Image Slider

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Review: The Big Bang Theory 9x16 - “The Positive Negative Reaction”

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "The Positive Negative Reaction", exibido no dia 18/02/2016!

the big bang theory 9x16

No último episódio de The Big Bang Theory, tivemos a revelação de que Bernardette está grávida. Entretanto, na noite em que ela contaria ao marido, Howard acabou mordido pelo que chamou de ‘coelho antissemita’, e acabou estragando o clima.

Aqui, logo ao começo, vemos Bernie revelando sobre a gravidez ao marido através de pequenos bilhetinhos pela casa. Sim, bem sem graça mesmo. Nada surpreendente, entretanto, já que o próprio casamento da Penny e do Leonard foi feito da forma mais anticlimática possível.

Entretanto, após uma rápida excitação inicial, onde inclusive concluiu que poderiam agora passar na frente na fila do aeroporto, Howard entra em um processo de medo e angústia. Como criar um filho se ele é basicamente mantido com o salário da esposa, além de ser totalmente infantil e mimado? “Eu não deveria criar uma criança. Eu nem como os meus vegetais” – diz o engenheiro em determinado momento.

E se os amigos deveriam estar ali para dar total apoio – e Leonard e Raj até tentam – Sheldon vem jogar a pá que faltava para desequilibrar ainda mais o emocional de Howard. “Isso muda tudo. E a nossa noite dos quadrinhos? E quando jogamos jogos de tabuleiro juntos? E nossa ida para a Disney? Como faremos isso com uma criança por perto?” – reclama Sheldon. Belo amigo.

the big bang theory 9x16

Por outro lado, se Bernardette estava originalmente animada e entusiasmada com a ideia, ao conta-la para Penny e Amy, ela rapidamente cai em prantos, ao concluir que a má-aceitação do marido acabou deixando ela própria desequilibrada. “Agora eu vou ficar gorda” – chora a neurocientista.

A criança nem nasceu, e as lamúrias e depressões já estavam rolando soltas. Leonard conclui, então que nada melhor para animar o astral e fazê-los pensar melhor do que saírem para beber e celebrar. E os rapazes não poderiam escolher um local melhor: um bar com temática Havaiana, incluindo drinks altamente alcoólicos com mini-guarda-chuvinhas.

Não demora muito para Sheldon se embriagar, e neste momento de dispersão alcoólica, ele acaba soltando a frase mais bonita que poderia para Howard: “Você e eu sabemos como é difícil crescer sem um pai. É por isso que tenho certeza que você vai o melhor pai que você puder”. Ual! Quem diria que Sheldon poderia ser aquele a trazer o maior conforto.

the big bang theory 9x16

E se álcool deixa as pessoas mais relaxadas – não se baseiem nisso, crianças – é também a mistura que ajuda Howard a ver uma saída fenomenal para seu problema financeiro, afinal, já diria Raj, “criar uma criança na Califórnia pode custar até US$ 1 milhão”. Howard chega à conclusão que podem usar parte do projeto de superfluido do Leonard e Sheldon – aquele de episódios atrás - para criar um sistema de direção para pessoas bêbadas! Não entendeu? Nem eu. Nem a maior parte do mundo. Nossa, como física e difícil.

Ao final deste episódio, os rapazes acabam deixando Howard relaxado e pronto para aceitar seu futuro como pai, apesar dele confidenciar que ainda está com medo da experiência, e tudo termina com a gangue cantando músicas com a palavra ‘baby’ em um karaokê, inclusive com a presença de Penny, Amy e Bernie, esta última sentada no meio do palco.

Se há uma coisa que The Big Bang Theory não pode ser acusada é de medo de mudar seu status quo. E nada é mais radical do que inserir um bebê no meio da bagunça. Só resta saber se os fãs vão se adaptar a tamanha mudança.

the big bang theory 9x16


O melhor
+ Penny recebendo a notícia de Leonard antes de Bernardette contar.
+ O Raj e o Leonard cantando a música “Push It” da banda Salt-N-Pepa e perturbando Bernardette.
+ O Sheldon bêbado.

O pior
- A forma como Bernie conta ao Howard sobre o bebê ficou tão anticlimática quanto o casamento de Penny e Leonard.

Nota: 8,0

Cássio Delmanto Advogado, colunista automotivo, beatlemaníaco, fanático por carros, filmes, séries, música, tecnologia e cultura inútil em geral. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1