Image Slider

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Review: Agents of SHIELD 4x12 - "Hot Potato Soup"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Hot Potato Soup", exibido no dia 31/01/2017!


agents of shield 4x12

Os Koenigs voltaram! E haja Koenig na história. Além dos Watchdogs e da Senadora Nadeer, encontramos mais um grupo que forma a aliança de ódio aos inumanos: os russos de Anton Ivanov. São eles que, quando Sam e Billy menos esperam, sequestram um dos irmãos Koenig para descobrir onde escondeu o Darkhold.

Coulson teria dado o livro para Billy esconder e só May sabia, o que leva o time a pensar que Radcliffe deu um jeito de descobrir e estava trabalhando com o grupo anti-inumanos agora. Eu sei que eles nunca duvidariam da lealdade da May, mas achei a lógica meio estranha. Como Radcliffe teria descoberto então? Para nós, no entanto, fica claro que foi a "May". Ou quem sabe as memórias de Melinda? Apesar de não fazer sentido, porque Radcliffe já teria esse conhecimento faz tempo e já teria ido atrás de Billy.

Billy, por sua vez, tenta parecer forte quando Ivanov ameaça torturá-lo, mas Radcliffe intervém. Vamos combinar, até tentaram enganar a gente fingindo que Radcliffe era um prisioneiro junto com Billy, mas não acreditei nem por um minuto. Não entendi muito bem o propósito disso tudo. Ele achou que conseguiria tirar a informação dele se ficassem amigos de "cela"? 

Billy se mostra assustado, mas forte. Radcliffe se mostra ruim, mas nem tanto. Ele não quer que ninguém seja torturado e descobre as informações mapeando o cérebro de Billy. Mais inteligente, não porque demoraram. 

Já Coulson, demora também para descobrir qual irmão Koenig escondeu o Darkhold por último. Billy foi o primeiro a proteger o livro, mas logo entregou para Billy, que entregou para a misteriosa LT. Sim, os dois agentes têm uma irmã mais velha, a primeira da família a entrar na Shield. Não só isso, mas têm um irmão do contra, Thurston, que é politizado e vive criticando a Shield.

Admito que tive que pesquisar para lembrar quem era quem, esta família é um tanto peculiar. O trio (quarteto com o falecido Eric) parecem até robôs que não param de brotar. Eis que o Darkhold não está mais com LT, mas estava com Billy (de novo) antes de ser levado pelos russos - o que leva nosso grupo ao cofre secreto da família Koenig. 

agents of shield 4x12

Enquanto isso, Fitzsimmons e Mack estão na luta para entender como o Radcliffe-robô funciona. O objetivo é descobrir os planos do cientista, mas a manipulação emocional os atrasa de chegar onde queriam. "Radcliffe" usa os conhecimentos de seu eu-humano para mexer com a cabeça de Fitz. 

O pai de Leo nunca esteve muito presente em sua vida e, quanto esteve, só rebaixava o filho, dizendo-o que não era bom o suficiente. Imaginem o que isso não faz com uma criança de dez anos. Apesar de tudo, Fitz conseguiu pegar todas as palavras negativas e se transformar no especialista que é hoje. 

Gostei bastante de conhecer um pouco mais do passado de Fitz. Ele sempre foi um alívio cômico, mas, ao longo da série, tem se tornado um personagem mais profundo e dramático. Não só isso, como adorei ver Jemma apoiando o namorado e dando o suporte para ele entender que, mesmo depois de seu pai, Ward e Radcliffe, ele não deveria mudar seu jeito otimista de acreditar nas pessoas.

Dito isso, uma luz ascende na cabeça de Fitz e ele entende que "Radcliffe" não era feito por códigos, mas por um cérebro artificial - o que leva a Jemma a perceber que havia outro cérebro que Radcliffe mapeou: o de May. Daí até descobrirem que a "May" era outro robô/LMD foi um pulo. *Ouço uma música dos anjos*

Eles assim avisam Daisy sobre a descoberta, mas, apesar de tentar, ela não consegue impedir Coulson de beijar a May-robô e descobrir o segredo por si mesmo quando "May" se recusa a entregar o Darkhold a ele. Fiquei orgulhosa do nosso time no episódio. Demorou, mas eles conseguiram descobrir sozinhos sobre a May. Tarde demais? Talvez, mas sozinhos.

Apesar de Daisy conseguir tirar o Darkhold das mãos de "May", o livro se transforma em batata quente de novo. Os anti-inumanos russos chegam e começa uma confusão de acontecimentos. Fazem de tudo para salvar o Darkhold, mas, Billy, sem saber sobre a identidade revelada de "May", a vê caída, vai ajudar e acaba a entregando o Darkhold de novo. Radcliffe o tira das mãos dela e vai embora. É, o mundo dá voltas. E estamos ferrados.

O melhor
Adorei a técnica de passar o Darkhold feito batata quente. Pena que não deu muito certo.
Daisy usando seus poderes de novo.
Coulson todo fofo.
Os Koenigs!

O pior
Como ousam fazer a May-robô beijar e quebrar o coração do Coulson?

Nota 9,4

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1