Image Slider

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Review: The Flash 1x08 - "Flash vs. Arrow"

Atenção: a review contém spoilers do episódio "Flash vs. Arrow", exibido no dia 02/12/14.

A primeira parte do crossover saiu e aqui estou eu ao invés de estudar. Pretendia fazer resenha conjunta dos dois episódios, mas vendo como esse pareceu se concluir bem nesse episódio, falarei separadamente de cada parte.

Quem acompanha minhas reviews sabe que amo Arrow – mesmo com meus problemas com a temporada – e, por mais que eu adore The Flash, ainda não estou tão investida assim a ponto de se comparar com Arrow, é uma questão de tempo, mas simplesmente ainda não estou lá. Não é nenhuma surpresa então que meu foco principal nesse episódio tenha sido mais os personagens de Arrow do que The Flash. Mas, sabendo de que série eu estou fazendo resenha, prometo que tentarei me focar o máximo possível.

flash vs arrow
Os primeiros minutos do episódio são focados no Barry. Ele está morrendo de feels pela Iris, admirando-a de longe, enquanto salva as pessoas com seus poderes. Ele se depara com o vilão dessa semana, um metahuman capaz de deixar as pessoas irritadas, o que as faz atacar uma as outras. Li um livro com uma história semelhante uma vez, mas isso é irrelevante, é uma proposta legal para um episódio, ficando bastante claro que Barry eventualmente seria afetado por esse poder.

Enquanto isso não acontece, Barry tem outros problemas: Eddie. Como sabemos, Iris virou fangirl do Flash e estava começando a se sentir atraída por ele, essa coisa de mistério que todos nós entendemos bem, Eddie não sabe que ela se encontrou com ele, mas não gosta nem um pouco dessa fascinação da Iris. Juntando ciúmes com outras coisas, Eddie resolve ficar contra o Flash, ficando com um papel parecido com a do detetive Lance nas primeiras temporadas de Arrow. Isso, é claro, inicialmente causa uma certa tensão entre o casal. Continuo achando o Eddie muito fofo e espero que essa caça ao Flash não me faça parar de gostar. Bom, continuei amando o Lance mesmo ele contra o Oliver, então não seria isso que me faria parar de gostar dele... Só não o transforme em vilão, eu imploro, deixe Eddie continuar sendo fofo!

Por falar em Oliver, ele aparece em Central City junto com a Felicity e o Diggle. Eles estão continuando uma investigação de um assassinato por boomerang e foram levados até a cidade, e resolvem aproveitar para dar um oi pro Barry. Adorei ver o trio original junto de novo (imagino que Roy tenha ficado para defender Starling City de qualquer problema), e a participação de Diggle foi bastante engraçada, ele completamente abismado com os poderes do Barry. Sinto falta do Diggle ter falas decentes em Arrow. Sigh.

olicityInicialmente, Oliver pretendia apenas fazer sua própria investigação e deixar Barry com a dele, mas depois de um pedido da Felicity, ele resolve ajudar Barry. Oliver e Felicity estavam um amor nesse episódio, com o tipo de interação que me fizeram shipá-los para início de conversa. Confesso que não entendi muito bem como eles saíram do episódio 3x07 de Arrow, quando estavam os dois meio magoados um pelo outro, para isso, mas não estou reclamando de forma alguma. Eles estão bem fofos e amei. O casal serve para fazer um pouco de paralelo com Barry e Iris, já que ao final do episódio Oliver resolve dar umas dicas amorosas para Barry, dizendo para ele desistir de Iris. Vem cá, Oliver, você não está em posição de dar conselhos para ninguém, então pode parar, Barry já está fazendo péssimas escolhas sem a sua ajuda, obrigada.

Em geral, a parte de Arrow do episódio – tirando pelas cenas entre Oliver e Barry – foram ótimas e bastante segunda temporada, na minha opinião. E isso é um elogio! Vemos as interações entre Oliver/Felicity/Diggle e elas não poderiam ser melhores. Também temos o início do plot do filho do Oliver, já que a mãe do bebê – Sandra – aparece brevemente. Nenhuma surpresa até aí, porque todos sabíamos que ela estava em Central City e que isso ia acontecer eventualmente. Logo que surgiu, na temporada passada, eu não gostei nem um pouco de terem escolhido trazer o filho do Oliver pra canon, mas desde então meses se passaram e já aceitei isso, então que os tragam para Arrow. De qualquer forma, o caso de Team Arrow em si nós não vemos, imagino que vejamos no episódio de hoje. O maior foco mesmo foi o caso do Barry.

arrow
Depois que resolve ajudar Barry, Oliver tenta ensinar algumas lições valiosas para ele, sobre como prática e precisão podem vencer seus poderes. Barry não o leva muito a sério até ser atingido por umas flechas, mas ninguém pode culpá-lo. Infelizmente, não aprende muito a lição e vai até o metahuman sozinho e acaba sendo contagiado pelo olhar raivoso.

Devido a seu DNA diferenciado, o efeito é um pouco mais lento em Barry e, ao invés de sair matando todo mundo direto, ele vai tendo alguns surtos ao longo do episódio, aos poucos deteriorando seus relacionamentos. Ele briga com Oliver, alegando que o outro herói só está com inveja dele, com seu chefe, com Joe, com Caitlin e, por fim, aparece como Flash e briga com Eddie e Iris. A maioria dessas pessoas acabou o perdoando ou não se importou tanto assim com as acusações, mas ele conseguiu destruir seu relacionamento com Iris como Flash. É, adeus romance Flash/Iris.

Depois que Barry quase matar Eddie, Iris fica em uma posição delicada e não pode mais defendê-lo, escolhendo ficar do lado do namorado. E com razão! Se Eddie já tinha motivos para não gostar do Flash antes agora que o diga. É por essas e outras que continuo insistindo que deveriam contar a verdade para a Iris, metade de seus problemas iriam se resolver.

Barry fica descontrolado com sua raiva e poder, e o único capaz de impedi-lo no momento é Oliver. Por mais que Joe e dr. Wells não tenham confiado nele de início, dizendo ser uma má influência para Barry (o Joe eu entendo dizer isso, mas sério, dr. Wells?! Sendo do futuro, tenho quase certeza que ele já sabia antes que o Oliver era o Arrow, mas ok).

arrowEles lutam, é uma coreografia legal, mas não tenho muita opinião sobre isso. Cisco, Caitlin e Diggle ficam discutindo sobre quem é o melhor, para o que minha reação é a mesma da Felicity: sério mesmo? Bom, no final dá empate, obviamente. Dr. Wells e Joe usam uma forma de cor-terapia e desfazem o efeito da raiva no Barry. Eles capturam o metahuman, prendem e fim! Até o episódio de hoje, pelo menos.
Confira a review da segunda parte do crossover aqui!

O Melhor
+ Team Arrow
+ Oliver e Felicity
+ Iris se posicionou a favor do Eddie

O Pior
-  Eddie contra o Barry
-  Toda essa história de “quem é um melhor” é meio bobinha demais pra mim

Nota: 9,5

Flávia Crossetti - Estudante de psicologia, carioca, feminista, leitora compulsiva, pseudo-escritora e viciada em mais séries do que deveria.

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1