Image Slider

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Review: Parks and Recreation 7x05 - "Gryzzlbox"/ 7x06 - "Save JJ's"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Gryzzlbox" e "Save JJ's", exibido no dia 27/01/2015!

beslie

É, agora sim, Parks and Rec! Voltaram com a bola toda e de vez. A dupla (de episódios) dessa semana foi divertida e ainda nos mostrou personagens como Pearl Harpley, o cara da empresa de perfumes e famosos da nossa querida Pawnee. Como é meio difícil dividir os episódios em um resenha só, vou simplesmente separar por partes da história e contar como se fosse um episódio único.

A série sempre é afiada nas críticas e paralelos à atualidade. E como um grande fato foi como várias informações foram liberadas e toda a história de espionagem através de emails que ocorreu nos Estados Unidos, o episódio traz isso. Gryzzlbox, a tal empresa concorrente de Leslie pelo terreno altamente disputado da cidade, é o centro das atenções. Depois de mandar uma caixa para cada cidadão com presentes bem pessoais (supernormal), Leslie e Ben percebem que a empresa pode estar invadindo a privacidade das pessoas de Pawnee. Depois de dividir suas suspeitas com Ron e Donna (conseguindo que ela ficasse a seu favor),  resolvem sair em uma investigação supersecreta e fazem uma visita à Gryzlbox para tentarem extrair informações. E como tudo tem que ser exagerado, os comentários do dono da empresa sobre seus métodos de obter informações pelas pessoas são ótimos. Afinal, quem se importaria de ter sua câmera do celular ligada 24h e ser observado o tempo todo?

A sessão com o público foi um tanto inusitada, como sempre, mas foi ótimo ver como, pela primeira vez, os cidadãos de Pawnee concordaram com Leslie quando ela lhes falou do que a Gryzzlbox estava fazendo.

Apesar de ter sido uma parte minúscula do episódio, gostei de ver que Leslie acompanha a vida dos trigêmeos mês a mês. É a cara dela, não acham? Assim conseguimos ver fotos deles em um scrapbook e ainda ganhamos de brinde uma foto do filho de Ron! (Não muito antes de ele destruí-la para segurança do filho, claro). Como sabem, o Ron é bem conservador quando o assunto é privacidade, e apesar de não ter dado muita bola no começo, quando ele recebe uma caixa com presentes da Gryzzlbox com presentes perfeitos para seu filho, ele entra em pé de guerra.

Não posso deixar de mencionar o papel do Ben nesse episódio. Ron, revisando o contrato da Gryzzlbox e seu wifi de graça para a cidade, percebe que Ben deixou passar um mini texto dando direito à empresa a pegar dados pessoais dos habitantes. Ice Town de novo, não é mesmo? Fiquei com tanta pena do Ben, ele que é sempre cuidadoso, principalmente para não cometer os mesmos erros do passado, deixou isso passar. Mas, felizmente, ele não é mesmo do passado e consegue dar a volta por cima, falando o quanto a empresa estava errada em embutir uma cláusula minúscula no contrato, ao invés de ser aberta com o público. Além disso, como Leslie disse, as pessoas deveriam reconhecer as coisas boas que Ben fez também, por mais que tivesse errado.

ron leslie

No entanto, nada funciona e Gryzzlbox acaba conseguindo comprar o terreno que Leslie queria para fazer um parque nacional. Então Leslie se volta para outra preocupação sua: JJ's, a lanchonete de seus waffles, irá fechar. Com toda sua vontade, ela tenta impedir que o cara dos perfumes, Dennis Freinstein, compre o JJ's. Infelizmente o plano não dá muito certo, mas, quando tudo parece perdido, Leslie tem uma ideia.

No final vemos que Ron e Leslie podiam estar meio fora de sintonia em seus 'high-fives', mas estavam em sintonia no espírito, como disse Leslie. Os dois conseguem se entender como ninguém e cinco dias depois vemos os resultados disso: um plano que salvaria a parte feia da cidade e ainda transformaria o terreno que Leslie tanto queria em um belo parque.

Mas e agora? Essa é a pergunta que eu faço. Será que teremos mais drama para esse parque ou será que Leslie terá novos desafios no trabalho?

Enquanto isso, temos mais uma edição do evento mais esperado do ano: Treat Yo Seeeeelf! Sim, Donna vai se casar e como presente Tom lhe dá um dia especial regado de tudo do bom e do melhor. E tem mais! Em Beverly Hills. Agora sim a coisa ficou chique. Sempre gostei da amizade deles e como são parecidos em vários sentidos, porque vamos combinar: só eles se entendem quando os assuntos são grifes e tendências. Porém, no meio de tudo isso, temos um "drama" na vida de Tom: ele convidou Lucy (depois de saber que ela terminou com o namorado) para ir como sua acompanhante no casamento de Donna. E por convidou eu quero dizer falou um monte de coisas confusas tentando não se mostrar interessado por ela, e só posso dizer que a cena foi engraçada. Gosto dos dois juntos e Lucy parece ser um bom par para o Tom, afinal, surpreendentemente, ela parece entendê-lo e eles parecem ter piadas internas o tempo todo.

treat yo self

Andy estava com tudo no 7x05/6. Ele fica viciado em ter um dirigível no plano da Leslie para salvar a lanchonete, Jonathan Karate aparece para salvar o dia e ainda quase perdemos um dos seus ninjas. Na primeira parte do episódio, acompanhamos Andy tentando ficar com os créditos do nome Johnny Karate, além de renegociar seu contrato. Já na segunda, Andy fica encarregado de intimidar Dennis Feinstein e promover um acordo para que o empresário desista de comprar o JJ's Diner. Assim, Andy faz bom uso de seus acompanhantes mirins e trajes de seu programa e vai atrás de Feinstein. Essas cenas são muito boas, com Andy usando todas as formas de persuasão de Jonathan Karate, o irmão mais velho e sério de Johnny.

Não podemos esquecer que em poucos minutos nosso querido Craig apareceu e ajudou April com sua autodescoberta. Quando ele pede para ela ajudar com os estagiários, ela acaba fazendo com que a estagiária se demita. E Craig, que está tentando controlar sua raiva, a enfrenta falando que teve um ótimo emprego, uma ótima tutora no departamento e que se não fosse por isso, ela estaria trabalhando um lugar qualquer. Além disso, ela não poderia negar nada disso, por mais que não saiba o que quer fazer agora. Ele pegou "pesado", mas nada como um choque de realidade para nossa April ver que não deveria culpar o seu estágio, estava insatisfeita porque ainda não se encontrou, mas isso não invalida todo o resto.

Achei que algumas coisas demorariam mais para ser resolvidas e acho que talvez estejam indo rápido demais. Por favor, não me entendam mal, queria tanto quanto vocês que a Leslie e o Ron se reconciliassem e que Tom fosse em um encontro com a Lucy. Mas achei que demorariam mais um pouco, sou só eu? Vai ver é porque os episódios são duplos agora.

Últimas temporadas são difíceis, como sabemos pelo mais recente exemplo de How i Met Your Mother. A pressão é grande e acho que Parks and Rec esteja nos trilhos, tudo se encaixando e Leslie sempre seguindo com os seus desafios, mas uma série tão boa quanto Parks é difícil se desapegar. As piadas são inteligentes, cheias de referências, além dos comentários sarcásticos e críticas à certas normas. Por que estou falando isso tudo? Sei lá, acho que quero expressar minha tristeza pelo fim da série, minha preocupação com o final, e minha alegria por ter acompanhado as pessoas de Pawnee.

parks and rec 7x06
"Star Wars é aquele [filme] que tem o menino feiticeiro?"
O melhor
Voldemort Putin
Andy confuso com as crianças ninjas foi o melhor.
Finalmente algo que todos na cidade apoiam Leslie.
Leslie e Ron finalmente em sintonia.
Ben e seu discurso contra a Gryzzlbox.
Craig ajudando April

O pior
Só eu que acho que a série está acabando muito rápido? Não sei se gostei de ter episódios duplos...

Nota 9,2

Mariana Oliveira Sou estudante de Publicidade, toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Comecei a me envolver com os personagens de tal forma que só o tumblr faria haha. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1