Image Slider

quinta-feira, 31 de março de 2016

Review: Agents of SHIELD 3x14 - "Watchdogs"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Watchdogs", exibido no dia 29/03/2016! 

agents of shield mack

Eis que começamos o episódio com algo inédito: Mack e seu irmão conversando e consertando algumas motos. Sim, Mack tem um irmão. E se você começou o episódio achando que era um flashback como eu, logo descobre que estamos no presente. Mack está em seu fim de semana de folga e decide aproveitar com seu irmão mais novo. 

Infelizmente, isso não dura muito. Como o próprio nome do episódio demonstra, os watchdogs, grupo que vive atacando os inumanos verbalmente, resolve aterrorizar a cidade e implode um prédio da ATCU. Por isso, Mack logo tem que deixar seu irmão para trás, o que vai sendo explorado durante o episódio. Não deve ser fácil mentir como Mack para sua família, ainda mais quando precisam de você. O irmão de Mack logo o questiona exatamente isso e ainda deixa claro seu apoio aos watchdogs, o que torna tudo um tanto complicado. Devo dizer que adorei como pudemos aprofundar o Mack como personagem e conhecer seu passado. É sempre importante, ainda mais com Bobbi e Hunter fora da Shield. 

Enquanto Mack tenta resolver os assuntos de família, Daisy resolve ir atrás de um dos membros do watchdogs que rastreou e ainda leva Fitz junto. Apesar de perigoso, o plano dá certo e conseguem um endereço.  Podemos perceber o quanto Daisy mudou nessas temporadas. Ela está focada, determinada, luta completamente pelo que acredita e se dá a liberdade de usar seu poder para ameaçar. 

Com Coulson treinando Lincoln achei até que essa raiva de Daisy pelos watchdogs poderia ser discutida depois, mas acho que não. Tivemos só o Mack, irritado, que discutiu com ela por causa disso. Exagerando ou não, gosto de ver como ela defende os inumanos. Esse senso de responsabilidade que ela tomou para si é inspirador. Ainda mais quando ela faz isso exatamente por saber tudo que se passa com um inumano.

agents of shield 3x14

Assim, apesar de Mack se juntar a eles uma hora, Daisy e Fitz se veem em uma situação complicada: Leo é atingido pela bomba de implosão e o antídoto que inventaram não funciona. Gostei bastante que eles tiveram um momento em dupla. Eles sempre foram muito amigos, mas estava faltando momentos como esse - não que tenha sido só diversão, mas vocês entendem. Foi muito bom ver os dois juntos.

Depois de um sufoco atrás do outro, Fitz consegue pensar em uma solução e Daisy o salva. Infelizmente, o episódio não acaba por aí e descobrem que os watchdogs tinham uma missão: matar um inumano. A questão é que, por uma suposição idiota, eles acabam indo atrás do Mack, e consequentemente de seu irmão, achando que ele é quem tem os poderes do grupo. O que nos leva de volta para os problemas familiares. 

O irmão de Mack acaba vendo ele com Daisy e Fitz e descobre tudo, ou acha que descobre. Os dois estão brigando até que percebem os 'terroristas' chegando. Mack nunca gostou de trabalho de campo, mas acabamos esquecendo por ele acabar ajudando na função tanto. Não é fácil, mas ele está muito bem preparado e consegue derrotar os watchdogs em sua casa. Só vou dizer que incluí mais um pseudo-machado. A parte importante é ver como o irmão o enxerga diferente depois dessa experiência intensa, e Daisy o ajuda nisso. Com Mack hospitalizado por ter tomado um tiro no braço, seu irmão conversa com Daisy e percebe o quanto Mack tem feito o bem por meio da Shield. 

agents of shield 3x14

Enquanto isso, como mencionei, temos algumas pequenas histórias em paralelo. A começar por Coulson e Lincoln. Lincoln está preenchendo os requisitos para ser um agente, mas os resultados da avaliação deixam Coulson meio mal-humorado até que resolve testar a lealdade de Lincoln a causa da Shield o levando em uma missão. Daisy é a principal razão de Lincoln estar ali, mas Phil quer saber se Lincoln consegue seguir ordens, consegue se sacrificar pela causa e controlar sua raiva e poderes. 

É interessante vermos como Lincoln está se adaptando a tudo. Para ele isso é tudo muito novo e acredito que, por mais que acredite em certos valores da Shield, ele deve ter problemas para confiar em alguém de novo depois do que a mãe de Daisy fez com Afterlife. Além disso, sem a calmaria de onde vivia, ele não consegue controlar seus poderes como gostaria e acaba sendo emocional demais. Isso tudo foi sendo trabalhado, mas há resquícios. 

A missão da dupla dinâmica é encontrar o esconderijo do chefão dos watchdogs, o ex-agente Blake, que apareceu na primeira temporada. Eles não demoram para encontrá-lo, mas a conversa fica em um vai e vem até que descobrem que é um holograma. Como? Para testar Luke, Coulson lhe dá a ordem de matar Blake e, felizmente, Luke age como o agente queria. 

Além disso, por fim, temos May e Simmons. As duas foram deixadas na sede, mas rendem histórias importantes. Jemma se sente culpada por muitas coisas que aconteceram e, para não se sentir como vítima novamente, decide treinar a atirar. Melinda percebe os esforços e tenta ajudar. No entanto, o verdadeiro problema está por baixo dos panos: Andrew. May logo tira esse pano e quer convencer Jemma que ela não deve se culpar por Lash estar solto por aí. Você tem culpa? Canalize para algo produtivo. O que é, no caso, para as duas, encontrar Lash e botar um fim nisso. Essa é uma história que com certeza teremos que acompanhar nos próximos episódios.

agents of shield 3x14

E para quem quer um gostinho do que está para vir, parece que o nosso time vai descobrir sobre o Ward no próximo episódio! Não só isso, mas teremos pedaços de revelações sobre o futuro, já que um inumano parece ter o poder de mostrar o futuro das pessoas ao tocá-las. E Daisy será uma delas.


O melhor
Daisy conversando com o irmão do Mack. 
O Mack  usa o apelido do irmão na Shield, ao invés do seu (Alfie) <3
Daisy e Fitz trabalhando juntos.
May e Jemma se conectando.
Lincoln e suas questões sobre como ser um agente. 
Conhecemos o passado do Mack!

O pior
Não resolvemos muita coisa hoje.

Nota 8,6

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Estou sempre à procura de mais uma série, afinal nunca é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1