Image Slider

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Review: Supergirl 2x03 - "Welcome to Earth"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Welcome to Earth", exibido no dia 24/10/2016!


supergirl 2x03

Hoje aprendemos sobre minorias e devo dizer que foi incrível. Quando a presidente aparece em National City para aprovar uma lei que dará chance aos aliens se tornarem cidadãos americanos, a discussão sobre preconceitos se torna o foco do episódio. Com o momento que os Estados Unidos está vivendo com um candidato presidencial intolerante, acho bem justo que queiram falar sobre isso. Uma presidente apoiando os aliens e incentivando a confiança? Foi uma boa forma de começar o dia. Não só isso, como o episódio amplia a discussão para falar sobre imigrantes, refugiados, negros, gays, lésbicas e o que mais quiserem. Além disso, ainda tivemos algumas reviravoltas e alguns personagens novos que devem ficar com a gente por um tempo. 

Vamos começar pela presidente maravilhosa? Vamos. Antes de mais nada, é sempre bom lembrar que é interpretada pela eterna Mulher Maravilha dos filmes, o que já dá nos faz simpatizar com a personagem. Kara, no entanto, não só gosta da presidente como é sua fã número um. Do jeitinho meio desajeitado dela, ela fica super empolgada quando sabe que vai conhecê-la. Vamos combinar que ter mais uma mulher poderosa nessa série nunca é demais. Sinto que Kara a vê como um modelo a ser seguido, ainda mais por parecer ser tão a favor dos aliens. 

A presidente parece ser bem sincera quando diz que quer que todos tenham os mesmos direitos, ainda mais com suas frases de efeito maravilhosas que deixam Kara de queixo caído. "Se é esperança não pode ser falsa." Quem for escrever um livro, cita essa mulher, por favor. Admito, estava duvidando que era tudo esse mar de flores, fiquei achando que ela ia voltar atrás na lei ou coisa do tipo... E realmente no final, bom, todos têm seus segredos, e isso inclui a presidente. 

O fato é que a presidente está em risco. Assim que chega alguém logo a ataca com várias bolas de fogo, mas, felizmente, nossa Supergirl está lá para salvá-la. O primeiro suspeito, claro, é o alienígena que fugiu do DEO. Lembra do nosso visitante desacordado que chegou na nave kriptoniana? Pois é. O cara acorda um tanto atordoado e cheio de poderes. Não é à toa que a única coisa que pensa na hora é fugir dali e, com Kara desacordada, ele consegue. Demora um pouco para encontrá-lo, mas, com muitas idas e vindas, conseguem encontrá-lo. Depois de descobrir um bar underground para aliens, Alex consegue as pistas certas para descobrir que o cara misterioso está tentando mandar um sinal de satélite para seu planeta de origem, que é Daxam

supergirl 2x03

Pois é, não só ele não era kryptoniano como é de um planeta rival, o que torna as coisas um tanto problemáticas para Kara. Nossa Supergirl não dá nem chance para ele se explicar. A rivalidade de séculos, provavelmente, sobe a cabeça dos dois e simplesmente não chegam a lugar nenhum. Kara deduz que ele atacou a presidente e ele nega, mas não a leva a sério. Só depois de ficar claro que ele não era culpado é que ela percebe que tinha tantos preconceitos entranhados que nem sequer conseguiu o dar o benefício da dúvida. No final das contas, ela pede desculpas, afinal os dois são iguais ali e poderiam se ajudar, como ela tinha prometido antes dessa confusão toda. Então, prazer, conheçam Mon-El. Não sei vocês, mas quero muito ver essa dupla. Vai ser legal ver como ele se adaptará e vai lidar com a notícia de que seu planeta morreu. Se para a Kara já é difícil tendo crescido aqui, imagina para ele.

Nesse meio do caminho, Alex conhece Maggie Sawyer, uma detetive que trabalha com aliens e a apresenta ao tal bar. Como um belo exemplo, ela fala o quanto se identifica com eles já que não é branca ou hétero, e sabe como é sofrer por ser diferente. Simplesmente adorei esses paralelos. Assim como Kara, Alex também percebe que tinha seus preconceitos. Por mais que tenha uma irmã de outro planeta, ela passou tanto tempo lutando contra eles que já os vê como ameaças de cara. No próprio começo do episódio, temos Hank falando como, além de ser um Marciano, não é nada fácil ser um negro. Quando você se revela para os outros, você está se expondo e tendo que lidar com preconceitos - o que não deve ser nada fácil. Aliás, essa é uma das preocupações dele quanto à nova lei. Por mais que traga esperança, deixa as pessoas em uma posição perigosa. Pessoas ruins de outros planetas podem se aproveitar da bondade da presidente, assim como alguns humanos podem excluir ainda mais os aliens. Uma situação delicada, para dizer o mínimo. 

supergirl 2x03

Além disso, o próprio bar é bem representativo. Se formos parar para pensar, apesar de parecer o contrário, faz bastante sentido não existirem só os aliens que aparecem como vilões ou heróis, não é mesmo? Existem muitas e muitas pessoas que se escondem sem querer se meter em brigas ou heroísmos. E, ali, encontram uma forma de conviver, de serem aceitos, de não se sentirem tão sozinhos. Adorei como a série abordou a questão. Agora que falaram sobre esse mundo desconhecido de aliens escondidos no planeta, acredito que devem aprofundar o tema - começando pelo próximo episódio e as lutas clandestinas interplanetárias. 

O bar acaba sendo uma boa notícia para J'onn J'onzz, que vai para lá, usando sua forma verdadeira. Como Hank mesmo disse, acaba sendo mais fácil ele ficar na forma humana para não assustar as pessoas. No entanto, ver ele abraçando sua forma original, digamos, ao encontrar esse lugar, foi maravilhoso. Ele só não teve muito tempo para se sentir confortável no lugar já que uma bomba cai no seu colo: ele não é o único Marciano na Terra. Conheçam M'gann M'orzz, a Miss Martian dos quadrinhos.

Durante o episódio também tivemos alguns plots menores que envolviam menos aliens: James e Kara em suas vidas profissionais. Os dois precisam aprender a se adequar aos novos empregos e a lidar com Snapper de formas diferentes. James, agora o novo chefe da Cat Co., ainda não sabe fazer reuniões de pauta e realmente ter o respeito como líder de Snapper. O jornalista sai mandando em todo mundo ao invés de deixar James fazer seu trabalho, mas no final acaba sendo colocado em seu lugar novamente. Até agora não teve nada demais, mas acho que pode ser uma boa história para o desenvolvimento do James como personagem. Vamos ver o que ainda vai rolar. 

supergirl 2x03

Enquanto isso, Kara consegue sua primeira entrevista como repórter e é com Lena Luthor. Apesar de falar o quanto quer melhorar o mundo, Lena acaba contando para Kara sua ideia de vender um 'detector de aliens', basicamente. Kara, é claro, não fica nada feliz - principalmente quando a CEO quer testar o produto nela. No entanto, o principal é o fato de que, querendo ou não, é uma forma de dividir os humanos dos não-humanos, o que faz uma Kara revoltada escrever uma matéria carregada de opinião. 

Em prol do jornalismo imparcial, Snapper, como era de se esperar, briga com Kara por colocar o que pensa ali. Nossa Supergirl demora para digerir, afinal não é fácil para ela não defender os aliens, mas consegue fazer a matéria depois de prender a verdadeira responsável pela tentativa de assassinato da presidente. Ela se torna mais compreensiva e entende que, do ponto de vista de Lena Luthor - que tem um irmão tão maléfico e tentou de tudo para ajudá-lo -, algumas pessoas são más e não vão mudar. Para ela, o que resta, é se proteger. 


O melhor
A discussão sobre minorias e se sentir deslocado.
Maggie, gosto de você. Alguém mais sentiu um clima entre ela e a Alex?
Kara percebendo seus próprios preconceitos.
James se desenvolvendo como personagem.
Plot twist com a presidente. Isso significa que ela é má? Que não é a verdadeira presidente? Ou apenas mais uma refugiada?
Preciso saber como o Mon-El vai lidar com a vida na Terra. Agora!

O pior
Será que a Cat foi embora de vez??

Nota 9,5

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1