Image Slider

terça-feira, 10 de março de 2015

Review: Once Upon a Time 4x14 - "Unforgiven"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers dos episódios "Aftershocks", exibido no dia 03/03/2015!



O drama do 4x14 gira em torno do mistério do episódio passado: o segredo de Snow e Charming. Aos poucos vamos aprendendo sobre o encontro do casal com as vilãs através dos flashbacks, enquanto acompanhamos a suspeita dos dois em Úrsula e Cruella no presente. Começamos o episódio com um pesadelo de Snow em que Malévola sequestra seu bebê, a partir daí Snowing entra em ação e procura seguir todos os passos das vilãs. Quer dizer, como isso é um trabalho para os xerifes da cidade, Charming convence Emma a se juntar.

Mais cedo Úrsula havia roubado uma caixa da loja do Rumple e com essa desculpa eles param o carro de Cruella para revistá-lo. Só queria falar que não acho que tenham sido muito sutis seguindo as duas em um carro de polícia. Até parece que não sabiam. O fato é que Charming consegue encontrar a caixa e um objeto claramente de Malévola no carro, mas resolve contar sua primeira mentira (de muitas) do dia para Emma: que não havia encontrado nada. Depois da descoberta, a alternativa encontrada pelo casal de heróis é contar mais uma mentira e ir atrás das cinzas de Malévola, já que deduziram que era isso que as vilãs estavam armando. Resolvido o que fazer chegam na caverna e encontram as cinzas rapidamente. Fácil demais? Pois é, não demora para os dois estarem inconscientes no chão. Rumple aparece lá para dar um oi e perguntar sobre Belle e sua estadia na cidade continua segredo. Grande colaboração.



Já nos flashbacks, vemos que continuamos do ponto em que paramos na vida das vilãs. As três não saíram da caverna com o demônio há muito tempo, pelo que parece, e já sabem que Regina tem a 'Dark Curse' em suas mãos. Assim, o plano que criam é conseguir que Snow e Charming às ajudem perguntando à uma árvore mágica como combater Regina, afinal os dois são heróis e a árvore é específica quanto à isso. Conseguir, elas conseguiram combater a maldição, de alguma forma, afinal elas foram parar em Nova York e pareciam não ter esquecido quem eram. Para quem não lembrava (inclusive eu), Malévola estava com a maldição quando Regina roubou dela. Então, pelo o que eu entendi a maldição ficou passando de mão em mão por um bom tempo... Confuso.

Bom, o que acontece é que o plano não funciona quando Snow e Charming vão até a árvore, porque ela se recusa a ajudá-los. Nessa hora recebem uma notícia boa e uma ruim. A boa? Snow está grávida de Emma. A ruim? Sua bebê tem um potencial para ser vilã. Pois é, Emma tinha essa propensão à 'escuridão' desde criança (e eu achando que não tinha dado certo porque eram três pessoas ao invés de dois heróis falando com a árvore). Mas enfim, determinismo demais, talvez? Ou simplesmente confirmação de que todos nós temos os dois lados? A questão é que mesmo os dois não servindo para o plano das vilãs, Malévola procura Snow mais uma vez. E assim conta o porquê de querer a ajuda dos dois para se salvar e o reino inteiro de respaldo: está grávida. Mas Snow não se abala com a revelação e nega ajuda. Fiquei pensando muito em como Snow se tornou (e é conhecida por ser) uma pessoa que vê o melhor nas pessoas, mas a verdade é que demorou para ver Regina assim, assim como não deu uma oportunidade para Malévola. Snow prefere botar em risco o reino ao invés de ajudar as vilãs porque acha que isso pode salvar sua bebê da 'escuridão'? Não sei se entendo o raciocínio. Sim, entendo que tem seus princípios, até porque dois guardas morreram desnecessariamente enquanto ajudavam as três.

Infelizmente ficamos sem saber o que aconteceu entre Snow e Malévola exatamente, mas pelo que parece, por causa do casal, Malévola perde o(a) filho(a). O que eu quero saber mesmo é quem é o pai da criança? Ok, talvez não seja tão importante. A teoria é: quem sabe o bebê não morreu e é a Lily (amiga de infância da Emma)? Afinal ela voltará a aparecer na série (em flashbacks e adulta no 4x19, pelo que eu vi), então nunca se sabe.

Voltando para a caverna, Cruella consegue sangue dos Charmings e finalmente revive Malévola. Sim, tudo foi uma armadilha. Olha, devo falar que a Malévola volta com tudo, faz ameaças de destruir tudo na vida do casal e sai com estilo. Já Snow e Charming conversam e decidem que depois dessa derrota o mais fácil é contar a verdade para Emma. Mas esperem, não mandem os anjos cantarem aleluia ainda. Os dois mudam de ideia assim que encontram Emma e Hook fofos conversando. Ai, quando esse pessoal vai aprender hein? Estou sentindo que isso pode ser o gatilho que levará Emma para o lado mal da força. Ou não, até porque, vamos combinar que não acho que seja tão fácil assim.



Além disso tudo, a procura pelo autor do livro continua. A conversa entre Regina e Henry parece ser só o filho animando a mãe, mas logo conseguimos uma nova pista: August, ou melhor, Pinóquio. Antes de ser transformado em menino de novo e antes mesmo de Emma acreditar em magia, August havia conseguido colocar a história do Pinóquio no livro para que Emma confiasse nele e na verdade. Assim, quem sabe ele não tenha achado o Autor? Gepeto e Pinóquio até tentam ajudar, mas o garoto não lembra nada de seu passado adulto. E aí vemos Regina explodir e brigar com o ruivo. Emma e Henry até tentam amenizar, mas Gepeto decide que a rainha extrapolou, com razão. E é por isso que Regina se redime e pede desculpas. Acredito que às vezes é fácil descontar suas frustrações em cima dos outros ou voltar à antigos hábitos, mas regina prova que mudou e sabe que só encontrará seu final feliz não desse jeito.

No final, vemos Snow se encontrando na calada da noite com Regina. Ah, pelo menos alguém vai saber o segredo finalmente! Gostei da confiança que Snow tem na antiga Evil Queen, principalmente porque Regina compreende o fato de não querer que sua filha saiba de seus erros mais 'maldosos'. Nossa, quando Snow precisa respirar fundo para pedir que seu segredo seja guardado mesmo que não tenha guardado o de Regina no passado foi de doer. É nessas horas que vemos a história entre essas duas e o quanto passaram para chegar na amizade que têm hoje.
créditos
Assim, enquanto vemos os personagens continuando suas vidas, Snow faz um discurso sobre isso e sobre escondermos certas partes mais "negras" de nós, afinal quando a pessoa que amamos conhece essa parte pode doer e afetar o relacionamento com ela. Tinha lido brevemente o quanto Belle e Knave seriam um bom casal e teriam muito em comum já que os dois se apaixonaram por vilões e se machucaram no processo. Agora, o que não esperava era aparecer os dois como casal já! Wow, e com o Rumple vendo ainda (não, ninguém viu ele andando por Storybrooke ainda). Adoro os dois personagens, mas não sei como eu me sinto sobre isso. O que eu queria mesmo era saber o que aconteceu com o Knave desde OUAT in Wonderland!


O melhor
Interação entre a Emma e o Killian. Qual será a ligação entre Hook e Úrsula, huh?
Emma fofa fazendo um discurso sobre sua confiança nos pais.
Henry animando Regina pela procura do Autor.
Snow pedindo ajuda para Regina e compartilhando o segredo.

O pior
Péssima ideia de não revelar logo seu segredo, Snow e Charming.
O episódio não teve nada demais.
A maldição e seus milhões de donos.

Nota 7,5

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Comecei a me envolver com os personagens de tal forma que só o tumblr faria haha. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1