Image Slider

terça-feira, 8 de abril de 2014

Review: Game of Thrones 4x01 - "Two Swords"

Eu costumo assistir aos episódios de Game of Thrones com a minha irmã. Ela leu os livros e tem uma memória melhor que a minha. Assim, ela me ajuda a lembrar o nome de todos os personagens e a me situar no que está acontecendo. Nessa aguardada estreia da quarta temporada da série, eu não estava com minha irmã do meu lado, por isso deixei um bloquinho e caneta do lado do sofá para ocasionais emergências. Mas no final ele nem foi tão necessário: "Two Swords" é um episódio que acontece pouca coisa, mesmo que aconteça muita coisa.

GoT 401 (1)

No começo da temporada anterior, tivemos um episódio confuso, com diversas cenas intercaladas, em que cada personagem aparecia só por dois segundos, pra mostrar que estava vivo. Esse é um problema resolvido nessa season premiere, talvez até porque já tenha morrido muita gente. Em uma hora de episódio, deu tempo de atualizar as histórias dos principais personagens e ainda introduzir alguns novos sem nenhuma correria. Isso serviu para acalmar os ânimos depois de um final de temporada eletrizante no ano passado. A guerra em Westeros acabou, em teoria, com Robb e Stannis fora do jogo, e os personagens ainda estão reagindo aos acontecimentos do Casamento Vermelho, ao mesmo tempo em que se preparam para o casamento real. Contudo, o começo lento pode ser um balde de água fria para os fãs mais ansiosos da série.

Em King's Landing, todos estão pegando no pé de Jaime. Com a mão direita decepada, ele resolve voltar a ser da Guarda Real. Tywin insiste para que ele volte a Casterly Rock e assuma seu legado de Lannister. Brienne pede que ele cumpra a promessa feita a Cat Stark de proteger suas filhas. Joffrey diz que ele é um fracassado. E Cersei está sempre bêbada, desconfiada e fria com ele. Muito chega a ser levantado, mas nada ainda acontece. Parece que Jaime vai desempenhar um papel importante nessa temporada.

GoT 401 (2)

Enquanto isso, o irmão mais baixinho e mais querido dos Lannister continua enfrentando dificuldades com a esposa, Sansa, e a amante, Shae, além de (segundo ele mesmo) estar ameaçado de morte. E ele ainda vai conhecer um agravante. Apesar de aparecer pouco nesse episódio, Tyrion apresenta um dos novos personagens da série: o príncipe Oberyn, o segundo na linha de sucessão do trono de Dorne. Em uma cena de apresentação forte, já ficamos sabendo de quatro coisas muito importantes: ele é violento, gosta de sexo, tem história com os Targaryen e odeia os Lannisters. Esses ingredientes também prometem bastante, mas novamente ficamos apenas no gancho.

GoT 401 (3)

Já Daenerys está brincando tranquilamente com seus dragões. É, talvez não tão tranquilamente. Os bichos já estão bastante crescidos e agressivos. Novamente ficamos na sugestão. Parece que Dany vai enfrentar um caminho difícil nessa temporada, tanto para controlar seus dragões quanto para controlar seus súditos. A Khaleesi vai ter também que lidar com toda a questão de liberdade/escravidão e ainda arranjar tempo para ter um possível triângulo amoroso com Daario Nahasi e Verme Cinzento.



Lá no Norte, Jon está de volta à Muralha, e ele parece estar bem mudado. Ele tem uma postura mais corajosa e, ao mesmo tempo, de desprezo diante do julgamento da Night's Watch. Depois do quase aniquilamento de toda sua família e do tempo passado com os selvagens, ele promete ser mais um badass e menos um know-nothing nessa temporada. A tensão do outro lado da Muralha também é crescente. Em uma cena com Ygritte e os selvagens, conhecemos os Thenns, canibais que devem deixar a batalha no Norte mais acirrada.

Por fim, Arya garante um pouco de ação no episódio. A menina continua sua jornada com o Cão e, em uma cena definidora, passa por uma grande transformação ao reencontrar um velho conhecido. Enquanto Sansa sofre (mais ou menos) calada, a Stark mais nova parece estar, com o perdão do clichê, tomando conta de seu destino. É uma cena animadora: quando lembramos que as "duas espadas" do título foram forjadas com a lâmina da espada de Ned Stark, e vimos a pele de lobo sendo queimada no início do episódio, torcemos para que ao menos um membro dessa família desafortunada possa encontrar algum tipo de felicidade. Ou será que isso não é possível em Game of Thrones?

arya

Talvez o primeiro episódio da quarta temporada não tenha correspondido à expectativa dos fãs, mas ele conseguiu responder algumas questões e levantar muitas outras. Um começo lento, porém satisfaório.

O melhor:

+ Oberyn, o novo personagem, chegou da melhor forma possível
+ A ação com Arya e o Cão
+ As possibilidades deixadas pros próximos episódios

O pior:

- Começo lento, pode desanimar o fã mais ávido

Nota: 7,5

2 comentários:

 
UA-48753576-1