Image Slider

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Review: Agents of SHIELD 1x18 - "Providence"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Providence", exibido no dia 15/04/2014, e do filme "Capitão América 2 - O Soldado Invernal", que estreou dia 10/04/2014! 




















O último episódio com certeza nos surpreendeu com Ward e sua traição. Continuamos então a ver ele trabalhando com Garrett, e percebemos que na verdade Ward era um espião esse tempo todo. É difícil absorver isso. Tudo bem, ainda pode ser que ele seja uma espião na Hydra na verdade, mas tenho receio. Fico me perguntando o porquê Ward parece tão grato ao mentor, mas mais do que tudo, parece ter alguma razão para eles terem começado essa "missão", como Garrett mesmo deu a entender. Gostei de saber que pelo menos o apreço de Ward por Skye parece o mais verdadeiro de tudo, afinal ele ficou genuinamente incomodado com o mando do clairvoyant/Garrett atirar na Skye.

Bom, os dois conseguem salvar Raina da prisão e a dão como trabalho pesquisar mais sobre a droga que utilizada em Coulson. Tudo se encaixa e vemos que Garrett roubou algumas drogas para experimentos quando esteve na central dos experimentos em Coulson com o objetivo de salvar Skye. Raina questiona Ward sobre suas razões de enganar sua equipe e principalmente Coulson, quem ela considera um homem bom. Cada vez mais vemos um Ward cínico e manipulador que não conhecíamos, .

Ward e Garrett resolvem invadir o 'fridge' (um dos edifícios da Shield) e roubar vários armamentos, muitos dos quais vimos ao longo da série como o "cajado" de Argard e aquela arma do templo no México.Foi bom ver tudo se encaixando, apesar das circunstâncias. No final, vemos Garrett dando um presente para Quinn: o gravitorian. Sabia que esse assunto voltaria, na verdade, assim que o cientista foi engulido pela "gosma metálica" eu achei que ele poderia voltar como vilão, mas acho que só restou o material mesmo.

Coulson recebe uma mensagem do governo marcando um encontro, e sabe que correm perigo. Por isso, resolve que tudo sobre eles devam ser apagados e seus distintivos recolhidos. Foi fofo ver ele e Skye trabalhando juntos, e ela comemorando o fato de terem wifi, já que não sobrou muito. O "Capitão América 2" deu a entender que a Shield tinha acabado e fiquei me perguntando como ficaria a série, como isso seria explicado e o que realmente aconteceu. Acredito que chegamos ao estágio do filme: a Shield está desmoronando e poucos estão ali para reerguê-la. A fala de Skye retrata bem isso: quando ela finalmente encontra seu lugar e acha que faz parte de algo, tudo desmorona. Mas o pior é Coulson e muitos outros, que passaram grande parte da vida lutando pelos ideais da Shield.

Bom, Coulson percebe coordenadas no seu distintivo e logo pressume que seja do Fury. Adorei a confiança que Coulson tinha na possibilidade de Nick o estar ajudando, apesar da maioria ficar desconfiada. Calro, que sabia que era bem possível dele estar certo, afinal quem viu "Capitão América 2" sabe. Eles estão com poucos recursos agora que estão sem apoio nenhum do governo ou de nada, mas Coulson resolve arriscar e ir até o local indicado.

Fiquei com tanta pena do Coulson e de sua credibilidade, mas ao mesmo tempo fiquei feliz em ver que ele continua como sempre: determinado e lutando pelo o que acredita. O porquê de May espionar Coulson ficou mais sólido e claro: Fury estava preocupado que quem estava responsável pela operação TAHITI seria da Hydra e poderia estar manipulando Coulson. Tripplet e Simmons ficam um pouco desconfiados dos planos de Coulson e se perguntam se ele está pensando direito. Já Fitz tenta defender o chefe, apesar de se preocupar com o destino que estão indo.

Ele fica furioso com a desconfiança de todos e deixa transparecer sua a raiva e a frustração em confiar na Shield. Mas a sorte está do nosso lado e descobrimos o tal esconderijo secreto "Providence" de Fury, não que ele estivesse lá. Todos continuam confirmando a morte de Fury e fiquei nervosa com as pessoas não saberem logo a verdade. Tudo bem, isso dura pouco. O agente que os recebe no esconderijo e conta que Nick está vivo, mas só para o Coulson (ordens diretas do Fury). Koenig (o tal agente) parece divertido e deve continuar conosco por um tempo, assim como Tripplet. Adorei a alusão a 'icesolation', me lembrou "Let it Go", de Frozen.
















Vejam o que vai acontecer no próximo episódio aqui (x). E sneak peeks aqui (x).

O melhor
+Descobrimos que Fury está vivo.
+O desenvolvimento do incômodo de Coulson como desmouramento da Shield, mas também sua força de vontade.
+Fitz e seu apoio ao chefe, mesmo que um pouco desconfiado. Senti que ele ficou com um leve ciúme da Jemma com o Tripplet.
+O questionamento de Raina e como fala da bondade do Coulson.
+Agente Koenig e seu 'icesolation'.
+Skye fofa superpreocupada com o Ward.

O pior
-Ward se tornando cada vez mais um traidor e manipulador.Ainda agora que está dentro do esconderijo.
-A desconfiança da maioria da equipe em relação às decisões de Coulson, apesar de entender.

Nota 8,5

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1