Image Slider

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Review: Arrow 3x11 - "Midnight City"

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Midnight City", exibido no dia 28/01/15.


maseo and tatsu 3x11

Oliver acordou no episódio passado, e aparentemente ele nem tinha morrido. Sinceramente, fez muito pouco sentido. A explicação da Tatsu foi pior ainda, dizendo que o frio ajudou ele a sobreviver. Ok, o frio pode ter ajudado a controlar o sangramento, mas certamente também teria dado uma grande hipotermia nele. Medicamente, não faz sentido nenhum o Oliver sobreviver, nem se Tatsu fosse a melhor médica no mundo, e acho que ela nem era nada. Fiquei bastante desapontada por uma conclusão tão desleixada para essa história toda.

Mas ok, não posso dizer que estou surpresa, já que tinha visto os escritores falarem que ele só tinha “se ferido” muito antes de ver o episódio. Só acho estranho como a Sara recebeu uma flechada e caiu de um prédio de dois andares e morreu na hora, não deu nem para chamar ambulância, aí o Oliver é transpassado por uma espada duas vezes, cai de um penhasco, fica jogado para morrer sem camisa na neve, e ainda assim vive sem muito problema... Se vai escrever algo que está errado, pelo menos seja consistente dentro do seu universo.

Bom, superemos isso, porque, acredite ou não, ainda estou na parte boa do episódio. Oliver sonhou com a Felicity, foi fofo, tiro minhas próprias conclusões de como Felicity iniciar o beijo no sonho indica que ele quer que ela tome iniciativa, mas vai ficar querendo porque vai ter que correr atrás dela agora. E esse foi o ponto alto desse episódio, pena que aconteceu no primeiro minuto.

Maseo, desculpa, Sarab resolve que vai voltar para a Liga, mesmo depois de ter ajudado o Oliver, foi só para pagar a dívida dele e pronto. A conversa com a Tatsu sobre culpa e luto – juntamente com o flashback que mostra como eles a resgataram – deixou bastante claro que o filho deles morreu, o que me deixou bem chateada porque matar criança é outro nível de maldade. Maseo e Tatsu são fofíssimos, e espero que ele deixe essa coisa de Sarab para trás e eles sejam felizes no final. Torcendo para eles sobreviverem à terceira temporada.

No fim, outros caras da Liga vêm e são mortos, e Maseo resolve voltar, deixando Tatsu e Oliver sozinhos. Agora semana que vem Oliver volta para casa, o mistério é para onde a Tatsu vai. Vem pra Starling também!

arrow midnight city

Enquanto isso, em Starling City, as coisas não vão nada bem. Team Arrow está meio desfeito, Laurel está saindo por aí vestida de Sara (mas vamos deixar isso para depois, porque tenho fortes opiniões) e não se dando muito bem nisso, mas Roy parece não ter abandonado seu casaco vermelho tão cedo. Eu gostei de ver Laurel interagindo com os outros membros do Team Arrow, esse foi um ponto bastante positivo do episódio, e provavelmente o único motivo pelo qual eles “”mataram”” o Oliver, já que foi bastante sem graça a morte dele por si só.

Brick ainda está a solta por aí, com sua super força e seu plano de conquistar o mundo os Glades. Para isso, ele invade uma reunião das pessoas importantes da cidade, que incluem Ray, Felicity, Quentin e Laurel, pelo o que parece, e sequestra alguns figurantes, que não são importantes para a gente, mas são para a cidade. Vemos Ray em ação pela primeira vez, e Laurel pela terceira, mas nenhum dos dois consegue ser muito bom nisso e salvar o resto.

Depois disso, temos algumas conversas. Uma entre o Ray e Felicity, em que ele até foi legalzinho, mas é tarde demais porque agora minha antipatia por ele é irredutível, mas ele diz que percebeu eu não deveria lutar para se vingar pela Anna, mas sim para proteger a Felicity. Fofo, mas eca. Não quero nada romântico acontecendo entre eles, agora ou nunca. Fui informada que aumentaram o contrato com o ator e agora ele só pode não aparecer por um episódio até o final da temporada. Só porque eu estava fazendo contagem regressiva para ele ir embora, o que eu fiz para merecer isso?

A segunda conversa é entre Felicity e Laurel, em que Felicity praticamente repete o que Ray disse para ela, mas foi bom porque elas conversaram. Por pior que a escrita da Laurel seja, infelizmente o número de mulheres nessa série é bem limitado, então quero que elas interajam o máximo possível e se tornem amigas. E podem trazer a Thea e Lyla para o grupo também. O resultado disso é que a Felicity acaba voltando para o Team Arrow. Não sei o que foi mais curto, sua demissão ou a morte do Oliver.

Com todos de volta no time e com o helicóptero do Ray, eles formam um plano e... Falham. Definitivamente, não acho que eles vão conseguir derrotar o Brick antes do Oliver chegar como eu queria. Eles tentaram, um homem morreu, não sei o que vão fazer agora. Em troca de todos os reféns, a polícia precisaria sair do Glades e abandonar toda a população de lá. Espero que ele não façam isso, mas não confio em políticos, pode ser que eles de fato concedam.

arrow 3x11 lance

Agora, vamos discutir o seguinte: a família Lance. O que está acontecendo ali? Eu mal posso acreditar no que vi nesse episódio. Será que todas as famílias dessa série precisam ser tão disfuncionais? Os escritores de Arrow devem ter sérios problemas familiares, porque não é possível que eles achem normal como essas famílias interagem aqui. Gente, PAREM DE MENTIR. Pelo amor de Deus, existe um limite! Eu não aguento mais!!!

Já estava errado a Laurel omitir a morte da Sara, para começar, fazer essa escolha pelo pai foi péssimo e eu critiquei assim que aconteceu. Mentir e fingir que estava tudo bem foi ainda pior. Mas nesse episódio eles conseguiram ultrapassar todos os limites existentes ao ponto do ridículo. Laurel vestiu a roupa de Canary e saiu por aí para todo mundo ver, incluindo seu pai, fazendo com que ele acreditasse que a Sara estava de volta na cidade. Ele vem questionar a Laurel sobre isso e, ao invés de, sei lá, contar a verdade (uma ideia realmente inusitada) ou pela menos só continuar desviando do assunto, ela resolve ir ainda mais a fundo na mentira e, com a ajuda da Felicity, ela finge ser a Sara. Produzindo a voz dela e tudo, e depois aparecendo na FRENTE DELE, vestida de Sara, realmente fazendo com que ele achasse que ela estava viva.

Isso é doentio.

Não vou nem entrar na discussão de quão errado é a Laurel literalmente assumir a identidade da irmã dela, seguindo os mesmos passos e tudo mais, isso não é honrar a memória da Sara, é roubar sua identidade. Mas o que realmente me deixa chocada é o Lance. Como vocês fazem isso com ele? Ela pretende fingir que é a Sara pelo resto da vida dela? Até mesmo a Laurel deve ter uma noção de que eventualmente a verdade vai ser revelada. Se ela estava preocupada com a saúde do pai, não deveria notar que isso tudo só vai tornar o choque ainda pior, porque ele agora acha que ela está viva enquanto antes estava preocupado? Essa é a pior ideia que eu já ouvi em toda história da televisão.

Não só é um desrespeito à Sara, é também a Quentin. Cadê a confiança nele? Ugh. Só não estou mais revoltada do que estava quando a Sara morreu. Os escritores conseguem fazer com que essa storyline da morte dela seja cada vez pior, fico até enjoada só de pensar que alguém escreveu isso e considerou uma boa ideia.

O Melhor:
+ Team Arrow interagindo
+ Conversa entre a Laurel e Felicity
+ Sonho do Oliver

O Pior:
- Malcolm podia ter contado toda verdade para a Thea logo. Alguma família pode funcionar à base de honestidade, por favor?
- Maseo e Tatsu </3
- Laurel mentindo pro Quentin. Preciso mesmo dizer?


Nota: 4,8

Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.

3 comentários:

  1. concordo com você. Acho ridiculo toda essa mentirada da Laurel. E to achando ela uma canário fraquissima #shame

    ResponderExcluir
  2. Eu não vi a hora de acabar o episódio. Tá realmente ridículo todas as mentiras. Eu também queria que eles conseguissem capturar o Brick, pois espero sinceramente que deem um destaque maior pro Roy. Nos quadrinhos, apesar de ser um "coadjuvante" do Oliver, ele é tão forte quanto. Complicado. Pra finalizar, sobre a Laurel, além de muito forçado (ela treinava boxe, por favor), não dá pro Quentin engolir a mentira estando cara a cara com ela. Não tem lógica, as duas tem tamanhos diferentes e corpos diferentes. Enfim, espero que com o Oliver, algumas coisas começam a se resolver (pelo menos o núcleo Thea-Malcolm).

    ResponderExcluir

 
UA-48753576-1