Image Slider

sábado, 16 de abril de 2016

Review: Agents of SHIELD 3x16 - "Paradise Lost"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Paradise Lost", exibido no dia 12/04/2016! 

agents of shield 3x16

Por incrível que pareça tivemos um grande foco em Malick e seu passado, além de aprender um pouco mais sobre do Ward Inumano. Como sabíamos, Malick teve uma visão não muito agradável do futuro quando Charlie tocou nele e toda sua história do episódio parte desse ponto. Não demora muito para descobrirmos que a visão envolve o 'Ward' matando o chefe da Hydra. Acho interessante ver como a filha dele está enturmada em toda esse crença da Hydra e do poder da Hive, quase como se fosse um messias tão esperado. Aliás, eles não deixam de ser um culto, inclusive com as cerimônias de escolha do 'Viajante', cuja missão é viajar pelo portal até Maveth.

Malick está com medo. A qualquer momento Hive pode matá-lo e ele não está nada seguro andando com ele, ainda mais quando 'Ward' chega em sua casa e ainda reúne o conselho sem avisar. Para os fãs dos quadrinhos, o corpo de Hive já era conhecido, mas Agents nos dá um gostinho de como ele é realmente. Por mais que, em teoria, tivesse 'gratidão' por Malick, Hive tem um poder tão maior que essa relação nunca será completamente equilibrada. É curioso ver que, quando antes Malick idolatrava o parasita, agora percebe esse desequilíbrio e essa 'traição' iminente.

Conhecemos assim o passado de Gideon. Ele e seu irmão, Nathaniel, acabam de perder o pai e precisam seguir com as responsabilidades com a Hydra, por mais que não queiram. A dupla então vai conversar com Whitehall (lembram do antigo líder da Hydra?) conta a verdade sobre o pai deles. A cerimônia dos Viajantes sempre passa um saco com vários pedras pretas e uma única branca, quem escolher a branca será o escolhido. O que o pai deles fazia era trocar a pedra branca normal por uma lascada e assim nunca ser escolhido, já que sabia identificá-la sem olhar.

Os meninos nada gostam disso porque mostra que, por mais que o pai estivesse na 'seita', ele não acreditava verdadeiramente na honra de ser escolhido. Assim, decidem jogar a pedra no lago e prometer participarem da cerimônia do jeito certo. HA, mal sabia Nathaniel que Gideon tinha escondido a pedra e feito o mesmo processo do pai com o objetivo de ficar com irmão na Terra mesmo. O único problema é que o plano dá errado a ponto do escolhido ser o irmão, quem percebe a traição. É bizarro ver que, por mais que tivesse se sentido mal com a mentira do pai, Malick vai lá e faz a mesma coisa. Vai entender. Vai ver ele nunca acreditou a ponto de querer ser escolhido e a verdade do pai foi o aval que precisava.

agents of shield 3x16

Eis que Ward aparece e começa a falar com Malick sobre a traição dele com o irmão. Não só isso como revela ser o irmão. Explico: Hive fica com todas as memórias de seus hospedeiros, então, apesar de eu mesma ter tomado um susto achando que ele era o irmão de Malick de alguma forma, a história é mais complicada. Hive é todos ao mesmo tempo que não é ninguém. Tem todas as memórias sem ter nenhum dos corpos.

Tal pai, tal filha. Depois de Ward revelar isso tudo, a filha de Malick joga um "faça o que você tem que fazer" para Hive. É, esse culto à Hydra é tão forte que ela logo assume que Hive deveria matar o pai dela. Para nossa surpresa (ou nem tanto), ele acaba matando ela para poder punir ainda mais o Malick. A jogada toda foi uma bela manipulação emocional, já que, por ter as memórias do irmão de Gideon, Ward foi sementando algumas pistas como jogar a pedra no lago e dar o livro Paradise Lost para a segunda geração da família Malick. Até mesmo quando Gideon pergunta sobre o passado de Hive faz todo sentido depois que descobrimos tudo.

Quanto a visão, será que ainda se realizará? Ou Malick a interpretou errado? Porque, se formos parar para pensar, um pai ver a filha morrer bem na frente de seus olhos pode se comparar a uma morte dele mesmo. A dor que ela sentiu, ele sentiu de certa forma e a visão pode ter sido cumprida aí.

agents of shield 3x16

Enquanto isso, nosso time está em uma missão: descobrir mais sobre o Ward Inumano e seus planos. Eles se separam: Daisy e Lincoln vão atrás de um ex morador de Afterlife que sabia sobre Hive; Coulson, May e o resto vão atrás do chefe de segurança de Malick, Giyera.

Nosso casal de inumanos vai atrás de James, que foi banido da Afterlife depois de roubar algumas coisinhas. Infelizmente, dessa história toda, não tiramos muitas explicações sobre Hive, mas conseguimos um objeto que pode ter as respostas. Foi legal ver Daisy com seus poderes em ação, já que James não se mostra ser uma pessoa fácil de lidar, e Lincoln ajudando-a. O lado positivo é que pudemos entender um pouco do passado dos inumanos e ter um momento de crescimento na relação de Daisy e Lincoln.

Hive é um dos primeiros inumanos, criado pelos Kree para governar os inumanos, mas não foi considerado ideal para o cargo e acabou banido. Acho que isso fica claro quando vemos o quanto ele influencia os inumanos a sua volta. O perigo é ele conseguir fazer isso com Daisy e Lincoln. Vamos torcer que não aconteça.

James dá a entender um passado obscuro de Lincoln e, quando Daisy pergunta, ele acaba revelando tudo. Lincoln sempre teve problemas com bebidas e em controlar seu temperamento, então em uma desses episódios, quase matou a namorada em um acidente de carro. Graças a Gordon, a garota foi salva e ele foi para Afterlife mudar de vida.  Daisy, é claro, entende. Não só isso como resolve contar para o namorado sua visão nada agradável do futuro e seu medo: uma pessoa da equipe vai morrer.

agents of shield 3x16

Já May e Coulson tem um sucesso mal sucedido em sua missão. Eles conseguem pegar Giyera, além de descobrir alguns experimentos feitos pela Hydra. Eles estudavam pássaros e tudo parecia evoluir a alguma fraqueza do Hive, ou talvez uma pista de seus planos. No entanto, não conseguimos descobrir já que Giyera consegue se libertar e tomar conta do avião. Afinal, é bem difícil vários humanos se defenderem de um inumano que controla qualquer objeto. Agora, a única saída, é Daisy e Lincoln juntarem os Secret Warriors mais uma vez e salvar todos! Mal posso esperar.


O melhor
Até a Hydra tem duas linhas de ação: uma com cerimônias quase como um culto (Malick) e outra só dominação do mundo mesmo (Whitehall).
A grande jogada do Hive usando o irmão de Malick.
Daisy e Lincoln contando seus segredos um para o outro.
Mack voltou! (apesar de não ter tido muito destaque)
Luta entre May e Giyera. Melinda maravilhosa.
Preciso parabenizar o Brett (Dalton) pela interpretação do Hive/Ward.

O pior
Ainda fico meio confusa sobre como chamar o Hive/Ward Inumano/"Ward". Difícil.
O foco nos 'vilões' teve suas vantagens, mas senti falta do nosso time. Até na resenha.

Nota 8,0

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1