Image Slider

quarta-feira, 2 de março de 2016

Review: Supergirl 1x15 - "Solitude"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Solitude", exibido no dia 29/02/2016!

supergirl 1x15 kara

Myriad continua um mistério.

Desde o episódio passado, Kara estava irritada com Hank por ter "matado" Astra e o episódio decide focar exatamente nesse sentimento de Kara. Nossa Supergirl se desliga do DEO e resolve trabalhar sozinha. Ou quase, já que ainda tem o Winn e Jimmy, digamos. Quando Cat Co. é atingido por um cyberhacker, que mais tarde descobrimos ser outra visitante da prisão de Fort Rozz: Indigo. Claro que, como podíamos esperar, ela conhece Non, apesar de não ter nada a ver com seus planos e a tal Myriad. (Segredinho: no final, ele que se dá bem com a história toda). 

Kara faz de tudo para impedir a ajuda de Hank e até conhece finalmente a Fortress of Solitude (Fortaleza da Solidão) famosa de nosso Superman para identificar Indigo e de onde veio. A única perda na equipe é Winn, já que o DEO o chama para ajudar, por causa de seus feitos ao localizar a Indigo.  No entanto, Kara recebe a ajuda de Lucy. Já que Cat decide botar todos para investigar o caso, Lucy aparece com seus contatos e informações dos militares (que aparentemente ela pode ficar repassando por aí, mesmo não sendo mais militar), e acaba sendo descobrindo a pista final para descobrir os planos da Indigo.

supergirl 1x15

Apesar dos dois times estarem trabalhando separados, Winn, Alex e Hank acabam chegando a mesma conclusão que o trio: Indigo irá soltar uma bomba nuclear na cidade. No fim, todos acabam trabalhando juntos para deter o míssil disparado. Afinal, Kara precisa de Hank para saber como desarmar a bomba, enquanto Winn dá o toque final, atacando Indigo de uma vez por todas com seu vírus. 

Depois da cidade ter sido quase destruída, em parte, por causa de seu ressentimento quanto a Hank, Kara decide voltar para o DEO. Você pensaria que, com tudo acabando bem desse jeito, Alex ficaria mais tranquila em guardar o segredo da irmã, mas uma coisa maravilhosa - e rara em séries -, acontece: ela decide contar mesmo assim, porque não suporta mais guardar isso. 

Nossa, que cena. Como já devem ter percebido, adora a relação entre as irmãs e passei as últimas resenhas receosa sobre como a revelação aconteceria, mas foi tudo muito maduro. Alex é totalmente sincera e emotiva, falando o quanto teve medo de perder a irmã se desmentisse Hank. Acho que não tinha como não perdoar algo tão genuíno então, apesar de também estar magoada, Kara só abraça e consola a irmã. Sério, vou ali pegar uns lencinhos e já volto. 

supergirl 1x15

Enquanto isso, no nosso famoso balcão, coisas importantes acontecem na vida pessoal de Jimmy. Ele vive insistindo para contar a verdade sobre Kara para Lucy, sem muito sucesso. É perigoso, diz Kara, quando no fundo descobrimos que ela estava com um pouco de ciúme em ter que dividir o Jimmy. Como uma boa amiga, aliás, ela tenta amenizar as coisas com Lucy, mas só piora, já que Lucy percebe que Jimmy contou coisas mais profundas para a amiga. 

É interessante ver como o padrão da série acaba caindo na verdade sendo desmascarada, mesmo quando tudo parecia resolvido. Apesar de Kara ter concordado em Jimmy contar a verdade para Lucy, a namorada decide terminar com ele porque, no fundo, percebeu os sentimentos escondidos que Jimmy e Kara têm um pelo o outro. É, apesar de terem atrasado e enrolado os fatos, parece que Jimmy tem outro choque de realidade com o que sente. Não pude deixar de reparar que, nesse episódio, teve cenas em que ele lançava certos olhares para Kara - mesmo que não percebesse -, já que os dois declararam uma ou duas vezes como ter um ao outro já bastava. Fofo, mas um pouco romântico demais para quem são 'só amigos'. E Lucy percebeu isso de outras formas. 

supergirl 1x15

Não posso deixar de mencionar a mini história de Siobhan nesse episódio. Apesar de continuar ali roubando os afazeres de Kara, nossa Supergirl volta a ter certa importância já que Siobhan não pegou todas as manias de Cat ainda. Um escorregão e Siobhan parece ficar o episódio inteiro meio cambaleando pelas cenas. Por algum motivo, resolvem meter o Winn no meio. Enquanto ele vai ajudá-la com a impressora, ela solta algo sobre seu pai ter traído sua mãe. 

É, aleatoriamente mesmo. Sem nem ter alguma ponta de conexão com a história, nem o clássico 'problema em confiar de novo'. Ok, acaba que Winn e Siobhan se entendem melhor por causa dos passados conturbados com pais. Não entendi muito bem a escolha dos escritores até ver que, no final, o objetivo era criar um par romântico para o Winn. Afinal, se Kara pode se juntar ao Jimmy em um futuro próximo, Winn não deve ficar tão de lado também. Hmm. 


O melhor
Kara percebendo o quanto precisa dos outros para salvar o mundo.
Lucy ajudando quase como parte do time. 
Winn sendo contratado pelo DEO. É bom ele fazer as coisas um pouco mais legalmente. 
Wow, achei legal sabermos como a Kara realmente saiu da Zona Fantasma (com a ajuda da Indigo, hackeando, da prisão, a "nave" de Kara). 
A CENA DA ALEX E KARA. E HANK. 

O pior
Eu sei que deve ser assim por causa da história, mas a Cat põe o Winn para resolver o problema do cyberattack, nem deixando para a polícia resolver? Haja confiança no Winn. (Eu sei, eu sei, ele realmente é bom, mas a escolha parece estranha se pensarmos no mundo real).
Winn e Siobhan? Não sei. 

Nota 9,4

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1