Image Slider

terça-feira, 3 de março de 2015

Review: Once Upon a Time 4x13 - "Darkness on the Edge of Town"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers dos episódios "Darkness on the Edge of Town", exibido no dia 01/03/2015!

cruella de vil ursula rumple




















Demorou, mas voltou! Once está de volta com as 'Queens of Darkness' à solta e Rumple banido de Storybrooke. Passaram-se seis semanas e todos os personagens vão vivendo a vida normal: Snow volta a dar aulas, Regina volta a ser prefeita e leva Henry para a escola e Emma continua como xerife e firme e forte com Killian, que acompanha Belle para a biblioteca. Com um paralelo entre o flashback e o tempo atual em Nova York, vemos Rumplestilskin se juntando à Úrsula, Malévola e Cruella, enquanto Gold está montando seu plano com a ajuda da rainha dos mares. Quem diria que Rumple seria tão normal a ponto de comer miojo?

Parece que mais gente participou da possibilidade da primeira maldição... Isso mesmo, Rumple junta e manipula o trio para que roubem o escrito da maldição só para deixá-las por lá para serem comidas por um demônio do mal. O relevante do plano é que o argumento é a procura do final feliz de cada um dos quatro e que com a maldição obteriam o que tanto desejavam. Podemos ver aí que a ideia dos vilões terem seu 'happy ending' já estava impregnada em Rumple bem antes, quando ele queria ter Bae de volta. Mais uma vez o 'Dark One' conseguiu induzir as pessoas para conseguir a maldição, e acho legal vermos um pouco mais da história original da série, mesmo que não seja nada muito novo.

Já em Storybrooke, vemos Hook e Belle lidando com as mentiras de Rumple. Enquanto Killian se culpa por sido manipulado por Rumple, Belle se culpa por não ter descoberto as mentiras do próprio marido e ter impedido muitos acontecimentos. Gostei de ver essa interação dos dois, afinal estão aí duas pessoas cegas pelo amor que foram manipuladas pelo 'Dark One'. O empenho da dupla então é reparar um dos erros que cometeram (ou melhor, que Hook cometeu), libertando as fadas do chapéu do feiticeiro. Depois de muita procura e leitura, Belle finalmente recebe a ajuda de alguém de fora. A pergunta é: as pessoas que ela mandou os emails acharam supernormal essa coisa de mágica?

swan queen
Mas não demora muito para a calmaria na cidade ser interrompida, como sempre. A missão de salvar as fadas foi um sucesso (ignorarei a Blue mal humorada com a Regina), no entanto algo mais foi liberto com elas: um demônio. Dois demônios no mesmo episódio não podem ser coincidência, né? Pois é, a tal criatura que suga a vida da 'escuridão' nas pessoas está em Storybrooke. Emma e Regina conseguem fazer o monstro se afastar, mas sabem que ele voltará em breve. Adorei ver Swan impressionado com o quanto todo mundo está preparado para momentos de ataques assim. Vamos combinar, são muitos para não acontecer isso. Hook concorda comigo. Ou talvez eu que concorde com ele. Admito que senti falta do Charming no grupo, mas entendo que nem sempre todos estão juntos, não é mesmo?

Ah! Não podemos esquecer que todos estão procurando 'O Autor'. Admito que não há muitas descobertas. Blue até que nos ilumina falando que ele e o feiticeiro não são a mesma pessoa, não só isso como "são pessoas completamente diferentes". É, ela não sabe quem ele é, mas sabe disso? Suspeito. Será que ela está escondendo alguma coisa?

Voltando para fora da cidade, Rumple consegue rastrear mais uma ajudante: Cruella. A vilã não quer ser enganada de novo, então assim que Rumple revela a existência de uma cidade que não dá para ser vista de fora, ela e Úrsula exigem um plano concreto. Acho interessante vermos esse lado dele, o lado derrotado e que arrisca sua segurança, como em poucas vezes. Quem não teve um dejavu com Rumple sendo chamado de covarde e afins? Apesar de tudo, senti pena dele. Parece que tem carma aí e uma parte dele que não o abandonou. A questão é que elas resolvem seguir o plano dele e assim ligam para a Regina, dizendo que são boazinhas agora e querem entrar na cidade. A primeira resposta de cara é não, mas quando as vilãs revelam saberem como destruir o demônio, Emma e Regina repensam. No fim, Regina entende que o monstro está procurando por ela e resolve se sacrificar. Claro, Emma a ajuda e monta o plano de levar a criatura para fora da fronteira da cidade, fazendo a sumir no mundo sem magia. Outra interação que vimos? Emma e Regina finalmente trabalhando como equipe e contando uma com a outra.

Snow acaba sabendo sobre os planos da filha e tenta impedir a entrada de Cruella e Úrsula na cidade. A princípio, podemos entender e estranhar seu comportamento, afinal é aceitável não confiar em pessoas de fora, mas ao mesmo não acreditar na mudança das duas? Não muito Snow, como Emma diz. Acaba que a dupla maléfica consegue o que queria e ainda levam Rumple para dentro da cidade de novo. Não só isso, mas elas tem um segundo encontro secreto naquela noite. E esse é inesperado... Snow e Charming aparecem e parecem ter um segredo tão horrível que ninguém (principalmente Emma) pode saber.

snow charmingQuem viu os últimos teasers sabe que Emma irá se juntar ao quarteto do mal. Queria destacar que ao meu ver, no vídeo, Emma parece um pouco travada, como se estivesse sendo controlada, assim por mais que ela tenha tal potencial, não sei se ela realmente escolheu estar ao lado dos quatro por vontade própria. De qualquer forma, vamos ter que esperar. Fico me perguntando se o tal segredo de Snow e Charming terão algum efeito na escolha (ou indução) de Emma. Li uma entrevista com Ed Kitsis e Adam Horowitz (criadores da série) em que falam sobre o conceito dessa metade final da temporada. Achei interessante como querem abordar o fato de não existir o maniqueísmo. O mundo não se divide em vilões e heróis assim tão facilmente. Uma pessoa não pode ser determinada assim, as coisas são muito mais complicadas que isso. E aí que entra tudo que foi construído na série: Rumple, Regina, Hook... eles não eram cem por cento maus, tinham mais do que isso dentro deles. Assim como vilões viraram heróis, entramos agora no oposto: heróis tendo dentro de si uma parte vilã. É só lembrar de Snow em seus piores momentos. Agora, no entanto, é a vez de Swan. Emma foi dita por todos que era a 'savior' e que era uma heroína nata, mas quem sabe ela não seja só isso? Dentro de si há um lado que é menor, mas não deixa de existir: 'darkness'/escuridão. Quem diria que teremos Regina como heróina e Emma como vilã, huh? O que nos resta é esperar como será essa construção.

O melhor
O fato da Regina ter colado a páginas rasgada de Robin e ela do livro de contos de fadas.
Rumple conta sua participação na libertação das fadas e do demônio, e assim vemos o contraste com a aparência do homem que perdeu tudo no começo do episódio.
Participação das 'Queens of Darkness' na primeira maldição.
Emma e Regina trabalhando juntas.
Troca de olhares de Captain Swan. Tive que comentar.
Ideia dos criadores de "acabar" com a separação de vilões e heróis.

O pior
O episódio não teve nada de mais.
Gênios suspeitos ajudando a Belle.
Blue zero ajudando.
Cadê a história do Knave?

Nota 7,6

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Comecei a me envolver com os personagens de tal forma que só o tumblr faria haha. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1