Image Slider

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Review: Agents of SHIELD 3x21/22 - "Absolution"/ "Ascension" [Season Finale]

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers dos episódios "Absolution" e "Ascension", exibidos no dia 17/05/2016!

agents of shield 3x21

Mais um ciclo termina em Agents of Shield, e com ele morte, tensão e emoções a mil. Começamos no meio do plano dos nossos agentes para parar Hive de uma vez por todas. Depois de terem descoberto os planos de Hive de transformar um continente inteiro em inumanos, Coulson e sua equipe conseguem descobrir um local ideal para se lançar o míssel. 

Com a ajuda de Talbot conseguem ganhar acesso aos códigos de desativação do Secretário de Estado, já que a burocracia não os permitia agir de uma forma mais legal. Juntando todas essas peças, nosso time de ação consegue desativar o lançamento e, de primeira, tudo ocorre como planejado. Pela primeira vez parece que estamos um passo à frente.

De um lado, temos Mack e Yoyo. Os dois estão armando algum tipo de armadilha, que só percebemos sua importância quando efetivamente entra em ação. Como deu para perceber, a dupla se dá muito bem e temos cenas fofas de Helena brincando com o fato de Mack ser "lerdo". Ao longo do episódio, fica claro o quanto um se importa com o outro e vemos o caminho que o colar de Helena faz até a fatídica cena que inaugurou a temporada (futura morte no espaço de alguém). 

Ficou bem claro o quanto os escritores estavam brincando com nossas emoções: Helena dá o colar para Mack, que tenta devolver, mas não consegue. Fitz acha o colar, que, por sua vez, empresta seu casaco para Daisy. E assim vai de mão em mão, quase como um objeto mal assombrado, sem quase ninguém saber. Foi uma sacada e tanto para aumentar a ansiedade. 

De outro lado, temos Lincoln e May. Depois de desativarem o míssel, May vai atrás do míssel para recuperá-lo, enquanto Lincoln se depara com Hive. Por um momento achei bem pouco inteligente do Lincoln de ter ficado ali tão exposto, mas logo entendemos. Como acontece mais do que gostaríamos, o vilão tenta analisar Lincoln e como é seu relacionamento com Daisy. Ele faz questão de fazer nosso novato se sentir mal, falando que nunca poderia fazer Daisy efetivamente feliz, não como Hive fez. Argh, fala sério, não sei como esse pessoal ainda ouve os vilões. O pior é que, por mais que não deixe transparecer, isso acaba sendo importante para Lincoln, que vai querer dar um tempo depois disso tudo. 

agents of shield 3x21

Apesar de antes meio lentos, Yoyo agiliza a armadilha de Mack e Hive cai direitinho. Com os poderes de Lincoln, que levou Hive até local, eles conseguem mexer com o cérebro de Hive. Sério, eu sabia que era rápido demais para contar vitória, mas foi legal ver Hive todo confuso tentando fazer sentido das inúmeras memórias que tem. Já imaginaram o quanto isso deve ser? Ele viveu trilhões de vidas sem efetivamente viver nenhum. Apesar de querer continuar com seu plano, Hive fica sonzo e começa a não falar coisa com coisa. 

May se junta a todos acompanhada do Doutor Radcliffe, logo depois de terem falhado em impedir que a cabeça do míssel fosse roubado por James e Giyera. Yoyo salva os militares da base sequestrados e todos saem vitoriosos dali. No entanto, Hive aparece, mas, para nossa surpresa e como cereja do bolo, Yoyo ativa um mecanismo e dois segundos depois temos Hive "congelado" em cubo de gel. Mais um vez, as coisas parecem fáceis demais, mas devo dizer que me senti muito bem com essa pequena vitória. 

No meio disso tudo, temos Daisy. Daisy que está lutando consigo mesma e a culpa por tudo que fez. Daisy que está presa, de acordo com protocolos, e sabendo das novidades por meio de Simmons através de um vidro de segurança entre elas. Você pensaria que Daisy estaria com raiva ou chateada por estar presa, mas é o contrário. Tremors acha que merece tudo isso e mais. Ela não consegue se perdoar por ter feito aquilo tudo. Acredito que o pior de tudo não seja o controle, mas a forma como foi controlada.

Ela continuou sendo ela mesma, as mesmas preocupações e emoções, mas, de alguma forma, era tão distorcido que a lógica de suas ações era diferente. Sua dependência com Hive era gigante e se sobrepunha a suas preocupações como pessoa, em questões morais. Nada parecia importar a não ser o que Hive queria e achava melhor. E, ainda assim, ela continuava ela mesma. Essa culpa a consome e, por mais que Coulson até tenha tentado ajudá-la, sua autodepreciação continua.

agents of shield 3x21

Eis que entra Mack e decide visitar a parceira para contar a vitória do time. Como o grandalhão com grande coração que conhecemos, Mack joga os protocolos para o alto e vai consolar Daisy de verdade. Ela até resiste e, mais uma vez, se critica por tudo que fez, mas logo cai no abraço de Mack. Que cena de partir o coração. Que cena.  

Para ampliar a pressão emocional, Hive tinha um plano b e acaba infectando vários agentes da Shield, os tornando em obedientes monstrinhos. E mais uma vez ele está solto. Ok, ele não pode machucar ninguém porque todos conseguem entrar na base e se trancar ali, mas Daisy sabe que Hive sabe tudo sobre a nave deles e pode simplesmente usá-lo para lançar o míssel.

Ela vai para o ataque. Quando todos saem, ela escapa do quarto/prisão dela e vai atrás de Hive. Sim, por algum motivo, o pessoal da Shield esquece que Daisy que programou tudo e não pensa em trocar segurança, nem mesmo depois de Daisy ter fugido dali e ajudado Lincoln. Really, guys?

Eis que Daisy encontre Hive e não é nada que esperávamos. Sim, Daisy se sentia muito mal por tudo que fez, mas, por mais que quisesse destruir Hive quando escapou do seu quarto, ao chegar na frente dele, ela desmorona. Talvez ela queira só parar de se preocupar ou sentir a tal felicidade que Hive tanto fala. Admito que achei essa lógica estranha, afinal ela está sofrendo exatamente porque ele a fez fazer tudo aquilo, mas acredito que aos poucos podemos compreender melhor esse relacionamento abusivo. 


Apesar de querer, Hive não consegue entrar na mente de Daisy, já que o lindo do Lash nos fez o favor de impedi-lo de qualquer influência sob Daisy episódio passado. Vemos assim a raiva crescer e Daisy e seu desejo destrutivo vir a tona. Agora ela quer destrui-lo. De verdade. No entanto, sabemos que matá-lo não é fácil e ela acaba presa por Hive, que foge com a nave da Shield. 

Nesse meio tempo, o resto do time tem que lidar com os experimentos inumanos de Hive. Assim como o caminho do colar, passamos por diversas ocasiões que nos fazem tentar adivinhar quem será que irá morrer no final: Jemma se vê presa em uma sala cheia dos inumanos feitos em laboratório, Yoyo recebe tiros na barriga ao salvar Mack, por aí vai. 

Como seu plano bem executado do início, Coulson traz mais uma carta na manga, nos surpreendendo. Com a ajuda do Quinjet, Phil aparece sozinho na nave tomada por Hive e os dois tem uma conversa. Como sempre Hive ameaça e nos impressiona mostrando sua verdadeira aparência. Agora ele está de volta a si e seu plano de infectar quanto mais humanos puder, está de pé. Uma pequena reviravolta nos mostra a jogada de Coulson. Ele não está sozinho. Não só isso como ele nem está ali, e sim, com sua equipe entrando sorrateiramente para salvar Daisy, May e Fitz, que entraram na nave assim que perceberam que Hive iria fugir. 

Assim como o plano anterior, a sorte parece estar do nosso lado. Todos se reencontram e vemos Daisy e Lincoln trocaram olhares de alívio em se ver, já que ainda não haviam se visto direito. A felicidade dura pouco já que Lincoln logo se fere, e chegam a um ponto crítico: alguém deve levar a cabeça do míssel para o quinjet e voar até o espaço, onde a explosão não vai causar danos. Apesar de estar no piloto automático, alguém precisaria estar ali para impedir que Hive não revertesse o processo, imagino.

agents of shield 3x22

Por mais que escondesse, Lincoln sabe os primeiros instintos de Daisy em relação ao Hive. Quando se está viciado em algo, às vezes somos fracos demais e nos deixamos levar pelo desejo de que a dor vá embora. Os dois sabem o que está por vir e não é nada agradável. Todos os sinais - a jaqueta da Shield e o colar - apontam que Daisy será quem sofrerá o destino fatídico. Lincoln até tenta convencê-la do contrário, mas ela está determinada. Daisy parece pronta para cumprir sua pena e sente que merece se sacrificar depois de tudo que fez de mal. 

Enquanto ela arruma tudo para isso, só consegui pensar: "sério mesmo? não é possível que vão matá-la! vai ver ela vai na nave, mas consegue se salvar de alguma forma". Bom, eis que temos nossa última grande reviravolta. Lincoln aparece. E faz questão de tirar Daisy dali a tempo das portas fecharem com Hive dentro. O resto vocês já imaginam. 

WHY. Por que essas séries insistem em matar os personagens? Cadê aquela velha tática de morrer como recomeço, hein? É, infelizmente, a realidade não é assim. Para tornar a despedida ainda mais dolorida, nosso querido Lincoln mantém contato e vemos ele e Daisy falarem pela última vez. Vemos a dor nos olhos dos dois, mas principalmente de Daisy. De alguma forma, Lincoln se sente em paz com a decisão. Sabe que o que está fazendo, está fazendo por todos que passaram a acreditar nele da equipe. Está fazendo por um mundo melhor. Está fazendo por Daisy. 

Felizmente, de uma forma infeliz, Lincoln teve seu caminho como herói e agente. Claro, ele não era perfeito e tinha raiva e insatisfação com o mundo para controlar, mas era uma boa pessoa. Ele se importava enormemente com Daisy. Até o final. Se esse era seu destino como inumano, eu não sei, mas ele salvou todos em seu ato de coragem. Sua trajetória teve conturbações e a falta de seu desenvolvimento com os outros personagens apontavam para algo, mas o vemos crescer no time. Coulson mesmo fala para Lincoln como acha que ele finalmente está pronto para ser um agente no episódio. No próprio 3x20, ele conseguiu mostrar seu valor ao ter a missão secreta de enganar Daisy dada por May e Phil.  

agents of shield 3x22

É interessante ver como, por mais que soubessem o futuro, Lincoln acaba manipulando os eventos para que se concretize, o que nos faz pensar em uma certa liberdade de escolhas. No entanto, saber o que aconteceria, também os fez fazer tudo sabendo suas consequências palpáveis, como se tivessem que fazer aquilo. Sacrifício pelo bem maior.

Seis meses depois... O pulo no tempo nos mostra muitos detalhes, sem explicar nada. Daisy está em um caminho destrutivo e não para de aparecer em jornais com seus estragos. Alguém fala para ela que o Lincoln não morreu para isso? Coulson e Mack estão na sua cola e, vemos um momento fofo em que ela finalmente dá o passarinho de Charlie (o inumano que previa o futuro) para a filha dela, mas logo ela some de novo. O máximo que dá para perceber é que ela anda praticando e aperfeiçoando seus poderes. 

Por fim, para quem não ligava muito para Radcliffe, parece que ele vai voltar. Apesar de ter se dado muito bem com Fitzsimmons, ele tem seus planos individuais, começando por uma espécie de robô com inteligência artificial. Ou seria um inumana criada em laboratório? (Isso é possível?) Não parece muito relevante, mas se mostraram é porque vai ser. Em breve. 

*Os produtores comentaram um pouco sobre os próximos passos. É só ver aqui

O melhor
Coulson fazendo referências à Stars Wars foi ótimo!
Adorei como usaram a desvantagem de Hive ter muitas memórias como vantagem no plano. 
Foi interessante ver o processo de Daisy e como lida com a culpa. 
Hive em seu momento de loucura e Daisy pedindo socorro foram impressionantes. Parabéns aos atores!
A cena do Mack consolando a Daisy.
Fitz na cena inicial é o melhor.

O pior
Lincoln :(
O que foi aquela cena final? A Daisy ficou mal a ponto de continuar seu caminho de destruição? Assim?
Já falei Lincoln?

Nota 9,0

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

Um comentário:

  1. foooooooooooda o final só digo isso. Porque demorei tanto pra veeer?

    ResponderExcluir

 
UA-48753576-1