Image Slider

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Review: The Middle 7x19 - "Crushed"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Crushed", exibido no dia 06/04/2016! 

the middle 9x19

Se há uma coisa que The Middle não tem medo em arriscar é em relação ao amor e suas mais insuportáveis nuances. Axl já passou por várias namoradas, Sue já foi pedida em casamento, e até mesmo o pequeno estranho Brick comemora um ano de namora com a maluca Cindy, personagem que normalmente ‘não fede nem cheira’ na série.

E é justamente a garota, ou melhor, sua família, que se tornam o mote central para este novo episódio da série. Após notar que os pais dos colegas de Brick possuem uma relação amigável e de forma contumaz saem juntos, deixando ela e Mick de lado, Frankie decide que é hora de expandir suas conexões e arriscar novas amizades.

O plano vai para lugar nenhum, já que ninguém realmente se anima em sair com os Heck, ao ser por uma pequena e estranha família: os pais de Cindy. Quem dá a ideia é Brick, que vem tentando estreitar seu relacionamento com a garota, e introduzir os pais finalmente poderá representar um novo degrau na alucinada escada do amor dos dois. Será mesmo?

the middle 9x19

“Eu sou estranho e vocês são normais” – diz Brick em determinado momento, tranquilizando Frankie de que não necessariamente o encontro será com pessoas esquisitas. Ledo engano, Brick. Os pais de Cindy são um desastre completo, e talvez sejam os personagens mais malucos que já passaram pela série desde os problemáticos vizinhos Glossner. Mas também, sendo Brick ele próprio um doido de pedra, seria meio difícil cogitar que ele saberia realmente diferenciar pessoas. Não que os Heck não tenham também seus graus de loucura. “De gênio e louco todo mundo tem um pouco”, diz a expressão. Pois é. Até eu e vocês, nobres leitores.

Embora a mãe de Cindy pareça com alguém que não consegue sequer acompanhar uma conversa casual, dizendo coisas como “eu não sei aonde você quer chegar” quando Frankie menciona casualmente obras na estrada próxima ao restaurante onde estão, o pai soa um pouco mais normal, sublinhando-se o hábito insuportável de completar a frase dos outros bem do meio delas. De qualquer forma, loucos ou não, o jantar poderia ter sido apenas um erro esquecível e nunca mais repetido para Mick e Frankie, se não fosse por um pedido um tanto direto e incomum: os pais de Cindy querem US$ 700,00 emprestados para que possam pagar o aluguel atrasado e não se mudarem, o que poderia despedaçar o relacionamento das crianças.

the middle 9x19

Os Heck, como sabemos, são tão egoístas como o são falidos. Assim, como poderiam retirar 700 doletas do quase inexistente orçamento familiar para dar de bandeja para um bando de desconhecidos malucos? Eles não o farão. E deixam isso bem claro para o pequeno Brick, que não entende porque seus pais não podem fazer este pequeno gesto de grandeza por ele. O garoto os acusa de sempre terem pago tudo para Axl e Sue, enquanto ele usa roupas de doação, e ‘tecnicamente, até rende dinheiro aos pais’.

Quem aparece para injetar sanidade no garoto é, quem diria, Axl Heck, que resume de forma bastante acertada: “eu acho que se houvesse uma forma dos pais te ajudarem, eles fariam”. Boa, Axl. No final, numa piada que era facilmente prevista, a tal ‘mudança’ da família de Cindy não era de cidade, ou mesmo de bairro, mas sim de duas casas. Ou seja, a inútil Cindy pode continuar namorando Brick sem problema algum. Será?

Em paralelo, temos a subtrama de Sue, que esta completamente apaixonada pelo professor de sua Universidade. E esta paixão tem tanta lascívia, que o lado de Sue que vemos aqui é algo totalmente do que estamos acostumados. Obcecada e perseguidora, a jovem Heck cerca o pobre professor de todas as formas possíveis, chegando a incomodar o catedrático.


the middle 9x19

Quando ele a confronta, Sue fica tão envergonhada que resolve abandonar a matéria por alguns dias, até encontrar com o professor casualmente, e com um plano deste para retirar um aluno que vem amarrado a uma árvore há alguns episódios, acaba juntando os dois. Não sabemos se isto irá para algum lugar, entretanto, já que Sue se ‘encantou’ com o motorista do carrinho da universidade há não tanto tempo, e isto aparentemente desapareceu da trama. É aguardar para ver.


O melhor
+ A escolha para os pais de Cindy não poderia ter sido melhor: que gente mais esquisita!
+ Ver a Sue totalmente obcecada com o professor foi muito interessante, mas também assustador. Tenho medo dela agora.
+ A Sue enfrentando o cara amarrado na árvore foi muito bom! Essa é a Sue das antigas!
+ O Axl dizendo para o Brick que no final, tudo dá certo na vida. Na vida dele.

O pior
- Sue tenta desesperadamente separar Axl de sua colega de quarto Lexie para que os dois não se ‘engracem’, mas isto acaba não indo a lugar nenhum. Talvez no futuro?
- Embora engraçada, a piada de que os pais de Cindy iriam se mudar para uma casa próxima ficou muito previsível, o que a estragou um pouco.
- Foi uma pena que Cindy não se mudou de verdade, pois poderia ter levado Brick a uma nova namorada, que fosse mais interessante para a série.

Nota 8,0

Cássio Delmanto Advogado, colunista automotivo, beatlemaníaco, fanático por carros, filmes, séries, música, tecnologia e cultura inútil em geral. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1