Image Slider

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Review: Supergirl 2x07 - "The Darkest Place"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "The Darkest Place", exibido no dia 21/11/2016!


supergirl 2x07

Precisamos falar do quanto esse episódio foi intenso. Muitas coisas aconteceram. E coisas importantes. Vamos começar pelo perigo que já esperávamos: Cadmus e o sequestro de Mon-El. Todo mundo estava tão imerso em diversos problemas que Kara teve que lidar com isso tudo sozinha. Nosso Mon-El até tenta fugir, mas acaba ficando quando percebe que pegaram Hank também - ou é o que acha. A Doutora do Cadmus usa Mon-El como isca para trazer Supergirl ali e, assim que ela chega, descobrimos que o Hank verdadeiro assumiu seu codinome dos quadrinhos: Superciborgue. É, a confusão do começo do episódio ao vermos Hank em dois lugares diferentes, sem saber se era em tempos diferentes, foi resolvida. 

Infelizmente, o Superciborgue é bem forte e nocauteia nossa Supergirl. Kara é jogada na cela ao lado de Mon-El sem muita perspectiva de sair de lá. Aliás, achei meio estranho Hank, Winn, James e Alex terem deixado passar esse sumiço da Kara. Não é nem um pouco a cara dela de estar indo para um lugar e não aparecer sem dar explicações. Eu sei que foi por causa do timing do episódio, mas pouco crível. Enfim, é aí que Kara conhece Lilian Luthor. Sim, ela descobre o nome mesmo, já que a encontrou no escritório de Lena no outro episódio - o que já foi um grande passo. Cadmus está avançando para valer, o que estava demorando. E além disso já sabemos sobre Lilian e suas motivações. Ela acredita que Superman tenha taxado Lex como vilão e acabado com a vida de seu filho, assim como ela não gosta de relação de Lena com a Supergirl. E ela tem observado a Kara há bastante tempo. Por isso, ela pede que Kara esgote seus poderes para passar essa energia um "óculos-coletor" (acabei de criar o nome) em troca de poupar a vida de Mon-El. Kara faz e ainda por cima coletam seu sangue. Kara se sente sem esperança e tem um momento fofo com Mon-El.

E quando menos esperamos, Jeremiah aparece!! Devo dizer que fui pega de surpresa. O plano inicial de Kara e Alex de libertar o pai foi meio deixado de lado com tudo que vinha acontecendo, mas, com Cadmus cada vez mais perto, impossível não acontecer. Ele ajuda os dois a saírem da cela e até tira a bala alojada na perna de Mon-El. Ele fala o quanto está orgulhoso de Kara, o que nos proporciona um ótimo momento pai-e-filha. No entanto, ele decide não fugir com eles e ficar para atrasar os inimigos. Uma coisa me incomodou. Vemos o pessoal da Cadmus chegando e atirando, mas não vemos a reação de Jeremiah. Ele saiu de lá? Ele atirou de volta? Enganou os agentes de alguma forma? Se ele for um agente, ele conseguiu manter seu "disfarce" ou agora é inimigo do Cadmus de novo?

Por mais positiva que eu queira ser, li uma teoria que faz bastante sentido e vai abalar a família Danvers. Jeremiah ficou preso no Cadmus por 15 anos. É bem possível que ele esteja em completo acordo com eles e só tenha libertado Kara e Mon-El à mando da Lilian, como parte de um plano maior. Vamos combinar que depois de todos os jogos emocionais que ela aprontou no episódio (um exemplo foi Hank fingindo ser Ajax para Mon-El não fugir) faz sentido. Infelizmente, quando Kara reencontrar o pai adotivo, sua guarda vai estar baixa e isso é preocupante. Eu sei, eu sei, isso tudo dói o coração e dá um novo significado ao reencontro, mas, por enquanto, a gente pode ficar com as imagens felizes dos dois do episódio em mente.

supergirl 2x07

Enquanto isso, o Guardião teve alguns probleminhas. Depois de prender um bandido ao estilo Arrow de cabeça para baixo, um vigilante o mata. Isso tudo resulta na mídia acreditar que o Guardião agora é um assassino. Foi legal ver como James tentou lidar com isso no jornal, já que obviamente sabia a verdade, mas ainda assim não podia falar nada quando as provas pareciam apontar para o Guardião como culpado. (Mas vamos combinar que a posição da câmera de rua facilitou essa confusão toda). Mais mortes acontecem e a coisa toda escala para assassino em série bem rápido. Winn e James estão enlouquecendo com a situação, mas tentam capturar o novo vigilante - o que dá errado e James quase é preso. É aí que Alex entra. Winn pensa que pode pedir para Alex pedir para Maggie, responsável pelo caso do Guardião, relaxar um pouco nas investigações sem levantar suspeitas, mas acaba revelando a identidade secreta de James. Alex fica irritada, mas acaba cedendo. No final, James consegue descobrir quem está por trás da máscara do vigilante (um viúvo ressentido) e limpa seu nome.

Por falar nas garotas, Alex e Maggie estão em uma relação conflituosa. Alex está completamente machucado depois do 'fora' que levou de Maggie. Por mais que racionalmente possa entender, seu processo de descoberta estava muito relacionado a um possível relacionamento romântico com a Maggie. Fiquei orgulhosa em ver Alex falando isso para a detetive, porque, por mais que Maggie não quisesse admitir, isso tinha abalado a amizade delas. Apesar de querermos que a conversa faça Maggie perceber que gosta de Alex, talvez isso demore um pouco. Maggie entende que magoou a Alex e fala o quanto ela é importante em sua vida e quer que continuem amigas. Alex aceita, mas ainda está abalada. Tomara que o tempo faça nossa agente sarar o coração. Quem Alex não arranja alguém e Maggie fica com ciúmes?

supergirl 2x07

Não demorou também para Ajax descobrir o segredo de Megan. Depois de ter recebido o sangue de Megan, Ajax começa a ter alucinações e perder o controle. Suas mãos começam a tremer e ele quase atira em um agente do DEO achando que era um White Martian (Marciano Branco). Ele, claro, começa a se preocupar e descobre tudo por meio do exame de sangue. Não demora para ele confrontar Megan e os outros brigarem feio - no sentido mais literal da palavra. Ajax está pronto para matar Megan, mas decide só prendê-la. Uma coisa interessante é que ele insiste para que ela assuma sua forma como White Martian, mas ela decide permanecer em seu corpo humano. Isso mostra o quanto ela quer ser algo diferente de sua raça, quem ela quer ser, quer mostrar ser. Ela não quer ser julgada por sua aparência anterior.

Sabe aquela história de não julgar a pessoa pela família? Pois é. Megan é prova disso. Ela não aceitava a forma como sua raça queria exterminar os Green Martians (Marcianos Verdes) e tentou mudar isso, tentou salvá-los e conseguiu escapar de sua traição. Imagina encontrar com alguém da mesma raça uqe matou toda sua família e destruiu seu planeta? Com certeza não é fácil. Da mesma forma que Kara teve que aprender a lidar com a rivalidade de Mon-El e aceitar sua individualidade, Hank vai também. Essa questão toda traz uma dinâmica tensa que fala de preconceitos e sentimentos que vão ser interessantes de serem vistos.


O melhor
Alex se abrindo com Maggie sobre o quanto ficou machucada. 
Kara dando conselhos para Ajax.
Aww, Mon-El percebeu que gosta da Kara.
Ajax descobre muito rapidamente que Megan é uma White Martian. 
Fomos apresentados ao Superman Ciborgue, aka Hank malvado. 
Jeremiah!!!

O pior
Ok, que plot twist foi esse do Ajax virar White Martian? Ainda não entendi como isso explica as alucinações. 
Quão ruim deve ser o Cadmus ter controle de toda a tecnologia alien, hein? :/
Achei que o pessoal podia ter percebido que alguma coisa estava estranha com a Kara.

Nota 10

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1