Image Slider

quarta-feira, 18 de março de 2015

Review: Castle 7x17 - "Hong Kong Hustle"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers dos episódios "Hong Kong Hustle", exibido no dia 16/03/2015!

caskett
Um homem está correndo pela floresta e, ao perceber um movimento, encontra uma pessoa encapuzada mexendo em um corpo. Ele corre para descobrir mais e a figura revela ser uma mulher e estar armada. A cena traz uma certa surpresa, afinal, a probabilidade da vítima ser o tal do corredor. Além disso, vemos o rosto dela o que nos dá duas opções: já conhecemos a culpada e logo será uma "caçada" ou logo descobriremos uma explicação lógica para a mulher estar ali. A misteriosa mulher não demora assim à aparecer e se revela ser aliada.

Depois de um breve recesso, Castle está de volta, temos um caso novo e um lado de Kate que não conhecíamos. Henry foi morto por uma arma no parque e já começamos uma testemunha - o tal corredor que viu a misteriosa mulher. Ela, então se torna a principal suspeita, mas não demora muito que descubram que a mesma mulher foi vista no apartamento da vítima há muito pouco tempo e a encontram. Ou será que ela os encontra? Ryan e Espo são surpreendidos pelos movimentos ninjas da mulher e logo se encontram encabulados e sem suas armas. Quando vamos ver, a moça se apresenta como sendo da polícia de Hong Kong.

Jong. Ao longo do episódio, conhecemos mais a personagem e, principalmente, vemos que Kate fica fascinada com a carreira da inspetora de polícia. Por que ela está aqui tão longe de casa? Boa pergunta. Jong conhecia a vítima, era seu amigo e assim parece bem empenhada em pegar o culpado disso tudo. Logo ela se junta para investigar com a nossa dupla dinâmica e assim vemos que Beckett está com sentimentos que não sentia faz tempo: ciúmes e insegurança. No começo do episódio já vemos o quanto ver um amigo ser capitão de um delegacia fez Beckett questionar se não deveria estar em uma posição mais alta no trabalho. Assim, Jong se torna mais uma parte desse quebra-cabeças para Kate passar por essas dúvidas sobre a carreira.

hong kong hustle

A inspetora se mostra ser a mãe, esposa, atiradora e profissional perfeita. Kate não para de se maravilhar com ela, mas sempre com ciúmes e duvidando de se mesma. Apesar da seriedade do questionamento, as cenas são bem leves e engraçadinhas com os comentários da Kate sobre Jong. Por exemplo, "She's just like me. Only better." ("Ela é igual a mim. Só que melhor."). Mas, claro, sempre achamos que a grama do vizinho é sempre mais verde, como diz o ditado, mas Kate logo percebe que Jong tem seus problemas.

O caso as leva à um crime organizado, passando por agentes zero cooperativos do FBI e um restaurante chinês, e a ligação de Henry ao tal líder. Contra as ordens de Kate e de Gates, Jong vai atrás do cara e usa todas as suas habilidades badass para tirar informações do cara. Apesar do erro, Beckett a encontra e consegue interrogar o cara, sem causar mais estragos. Assim, no calor do momento e recebendo uma bronca de Kate, Jong conta que sua vida não é tão perfeita: está se separando, não é a melhor mãe do mundo e não tem tempo para os amigos. Por isso se sente culpada pela morte de Henry. A cena é fofa e nos ensina algo que já deveríamos saber: a vida do outro sempre parece melhor quando a conhecemos superficialmente. Além disso, temos momentos de paralelo de Castle um tanto divertidos sobre seu inimigo no mundo dos escritores e como percebeu que se comparar não o fazia escrever mais rápido.

O caso assim se desenrola. A vítima acaba metida em uma "guerra" por estabelecimentos de empresários, o que nos traz de volta para o restaurante chinês aparentemente sem muita ligação e encontra até mesmo uma história de amor. O culpado é um tanto surpreendente, apesar de não ter sido muito convincente. Mas admito que devemos pensar em todas as possibilidades, as pessoas são capazes de tudo.

kate beckett
No final, temos então uma reflexão de Kate. Ela faz uma lista de coisas que quer cumprir e se dá um voto de confiança: continuará procurando por novos desafios - e irão chegar -, mas jamais deixará isso atrapalhar o que realmente importa. O episódio pode até ter sido mais ou menos, mas Castle sempre nos ganha com suas frases (um pouco melosas, mas quem não ama?). "You cannot leave behind what is always at your side." ("Você não pode deixar para trás algo que está sempre ao seu lado")

O melhor
Castle apoiando Kate.
Kate e sua rixa com Jong.
Ryan e Espo dando conselhos para Castle. Ou tentando, pelo menos.
Linha de história do episódio, ligando o amigo capitão de Kate para introduzir as inseguranças de Beckett.

O pior
O episódio não teve nada de mais.
Culpado não muito convincente.

Nota 7,5

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Comecei a me envolver com os personagens de tal forma que só o tumblr faria. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1