Image Slider

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Review: Agents of SHIELD 1x19 - "The Only Light in the Darkness"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "The Only Light in the Darkness", exibido no dia 22/04/2014!




















Conhecemos um novo vilão nesse episódio: Marcus Daniels, mais conhecido como Blackout. Seu poder: apagar qualquer coisa que tenha corrente elétrica, e isso inclui o corpo humano, por causa dos neurônios como bem explica Jemma. Daniels é fissurado em uma mulher, uma violoncelista mais especificamente. Sim, Aubrey, o grande amor de Coulson. Nosso líder, sabendo da obsessão de Blackout, resolve separar o time em dois, mas, antes, Koenig resolve fazer um teste com todos em um mega-ultra-detector de mentiras. Claro que a primeira coisa em mente é se Ward vai passar no teste, já é um traidor. Gostei muito de ver as respostas dos outros personagens e ver como Fitz e Simmons são parecidos, Tripplet tem história com a Shield, May está ali só por causa do Coulson, e Skye sente como tivesse encontrado a família que nunca teve. Mas chega o principal, a vez do Ward, e ele se sai bem, apesar de Koenig ter desconfiado. Vemos que o detector tem seus defeitos e Ward usa da dor e suas meias-verdades para enganar a máquina. Quem me dera que descobrissem as mentiras dele nessa hora, mas nada é tão simples assim.


Então, Coulson continua sem confiar na May e a deixa no esconderijo com Skye, Ward (que está machucado) e Koenig. Sorry, mas não foi um bom plano, Coulson, e queria que tivesse escutado a May quando ela disse para não separar o time. Digamos que isso facilitou o trabalho do Ward. Desde o episódio passado pudemos perceber que Fitz não vai com a cara do Tripplet, e o que a principio parecia ser desconfiança se o novo agente seria confiável, agora acredito que seja ciúme. E não fomos os únicos à fazer isso, e se Ward fez alguma coisa boa nesse episódio foi abrir os olhos do Fitz para isso.

Bom, então Tripplet, Fitz, Simmons e Coulson vão atrás de Aubrey. Encontram com o Blackout e têm uma surpresa: ele está mais forte do que nunca. Fico pensando o porquê a Shield o fortaleceu, mas acredito que possa ter sido a Hydra de alguma forma. Fitz tenta criar um mecanismo para derrotá-lo, enquanto Aubrey conta para Simmons e Tripplet um pouco sobre o porquê confia na Shield e como ela e Coulson se conheceram. Ele estava a protegendo contra Daniels e eles se apaixonaram. Foi tão fofo, e ao mesmo tempo, doeu ver Coulson a ouvindo falar e com um sorriso no rosto, mas ao mesmo tempo ela achar que ele inda está morto. Entendo que Coulson queira deixá-la fora dessa vida perigosa que estão no momento, mas acho que ela merece ter uma opção.

Eles montam um plano e Aubrey é uma isca para chamar a atenção do vilão. Blackout aparece e digamos que o plano parece estar desmoronando, quando Phil resolver ajudar o time. Aubrey é um pouco machucada e vemos o casal finalmente se reunir, claro que Coulson some antes dela abrir os olhos e voltamos a mentira. A dor nos olhos dela de ter sentido que ele estava ali e das saudades que sentia eram visíveis. Já no avião de volta, vemos, claro, o quanto a situação abala Phil, que resolve conversar com May assim que voltar, já que como deve esperar que Aubrey o perdoe, se não perdoa também. Fitz tenta ajudar o chefe, e quando Jemma chega, ele percebe que realmente sente algo por ela, ou no mínimo, sente ciúmes de Tripplet por ser mais um amigo entre os dois.

Por falar na May, pena que quando Coulson resolve perdoá-la, ela resolve desistir. Vemos nossa querida agente se despedir de Ward e partir para casa. No final, descobrimos que ela encontra com a mãe, que parece trabalhar para alguma agência do governo também. Vemos então que Melinda não abandonou completamente a equipe e que vai atrás de Maria Hill. Baseado nos stills e na promo, Maria irá se encontrar com Coulson no próximo episódio, então vamos torcer para os três se esbarrarem.


Enquanto isso, temos o núcleo do episódio em Koenig, Ward e Skye. A novata está tentando localizar mais informações sobre os prisioneiros que fugiram da "Fridge" e resolve hackear a NASA para terem acesso à filmagens da fuga e descobrirem alguns dos paradeiros. Ward percebe que estão cada vez mais próximos de descobrir sua relação com o ataque, então, quando Skye está em outra sala, Ward tira Koenig do caminho. Skye compra a mentira de que o novo colega está resolvendo algo e temos um momento que seria fofo entre Ward e Skye, se não soubéssemos da traição. Vemos Grant confessar que não é uma pessoa boa e que ela não gostaria dele se o conhecesse de verdade.

Um dos pontos dos machucados de Ward se solta e, enquanto ele vai ajeitar, Skye resolve procurar Eric. Não demora muito para perceber que ele está morto (poxa Ward, achei que você só o deixaria desacordado), e ela se desespera. A atuação da Chloe foi muito boa e podemos ver o desespero nos olhos de Skye em perceber quem o homem que gosta/ama é realmente. Além disso, dá para ver como Skye está perdida, e claro, sabe quem foi o culpado. No entanto, vemos ela se reerguer e como agente da Shield entrar nessa missão 'undercover'. Skye resolve que irá agir como nada tivesse acontecido, e sinceramente não sei como ela vai conseguir isso. Ela sabe que está correndo riscos, mas mesmo assim entra no avião com Ward e já começa a entender o que ele quer dela: que abra o hard-drive. Coulson logo sabe que algo está muito errado quando chega com o resto da equipe e descobrem que o avião sumiu.



O melhor
+As menções aos Vingadores foram ótimas, além de falarem da Maria e do Alexander Pierce (vilão de Capitão América 2).
+Fitz e seus ciúmes em relação à Simmons.
+Respostas da equipe ao detector de mentiras.
+A mãe da May.
+Coulson se reencontrando com Aubrey e sua vontade de perdoar Melinda.
+Skye se recompondo e entrando 'undercover' para lidar com Ward, agora que sabe da verdade.
+"The Only Light in the Darkness" quase romântico.
+Adorei a oportunidade de conhecermos a famosa violoncelista.

O pior
-Pobre Eric, custava só nocauteá-lo?
-Coulson continua teimoso em não contar a verdade para Aubrey, apesar de eu entender um pouco. Espero que possamos ver esse reencontro de fato.

Nota 9,2


0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1