Image Slider

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Review: The Flash 3x08 - "Invasion! (1)"

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Invasion!", a primeira parte do crossover da DCTV, exibido no dia 29/11/16.

the flash 3x08

E o momento menos aguardado do ano chega: crossovers. Nada contra, em tese, mas temporada passada me traumatizou quanto a isso, e assim que no início do ano anunciaram que queriam fazer um crossover com quatro (4) séries da DCTV, eu logo revirei meus olhos e apenas murmurei “não”, não tem como isso dar certo. Dito isso, poderia ter sido bem pior do que foi, mas também ainda não acabou, dá tempo de eles errarem bastante ainda.

The Flash, Arrow, Legends of Tomorrow e Supergirl são todos uns queridos, apesar de eu estar um pouco atrasada em LoT ainda, amo todos os personagens individualmente, alguns mais que outros, mas desde que não se atrapalhem está tudo ótimo. O grande problema de ter todos eles juntos é que são simplesmente MUITO personagens, não tem como fazer todas as dinâmicas individuais realmente aparecerem e serem exploradas, e isso me deixa bem frustrada.

Mas vamos lá, vamos focar nos personagens de The Flash dessa vez, já que esse episódio é dessa série. Team Flash está vivendo casualmente, testando o Wally sem parar só para enrolá-lo quando de repente uma espaçonave cai no meio de Central City e uns aliens feios saem de lá, assustando o Barry. Essa história toda teria parecido completamente ridícula se Supergirl não existisse, mas ela está ali, mesmo que em outro universo, e logo que descobre o perigo que esses alienígenas aparentam ser, Barry resolve que eles precisam lidar com isso.

A melhor parte do episódio foi ver Lyla de novo, simplesmente porque eu a amo muito, e ela até diz que era para deixar com ela, que como diretora da ARGUS ela mesma ia resolver essa situação, mas Barry não quer deixar nada pros outros. Fico, como sempre, abismada com um pequeno grupo de pessoas achar que pode vencer um exército inteiro. Não importa que sejam quatro séries, uma invasão alienígena deveria ser um problema governamental, não de vigilantes, mas tudo bem, não teríamos série se fosse assim.

Barry vai inicialmente até Star City, chamando Oliver, Digg, Felicity e Thea – que resolveu voltar só porque aliens e crossover – e pedindo para eles contatarem o pessoal de LoT. Depois disso, ele e Cisco pulam de universo para chamar a Kara, afinal nada melhor do que uma alienígena invencível para derrotar vários outros aliens. Com a chegada Kara e todas apresentações sendo feitas, temos todos os super-heróis reunidos lindamente, prontos para ajudar.

cisco ramon 3x08


O primeiro problema que se apresenta é quem será o líder do grupo. Oliver começa a sugerir coisas, mas Mick logo interfere dizendo que ele não é o líder e então Oliver sugere que Barry seja, já que ele que juntou todos, e ninguém discorda – nem concorda também, votação bem mais ou menos essa aí – tornando assim o Barry o líder Oficial. Mas só tem uma questão que não foi mencionada... Flashpoint.

Cisco ainda está muito irritado com Barry, desde que descobriu que a morte do seu irmão não aconteceu na linha do tempo original, e não faz disso um segredo. Tudo só se complica quando Stein e Jax revelam em segredo para Barry e Oliver que receberam uma mensagem vinda do Barry do futuro dizendo para NÃO confiar no Barry porque o universo estava todo alterado. Oliver diz que eles não deviam contar para todos, porque primeiro precisavam se concentrar em combater a ameaça atual, mas logo Cisco encontra a gravação e deixa todo mundo saber o que aconteceu, contando para todos o que o Barry fez. Todos criticam a atitude do Barry, principalmente o pessoal de LoT, que literalmente sempre viaja no tempo e mesmo assim não sai mudando as coisas, Sara até fala que ela queria ter salvado a Laurel também, mas não fez porque sabia das consequências.

Uma das pessoas mais afetadas pelo crossover foi o Digg, já que a baby Sara virou outra criança, o John Jr. Adorei ver finalmente o Digg descobrindo sobre isso e que ele ficou bastante chateado, só espero que ele conte para a Lyla sobre isso, porque ela também merece saber. Fiquei um pouco decepcionada de não termos visto nenhuma reação da Sara, porque acho revoltante que tenham nomeado um bebê em homenagem a ela e depois NUNCA a vimos reagindo a isso. Outra pessoa que foi afetada, mas nós nem sabíamos até o momento é o Martin Stein. Ele estava viajando pelo tempo e ainda não sabia dessa alteração, assim que pousa aqui, começa a ter algumas visões e, surpresa, nesse novo universo ele tem uma filha, Rebecca. Achei isso bem curioso e espero que vejamos essa situação sendo explorada!

De qualquer forma, depois de todas essas revelações, ninguém mais quer confiar no Barry e resolvem que ele deve ficar para trás durante essa batalha. O único a discordar é o Oliver, que fica com Barry só por revolta, enquanto todos os outros vão atrás dos aliens. Oliver e Barry vão até aquela sala futurística e Barry descobre que o futuro foi realmente alterado, agora quem escreveu aquele artigo não foi mais a Iris e sim uma outra moça, o que me deixou bastante curiosa para ver o que vai acontecer. Ao que tudo indica, não tem como reverter o que foi feito, mas como é que vamos saber O QUÊ mudou do futuro pra frente? Tenho medo que eles façam algo acontecer a Iris.

Oliver não fica tão abalado quando Barry, dizendo que não foi culpa dele e que qualquer um teria tomado uma decisão parecida. Oliver mesmo perdeu os pais, de forma bastante trágica das duas vezes, e disse que se pudesse faria o mesmo. Eu acho que o Barry errou bastante, mas realmente o Oliver está certo, ninguém está na posição de julgar, o Cisco, por exemplo, queria que o Barry salvasse seu irmão, e isso não seria o mesmo que o Barry fez para salvar os pais? Pena que o Oliver é o único mais compreensivo ali – palavras que eu nunca achei que fosse dizer, mas olha aí.

dc crossover 2016


Mas além dessa conversa motivadora, tem mais uma vantagem de Oliver e Barry terem ficado para trás. Quando todos foram resgatar o presidente – que, é, tinha sido sequestrado e esqueci de falar – os alienígenas afetam os heróis e acabam controlando-os mentalmente, só deixando Oliver e Barry para lutar contra todos eles e ainda tentar salvar o mundo.

O maior perigo é Kara, já que ela é muito poderosa e, como vimos no início do episódio, ela consegue derrotar todos os outros heróis sem nem levantar o dedo. Mas todos os outros ainda são muito perigosos e não ajuda nada quando Wally resolve correr para ajudá-los e, cinco segundos depois, está desmaiado, fazendo com que além de tudo, agora ainda tenham que protegê-lo.

Barry resolve que ia usar o poder da Supergirl contra ela mesma, tentando fazer com que ela destruísse o que estava causando o controle mental, e enquanto isso Oliver tinha que, com o Wally nas costas, tentar lutar contra Thea, Digg e Sara, ou seja, sua irmã e dois de seus melhores amigos. Molezinha, né.

O bom é que Barry consegue cumprir seu plano, bem quando Oliver e Sara estão em uma luta maneiríssima, mas que precisava acabar porque não quero meus filhos brigando.  E se você acha que Wally aprendeu a lição e agora não vai mais sair por aí lutando seu preparo, está bem enganado, além de tudo ele se junta ao HR – que continua irritante como sempre – e pede para ser treinado. Deviam ter avisado a ele logo no início que os recrutas do Team Arrow também não estavam participando de nada disso, crossover é só para veteranos, querido.

E eles podem ter escapado do controle mental, mas ainda faltam dois episódios de invasão. No final desse, Oliver, Thea e Sara são abduzidos pelos aliens, deixando no suspense até o episódio de Arrow.

*O crossover foi introduzido em Supergirl, vejam aqui sobre o episódio.
Clique aqui para ler a review da continuação do crossover em Arrow.

O Melhor:
+ Lyla aparecendo!!
+ Finalmente falaram sobre baby Sara
+ Gostei de ver o Cisco e o Digg irritados com o que o Barry fez
+ Todos reunidos!!
+ Oliver apoiando o Barry
+ Mais indicações sobre o Flashpoint! Quero saber sobre a filha do Stein!

O Pior:
- Muitos personagens
- Sempre acho muito ruim ver a Sara encontrando os personagens de Arrow e mal dando um oi.
- Esperava ver um pouco mais da Kara, sei lá.
Wally insistindo em ir lutar direto


Nota: 8,5

Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.


0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1