliver.
arrow 5x11
créditos
O fato é que Tina quase perde, mas Oliver e Rene a ajudam. Mesmo assim, ela resiste e Oliver tenta a abordagem de confiança: revela sua identidade. Vou te dizer que ele devia estar muito confiante de que não tinha ninguém naquele estacionamento, porque né. Ainda assim não dá certo. Tina estava tão consumida por sua vingança ao mesmo tempo que se protegia de alguém que mal conhece queria ajudá-la a se entender. O trio do Team Arrow finalmente consegue trabalhar com Tina, mas, mesmo com Oliver tentando impedir, ela mata o inumano-traficante e desaparece. 

Ela pode não ter percebido na hora, mas as palavras do Oliver devem ter feito efeito, porque Tina acaba aparecendo em Star City no final. Não só isso como ela revela que Tina não era seu nome verdadeiro, e sim o nome que usava enquanto estava disfarçada - o que não faz muito sentido porque o chefe da polícia a chamava como Detetive Bolland e sua carreira na polícia estava registrada assim. Quando se vai em uma missão dessas mudam todos os seus registros pro nome falso ao invés de só criar uma identidade e histórico novos? Estranho. 

De qualquer forma, deixemos passar. O que os escritores queriam fazer era mostrar que ela estava quase destinada a ser a próxima Canário. Seu nome verdadeiro? Dinah Drake, conhecido por ser o nome da Canário Negro original dos quadrinhos. Fãs da DC podem enlouquecer! Só peço aos escritores que não botem ela e Oliver como par romântico porque queremos a volta de Olicity para ontem!

arrow 5x11

Por falar em Felicity, ela também tem seu momento neste episódio. Com Diggle preso, o promotor encontra mais uma pista que pode ajudá-lo: documentos que mostram a culpa do coronel que incriminou John. Apesar de terem sido apagados, Felicity fica responsável de hackear e encontrar as provas que inocentariam o amigo. 

Ela tenta de tudo, até quando parece que o arquivo tinha sido perdido completamente. Eis então que ela entra em contato com seu eu antigo e usa a deep web para hackear o governo de todas as maneiras possíveis. Com todas as indicações ao Felicity falar melancólica sobre seu passado como hacktivista para Rory, devíamos ter esperado que sua história viria à tona novamente. 

Alguém a reconhece na internet, outra hacker, e pede que se encontrem na vida real. Uma jovem aparece e sai metralhando a Felicity com informações e o quanto era sua fã - o que me lembrou da própria Felicity nos seus momentos desajeitados. 

Gostei de ver um pouquinho mais sobre esse histórico da Felicity, que sempre fez parte dela. No entanto, sua fã-hacker parece decepcionada com ela por ter abandonado a causa, digamos. Ok, Felicity não hackeia mais o governo como antes, mas ela está no centro de diversas investigações e ajuda a sociedade de muitas outras formas. 

Felicity pode ter se consolado com meus argumentos, mas a semente estava plantada. A hacker entrega nas mãos da nossa Overwatch vários segredos governamentais, além da prova a favor do Diggle, com a intenção de fazer Felicity voltar a hackear como antes. Acho que quando os escritores tinham falado que Felicity ia mudar depois da morte do namorado, deve ser isso - e tenho maus pressentimentos.

Por fim, só para não deixar os flashbacks de lado, temos o encontro entre Talia e Oliver na Rússia. Ela, claramente, sabe tudo sobre a vida do Oliver. Ele não estava sendo tão sutil quanto achava, porque seus anos na ilha e fora dela foram mapeados de uma forma impressionante por Talia. Não só isso como ela conhecia Yao Fei, pai da Shado, e sabia sobre a lista do pai do Oliver. 

Sua importância é clara. Percebemos logo que foi ela quem preparou Oliver para ser o Arqueiro e aceitar suas mudanças. Aliás, criar o Arqueiro foi uma forma de separar sua identidade como Oliver e se tornar "algo diferente". A grande pergunta é: por que ela se deu o trabalho disso tudo? Por que quer ajudar tanto o Oliver?


O melhor
Participação superrápida de Barry.
Amizade entre Rene e Curtis, assim como entre a Felicity e o Rory.
Dinah/Tina fugindo das expectativas toda vez.
Gostei bastante da Talia, apesar do mistério.

O pior
Sentindo que a Felicity vai arrumar encrenca.
Talia surgindo do nada para ajudar? Suspeito.

Nota 8,0

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1