Image Slider

domingo, 20 de novembro de 2016

Review: Arrow 5x07 - "Vigilante"

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Vigilante", exibido no dia 16/11/16.


arrow 5x07

Desculpa a demora para escrever essa review, mas sabe um episódio que você termina, olha para a tela e tem a grande realização de que você não vai aguentar assistir essa temporada até o fim? Pois é, foi isso que eu senti depois desse episódio. Ultimamente ando meio desiludida com Arrow mesmo, mas foi agora que eu percebi que eu simplesmente não estou interessada. Tô achando bem chato, me forço a assistir porque amava e continuo em busca desse mesmo sentimento, mas a verdade é que não ligo para a maior parte das coisas que estão acontecendo.

Bom, agora que coloquei isso pra fora vamos pra review per se, afinal eu AINDA não desisti de assistir e vou tentar ao máximo pelo menos chegar ao fim dessa temporada, apesar de não prometer nada. E no episódio tivemos um novo vigilante, que eu vou chamar de Vigilante. Parece que a criatividade para nomes anda acabando nessa série, né.

Brincadeira, Vigilante é um personagem que existe nos quadrinhos e neles ele é o Adrian Chase, também conhecido como aquele novo D.A – promotor, advogado, sei lá – que surgiu nessa temporada. Na série em si eles não revelaram quem é o “Vigilante”, pode ser que eles resolvam surpreender e mudar quem é o personagem, mas acho que é seguro presumir que é o Chase mesmo. Mas o que ele tem de diferente do resto dos personagens novos, que também eram baby vigilantes? Apesar de estar indo atrás das mesmas pessoas, tentando combater o crime, Vigilante não se contenta em apenas bater nos bandidos, ele mata mesmo e ainda deixa o um V na cara deles.

Oliver não gosta nem um pouco disso, porque afinal só ele pode decidir quem vive ou morre nessa cidade. Apesar dos outros personagens questionarem isso, no final todos concordam que precisam pará-lo mesmo já que ele só continua matando sem parar, pelo menos o Oliver de vez em quando, mesmo na primeira temporada, dava chance pras pessoas não morrerem, ok! E ainda por cima ele não se importa com "efeito colateral", já que ao tentar matar os bandidos, ele acaba matando vários inocentes também.

Vigilante está atrás de uma gangue~ mascarada que rouba bancos e consegue sempre chegar super rápido nos lugares, antes mesmo do Team Arrow, sempre matando alguém antes que pudessem impedir. No final, o próprio Team Arrow se disfarça usando máscaras para atrair o Vigilante até lá, e ele vai mesmo. Ele até tenta convencer o Oliver que estão do mesmo lado e tudo mais, mas Oliver não está nem aí, tenta impedi-lo do mesmo jeito, mas no fim Vigilante acaba impedindo antes de Oliver desvendar sua identidade.

arrow vigilante


E por falar em identidade, ainda temos que desvendar quem afinal é Prometheus. Caso, por algum motivo, o Adrian Chase NÃO seja o Vigilante, vai ser certeza que ele é o Prometheus. Os dois é que acho que não dá pra ser, uma identidade secreta é o suficiente. Meu outro suspeito continua sendo o Malone, por motivo nenhum além de ele ser o único outro personagem com acesso à polícia que eu consigo lembrar.

O final do episódio passado fazendo parecer que o Lance era o Prometheus não dura muito tempo, logo no início desse nós já o vemos falando com a Thea, inicialmente só querendo se demitir do cargo mesmo, mas logo em seguida ela vai confrontá-lo e ele conta a verdade. Fiquei bastante feliz desse segredo não ter durado muito tempo, ao contrário do que Arrow costuma fazer, faz sentido que a essa altura os personagens tenham aprendido a ser honestos. Lance conta o que encontrou e que estão tentando culpá-lo, e é óbvio que nem Lance nem a Thea acreditam que seja ele. Thea conta para Oliver e eles chegam a conclusão que escolheram o Lance, porque – além de ele ser uma presa fácil pelo alcoolismo – ele tem uma conexão com o Oliver, comprovando que Prometheus sabe sua identidade. Nós já sabíamos disso, né, mas pelo menos agora Oliver também sabe.

Esse enredo dá a chance para Quentin e Thea terem cenas bem fofinhas, como andam tendo ultimamente, já que Thea descobre que Quentin não está nem tentando ficar sóbrio e anda mentindo para ela. No final, ele acaba indo para uma reabilitação, o que eu achei bem fofo, estou adorando as cenas entre eles dois, apesar de eu ainda querer a Thea de volta a ação e gostaria que o Quentin tivesse cenas com os outros personagens.

O que surpreende mesmo a gente nesse episódio é uma revelação final sobre Prometheus: ele está trabalhando com Evelyn. Gente, fiquei bem triste e chocada, logo agora que eu estava começando a gostar dela depois do episódio passado. Muito hipócrita ela, ficando toda irritada que o Oliver matava pessoas quando ela literalmente está trabalhando com um vilão. Coitado do Team Arrow, eles vão se sentir super traídos, que nem eu. Uma parte de mim espera que tivesse uma outra explicação ou que ela ainda tenha como se redimir, mas eu acho bem pouco provável. Só espero que descubram isso logo antes que possam se apegar ainda mais à menina.

susan williams oliver queen


Agora, gostaria de não falar sobre isso, mas infelizmente todas minhas resenhas são divididas em três partes e sou obsessiva demais para deixar uma de fora só porque quero ignorar. Susan Williams. Por mais que eu queira negar, ela está aí e não parece ir embora tão cedo, dando em cima do Oliver de todo o jeito.

Nós já sabemos que ela é meio suspeita, tem informações sobre o Oliver não ter estado onde ele disse que estava durante aqueles cinco anos, mas até agora não fez nada. Dito isso, nesse episódio ela é até legal. Uma moça normal, está dando em cima do Oliver, mas não é como se eu pudesse culpá-la por isso, também tenho olhos. Mas posso criticar sua ética, já que ela é uma jornalista, investiga a prefeitura e se envolver com políticos não parece algo bom para a carreira. Mas tudo bem, ela faz o que quiser, só acho mais idiota da parte do Oliver ficar com uma jornalista, né.

Oliver até desabafa com ela, conversando sobre suas questões. Ok, entendo que o Oliver esteja meio solitário, querendo seguir em frente já que a Felicity está namorando, mas tem gente melhor, gente que não é jornalista. Vai conversar com o Diggle, outros amigos, com sua irmã, sei lá, Oliver. 

Tenho a impressão que a Susan na verdade vai nos surpreender positivamente, no sentido que ela não vai trair o Oliver – vendendo essas informações sobre a Rússia – quando poderia. Ok, se isso acontecer mesmo, ela ganha uma medalha por não ser tão ruim quanto poderia. Mas continuo não gostando dela, e mais ainda não gosto da decisão dos escritores de fazer o Oliver ter um caso com ela, porque... Eca.

Se ela não usar as informações mesmo e o Malone não for o Prometheus, os dois e suas personalidades irritantemente legais podem ficar juntos e deixar Oliver e Felicity juntos de novo, por favor e obrigada.

O Melhor:
+ Todo o Team Arrow contra o Vigilante
+ Lance e Thea fofos
+ Me surpreendeu com a Evelyn
No maior plot twist da história, os flashbacks andam sendo a parte mais interessante de Arrow

O Pior:
- Oliver flertando com a Susan Williams. ELA SEGURANDO A MÃO DELE. Não, obrigada.
- Estou tão entediada
- Desculpa, não aguento mais Oliver e Felicity separados, eles eram 90% da razão de eu ter continuado assistindo a série, e a cada episódio que eles ficam separados menos tentada eu fico a querer continuar.
- Me sinto traída pela Evelyn


Nota: 6,0

Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.


0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1