Image Slider

sábado, 30 de abril de 2016

Review: Arrow 4x19 - "Canary Cry"

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Canary Cry", exibido no dia 27/04/16.


arrow 4x19

Episódio passado chegamos ao flashfoward do 4x01 e agora temos nosso último episódio com Laurel Lance, mesmo que pós-morte. Um episódio que foi muito pouco sobre ela como pessoa, mas bastante sobre sua identidade como a Black Canary.

Logo um dia após a morte de Laurel, alguém aparece em Starling, vestindo-se como Black Canary, inclusive com o Canary Cry – aquele aparelho que faz ela dar gritos muito altos – que só deveria ser possível funcionar com a Laurel. Mas não só essa pessoa consegue usá-lo, mas o torna ainda mais potente, usando para roubar armas e atacar o Alex.

Ao longo do episódio, descobrem que o nome dessa BC wannabe é Evelyn, e ela era um dos prisioneiros que vimos no 4x09, quando Felicity, Thea e Diggle foram sequestrados pelo Darhk, e mesmo vendo que tinham várias pessoas por lá, o Team Arrow apenas resgatou quem importava mesmo. Por esse motivo, Evelyn está bastante revoltada com todos os vigilantes, guardando muita mágoa, e mais irritada ainda com Ruvé. Não entendi se ela sabia quem a Ruvé era ou se só estava descontando por ela ser prefeita. No final, não importa muito, o que importa é que ela queria matar a Ruvé.

Passei o episódio inteiro torcendo para que alguém a matasse mesmo, a arrogância daquela mulher me dá uma raiva irracional. E ainda acho que deveria ter um plot twist em que ela se revelava mais má que o Darhk, porque olha só aquela cara de vilã dela. Infelizmente, Team Arrow não está na mesma vibe assassina que eu e resolve que precisa impedir a Evelyn de completar seu plano, principalmente para preservar a imagem da Laurel, já que todo mundo iria achar que a BC era uma assassina agora.

Oliver acaba impedindo Evelyn de matar Ruvé, dizendo para ela pensar no que a verdadeira Black Canary iria querer. Mas é meio tarde demais, porque ela já foi pintada como vilã, com a Ruvé inclusive reestabelecendo aquela antiga caça aos vigilantes. O único jeito de tentar salvar a imagem da Black Canary é contando para o público, revelando durante o enterro, que a Laurel era a Black Canary e ela tinha morrido como vigilante.

Honestamente, acho meio chato eles resumirem a Laurel a quem ela era como vigilante, mas, tudo bem, acho que era o que ela queria mesmo.

quentin lance 4x19

Enquanto isso acontecia na parte principal do episódio, a única parte relativa à Laurel mesmo foi o Quentin lidando com a perda. Sério, o que ele fez para merecer isso? Não sou mãe, mas imagino como deva ser doloroso perder um filho. Mas agora imagina o cara que só tem duas filhas, e de alguma forma essa já é a TERCEIRA vez que uma de suas filhas morre.

Depois de Sara voltar duas vezes, nessa última depois de ter passado mais de um ano realmente morta, é claro que a reação imediata de Quentin é não acreditar que Laurel estivesse mesmo morta. Assim que ouve que tem uma Black Canary andando por ali, ele imediatamente passa a achar que é Laurel, mesmo com todo o Team Arrow dizendo que a viu morrer. Ele só acredita mesmo quando Oliver o leva para ver o corpo de Laurel no necrotério do hospital, confirmando que não era ela que estava correndo por ali.

Mesmo assim, Quentin se recusa a aceitar que esse é o fim, inclusive chamando Nyssa para ajudá-lo, resolvendo ressuscitar Laurel. Nyssa logo o deixa saber que ela havia destruído o Lazarus Pit há alguns meses e não tinha mais nada que ela pudesse fazer. Quentin, é claro, fica louco com essa informação, não conseguindo aceitar que não teriam mais opções. Nyssa, linda como sempre, contata Oliver e pede que ele ajude Lance. Honestamente, deviam ter substituído todas cenas daquele flashback lamentável por cenas da Nyssa, melhor personagem.

É só depois que Oliver vai conversar com Quentin, deixando que ele grite com raiva, expresse que não sabe o que fazer depois de perder Laurel, já que ela havia sido seu porto seguro durante todos esses anos de sofrimento. Oliver deixa Quentin se expressar e fala sobre como ele também já perdeu muitas pessoas, incluindo Laurel, mas não tem nada que eles possam fazer agora.

Essa parte do episódio foi bem metalinguística, porque enquanto eles faziam Quentin procurar um jeito de salvar Laurel e faziam os personagens o assegurarem que não tinha como, ele tirava a dúvida dos telespectadores sobre uma possível volta dela. Todas essas cenas estavam praticamente desenhando que a Laurel não vai ser ressuscitada nunca, sigam em frente. Esse foi o episódio de despedida dela e não vai acontecer nenhum plot twist com ela voltando na quinta temporada, não esperem por isso.

arrow canary cry


Além de Quentin, outros personagens também precisam lidar com o luto. Tirando a Thea, que foi completamente ignorada nesse episódio, apesar de ser muito próxima da Laurel (inclusive moravam juntas), podemos ver o resto do Team Arrow lidando com a própria culpa em relação à morte da amiga.

Para começar, temos Digg, que se sente bem culpado já que ele se recusou a aceitar que seu irmão estava trabalhando pro Darhk ainda, o que acabou fazendo com que eles fossem traídos, facilitando que Darhk matasse Laurel. É claro que isso é motivo o suficiente para se culpar, e Diggle lida com a culpa transformando-a em raiva, indo atrás de Ruvé e quase atirando nele. Como eu disse antes, por mim podia atirar. Mas Oliver o impede, dizendo que eles não podem se deixar ficar que nem “eles”. Não vejo muita diferença entre planejar matar o Darhk e matar a Ruvé logo, maaas ok, não quero o Digg matando alguém só porque está com a cabeça quente.

Felicity também está se sentindo culpada, porque ela tinha abandonado o Team Arrow e não estava lá para ajudar quando tudo isso estava acontecendo, sua presença poderia ter de alguma forma salvado a Laurel. Ela e Digg têm um momento bem fofinho, em que Felicity se desculpa por não ter o reconfortado antes, mas que ele não é culpado. Estava sentindo falta de momentos Delicity.

Oliver, surpreendente, foi o que menos se culpou dessa vez. Ele está até se culpando um pouco, quando a Felicity vai conversar com ele, contando sobre o que está sentindo, e ele confessa que só se culpa porque é uma explicação. Por mais que a cena do flashfoward tenha nos deixado com medo sobre Olicity, a cena em si foi bem mais positiva do que eu tinha pensado antes, sendo esse sum dos episódios em que os dois estiveram mais próximos desde que terminaram.

Os flashbacks, que se passaram logo após a morte do Tommy, foram completamente fanservice e não fizeram sentido nenhum se levar em consideração onde a primeira temporada acabou e a segunda começou, mas a gente releva porque a Laurel acabou de morrer e eles queriam deixar seus fãs felizes. O bom deles foi poder ver o crescimento do Oliver, de não ter conseguido ir falar no enterro do Tommy e precisar fugir depois para ficar sozinho, para agora que ele consegue falar no enterro da Laurel, verbalizar porque ele precisa se culpar e continuar ali, procurando um jeito de deter o Darhk.

O Melhor:
+ NYSSA, AMOR DA MINHA VIDA
+ Oliver amadurecendo
+ Felicity e Diggle conversando finalmente
+ Oliver ajudando o Quentin a processar o luto
+ Oliver e Felicity conversando de novo, yay.

O Pior:
- Nem deram espaço pra mostrar a Thea ficando triste
- E coitada da Dinah, acho que ela vai sempre esperar a filha voltar
- Aqueles flashbacks foram HORRÍVEIS
- Sério que Oliver e Laurel se beijam com apenas UMA SEMANA que o Tommy morreu? Haja desrespeito!
- Matem a Ruvé logo afff


Nota: 7,5

Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.


2 comentários:

  1. Flávia você tinha razão, sério entre todas as possibilidades nao acreditava que eles matariam a Laurel (mesmo voce tendo provado isso) rsrsrsrsrs... enfim.... achei que era um truque mas sei lá, acho que vc tem razão mais uma vez a Laurel nao vai voltar!.... agora aquele "eu sempre vou te amar" pro Oliver foi ridiculo! fala sério né!rs bjO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. depois de todo esforço que fizeram para convencer o quentin que não tinha mais como ela voltar, eu acho que a única possibilidade é se os fãs se revoltassem muito (quem nem aconteceu com a Sara) e eles mudarem de ideia. Mas considerando que a Laurel não é tão popular assim, acho pouco provável haha
      noooossa, foi horrível aquela carta, tô tentando apagar da minha mente que aqueles flashbacks aconteceram, vou passar a acreditar que foi tudo sonho da laurel, porque né hahahaa pelo menos nós temos os votos do Oliver e sabemos que ele não pensa assim mesmo hoje em dia!

      Excluir

 
UA-48753576-1