Image Slider

sábado, 5 de abril de 2014

Review: OUAT in Wonderland 1x13 (Series Finale) - "And They Lived..."

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "And They Lived...", exibido no dia 03/04/2014!

Once Upon a Time

"... happily ever after."
Eu diria que foi um final muito bom. Claro, não tivemos muito desenvolvimento e  alguns assuntos foram resolvidos rápido, mas vamos combinar que só foram 13 episódios. O episódio falou sobre esperança, ironias do destino, amor verdadeiro e encontrar a si mesmo.


Bom, a series finale começa com Jafar e Amara conquistando seus poderes e mudando as leis da magia. Jafar está a ponto de fazer alguma coisa contra nossos heróis, quando o pai dele chega e o distrai. Jafar consegue fazer o pai amá-lo, mas só para matá-lo. O paralelo ao episódio em que seu pai tenta matá-lo é visível, afinal o rei cospe água enquanto morre aos poucos. Amara e Alice, enquanto isso, conseguem carregar Cyrus para fora, e acabam tendo a ajuda de um tapete voador. Sim, uma alusão à Aladdin. Quem sabe se a série continuasse, poderíamos ver o personagem...
Jafar continua usando seus poderes: prende a Jabberwocky com a espada, aprisiona Will em um campo invisível, cria um exército de mortos-vivos e revive Anastácia. Só temos um problema: a Red Queen acreditar amar Jafar, consequência dos poderes recém-adquiridos do feiticeiro. Foi tão estranho ver os dois juntos e senti tanta pena do Knave, obrigado à ver tudo aquilo...

Once Upon a Time
Enquanto isso, Alice e Amara conseguem trazer Cyrus de volta e vemos um momento entre elas, sogra e nora. Amara agradece por tudo que Alice fez pelo filho e por terem encontrado um ao outro. Depois, ela ainda diz ao Cyrus que aprova Alice. Achei fofos esses momentos, afinal não tivemos muito tempo com a Amara, muito menos, essa interação familiar por algum tempo. Enfim, Alice decide se separar dos dois para juntar um exército com os moradores de Wonderland e tentar entrar no castelo para destruírem Jafar e salvar o Knave. Já Cyrus e Amara vão para o 'Well of Wonders' para desfazerem a maldição que aprisionou Cyrus e os irmãos, e diminuírem o poder de Jafar.

Once Upon a Time
Alice então vai à luta com o Rabbit e outros habitantes. O coelho tenta disfarçar sua ansiedade e fala que os homens estão nervosos, então Alice pergunta: "e o coelho?". Achei legal vermos um pouco de como  podemos depositar nos outros nossos medos para não admiti-los, e como Alice tentou ajudar o coelho. Adorei o discurso dela, como está sendo forte e luta pelo que acredita.

"We fight for the ones who are waiting for us to come home when it's all over. We fight for the ones that we love. We fight for our home. We fight for Wonderland."- Alice. 
("Nós lutamos for aqueles que esperam nossa volta para casa quando tudo isso acabar. Nós lutamos por aqueles que amamos. Nós lutamos pelo nosso lar. Nós lutamos por Wonderland.")

Pena que nossa heroína dura tão pouco no campo de batalha. Conseguem capturá-la e levá-la para Jafar, que tenta convencê-la à falar onde está Amara. A ameaça que o vilão usa, no entanto, é bem preocupante: quebrar mais uma lei da magia (a de não se poder mudar o passado) e fazer Alice esquecer que conheceu  Cyrus e esquecer de Wonderland. Ficamos apreensivos, afinal o que fazer nessas horas? Dedurar a sogra ou perder Cyrus? Amei ver Alice tão confiante no amor dos dois e falando que Jafar estava subestimando seus poderes, seu amor. Além de falar, na cara do vilão, que tudo que ele conseguiu não serviria de nada porque ele nunca receberá o amor e confiança verdadeiros de ninguém. Ele nunca sentirá o que ela sentiu e ele não poderá tirar isso dela.

Once Upon a Time
Felizmente ele demora para cumprir a ameaça e acaba descobrindo sobre as portas vermelhas, e consequentemente sobre o poço, por meio de um morto-vivo. Enquanto ele vai ao encontro de Amara, vemos o coelho ir ao resgate de Alice e Knave. Devo dizer que, apesar da espionagem que o coelho já fez no começo, ele se redimiu de muitas formas. Anastácia percebe o que está acontecendo, e Will fala o quanto ela está sendo enganada e como ela já conheceu o amor verdadeiro um dia. É um amor que, apesar das idas e vindas, desavenças e por mais difícil que seja, você sabe que estará sempre ali. Eles então se beijam e o feitiço sobre ela é quebrado. Amei a cena, ela rindo dele todo atrapalhado com a separação bruta do campo invisível foi fofo. Alice então vai atrás de sua cara-metade.

Once Upon a Time i
Cyrus e Amara tentam se despedir, mas Jafar chega antes e Amara vira água sem ser devolvida ao poço à tempo. Vemos uma mãe que tentou reparar o erro dos filhos, além de protegê-los, e sacrifica a vida por isso. Alice consegue chegar com a ajuda do coelho e quando Jafar menos espera, ela manda Cyrus pegar a água do poço. Jafar, no entanto, é rápido e rouba a água de Cyrus. Digamos que o nosso vilão não fica feliz por muito tempo, afinal ele acabou de roubar, sem saber, a água do poço e deve pagar o preço: se tornar um gênio. Vejam a ironia da situação, afinal depois do tempo que Jafar passou neurótico com o poder dos gênios e caçando-os, ele se torna um deles. Ou melhor, um único deles, porque os irmãos de Cyrus e Will são libertos. Os irmãos se reencontram e percebem o sacrifício da mãe. Adorei a metáfora embutida no 'close' do tabuleiro de xadrez, onde o rei está caído e foi derrotado com um xeque-mate, eu diria. Já nosso Knave vê sua 'sleepy beauty' (como ele a chama na cena) e percebe que pagou um preço por terem derrotado Jafar. Felizmente, descobrimos que Alice recebeu a água do poço para salvar Anastácia, afinal não era sua hora de partir. Gostei muito de como as regras do poço foram lembradas e aplicadas, prestando atenção nos mínimos detalhes.

Once Upon a Time
Cyrus e Alice decidem ir embora de Wonderland e Alice fala em ir para casa. O coelho chega e diz que sua especialidade é o 'timing' perfeito. É sempre bom sermos lembrados da marca registrada do White Rabbit: o relógio. Nosso final feliz não poderia faltar um casamento. Vemos Alice se preparando e conversando com o pai. Ele agradece à ela por ter provado que era real. "Wonderland?", ela pergunta. "Não, o perdão", ele responde. Devo dizer que foi emocionante, ver que além de estar casando com o homem que ama, ela finalmente conseguiu ter uma boa e sincera relação com o pai. A cerimônia foi bonita, todos estão ali na casa do pai da Alice, e até o Tweedledum aparece. Adorei a gracinha do Will de levar a mão na parte do "se tiver alguém contra esse casamento, fale agora ou cale-se para sempre", mas principalmente, o discurso do coelho de como todos votos já foram cumpridos por Alice e Cyrus. Os dois passaram por muitas dificuldades e Cyrus chegou até a superar a morte, eles merecem um final feliz. Não só eles, mas Anastácia e Will também passaram por tanto...

"Not even death could do you apart. That's actually true for most of you here" - White Rabbit
("Nem mesmo a morte pôde separar vocês. Na realidade, isso é verdade para a maioria de vocês aqui").

Once Upon a Time
Vemos uma linda despedida (não definitiva, claro) entre o coelho, Knave, os irmãos de Cyrus e Anastácia. Alice fala do quanto se sente grata de ter conhecido Wonderland através do coelho, e vemos a força da amizade dela com o Knave. Os dois lutaram muito um pelo outro e se protegeram em suas aventuras como ladrões e na procura por Cyrus. Foi emocionante ver os dois falarem para cuidarem dos corações, afinal Knave já teve o seu arrancado uma vez.

"A lot of people have come to Wonderland, but only few discovered what it is really about (...) Finding yourself" - White Rabbit
("Muitas pessoas já foram para Wonderland, mas poucas descobriram sobre o que é de verdade (...) Descobrir a si mesmo")

Vemos assim Alice e Cyrus já mais velhos contando toda a história para filha, que dá o nome do livro: "As Aventuras de Alice no País das Maravilhas". Temos o fechamento de um ciclo e o coelho vendo tudo isso. Devo dizer que esperava um final com a filha do casal seguindo o coelho, mas não deixa de ser um final bom.

Once Upon a Time



















Só nos resta esperar que um dos personagens apareça em Once Upon a Time, quem sabe? O Knave parece ser um candidato promissor (x).

O melhor
+Passagem de cenas: Jafar apaga a luz, e Alice acende a lamparina.
+Ironia do final de Jafar.
+Construção das brechas do 'Well of Wonders", que os faz derrotar Jafar e salvar Anastácia.
+Casamento da Alice e Cyrus, além do discurso do coelho.
+Momento entre a Alice e o pai.
+Jafar afeta pelo discurso de Alice quanto à realidade falsa que ele estava vivendo forçando o amor e usando seus poderes para conseguir tudo.
+Sacrifício da Amara pelos filhos.
+Metáfora com rei do xadrez.

O pior
-Perderam a oportunidade do paralelo com a filha do casal correndo atrás do coelho, ou pelo menos, Alice percebendo o coelho no bosque.
-Falta de um destino aos irmãos do Cyrus, afinal eles não moravam em Wonderland antes, não é?

nota 9,4

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1