Image Slider

quarta-feira, 26 de março de 2014

Review: Brooklyn Nine-Nine 1x22 - "Charges and Specs" (Season Finale)

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio "Charges and Specs", exibido no dia 25/03/14


Depois de 22 episódios, Brooklyn Nine-Nine chega ao seu season finale, que esperamos ser o primeiro de muitos!


Logo no início do episódio, vemos Jake bebendo em um bar e ficamos sabendo que ele foi demitido da NYPD. Para sabermos como isso aconteceu, o episódio nos leva uma semana antes, quando Jake é repreendido por estar indo atrás de um cara filantrópico e poderoso, Lucas Wint. Jake está convencido de que suas suspeitas estão certas e Wint está envolvido em algo ilegal, então, mesmo depois de Holt ordená-lo abandonar o caso, continua tentando juntar evidências e acaba sendo sujeito a julgamento, podendo ser suspenso da polícia. Mas, ainda assim, Jake não desiste, e convence Amy e Holt a ajudarem-no a juntar provas, para que ele não seja suspenso.
Eu gostei de ver como Amy ficou do lado de Jake, chegando até mesmo a desafiar Holt, o que sabemos que não deve ter sido fácil para ela. Enquanto Jake tenta se inocentar, toda a equipe se junta para tentar enrolar e atrasar o julgamento, para dar tempo de Jake, Holt e Amy acharem as provas. Foi um ótimo trabalho em equipe e foi bom vê-los todos unidos em uma causa comum. Até mesmo Holt confiou em Jake, arriscando sua carreira para ajudá-lo.
Acaba que mesmo que eles tenham conseguido as provas necessárias, Holt diz para Jake não mostrá-las e fazer com que o demitam, porque o FBI está envolvido no caso. No final, Jake é convidado para participar em uma missão disfarçado por seis meses e ele aceita.
Confesso que para um season finale, não achei tão emocionante quanto eu esperava, mas estou bastante curiosa para saber como a próxima temporada vai funcionar. Imagino que a temporada já comece com um tempo tendo passado, talvez algum dos casos do 99 se conecte com o que Jake está trabalhando e tudo se resolva antes do tempo previsto. Acho difícil fazer funcionar muitos episódios com os personagens em ambientes diferentes.


Enquanto tudo isso acontece, temos outros eventos na vida dos personagens. Vivian acabou de terminar com Boyle e agora ele está deprimido. Gina, Rosa e Terry se juntam para tentar ajudá-lo. Achei um pouco repentina esse rompimento, eu sei que eles estavam brigando por causa do Canadá, mas pensei que fossem dar um pouco mais de aprofundamento antes de fazerem os dois terminarem. Superestimei a importância do rompimento que, no fim, nada teve a ver com a Rosa, como eu tinha pensado antes.
Essa parte do episódio foi bastante engraçada, principalmente quando Boyle aparece vestido de Matrix, e com a Gina utilizando “Emoji” na linguagem oral.
Estou adorando essa amizade entre Boyle e Rosa, espero mesmo que os escritores não acabem estragando tudo. E, pelo andar da carruagem, tenho a sensação que não vão! Quando a Gina estava sugerindo para Rosa que Boyle deveria dormir com alguém, eu imaginei que eles fossem fazer com que Rosa e Boyle ficassem juntos uma vez, só para complicar as coisas quando Rosa não quisesse compromisso. Essa teria sido a escolha mais óbvia, e estou muito feliz que não tenha sido o que aconteceu.
Ao invés disso, foi Gina quem dormiu com Boyle – um par que eu nunca imaginei junto. Foi hilário os dois gritando ao se verem. Não acho que nada permanente vá rolar entre os dois, mas nunca se sabe.


Mas por falar em pares e escolhas óbvias, vamos para Jake e Amy. Não é mistério que eu shippo os dois, mas estava achando que tudo estava andando rápido demais.
Nesse episódio não foi diferente.
Amy e Jake estavam fofíssimos nele, Amy o ajudando com tudo. A cena em que eles dançam juntos, Amy é uma péssima dançarina e Jake resolve ensiná-la foi muito fofa também, só foi triste quando ela menciona Teddy e podemos ver o coração do Jake quebrar.
Na cena final, Jake está levando as coisas dele embora, planejando ficar disfarçado seis meses, sem poder entrar em contato com seus amigos da polícia, e resolve confessar seus sentimentos para Amy. Apesar de eu não querer que os dois ficassem juntos logo, achei a cena fez bastante sentido no contexto. Eles não se beijaram nem nada, o que foi bom, mas abriu o espaço para trabalhar a relação na próxima temporada, quando Jake voltar. Não sabemos se, nesse tempo separados, Amy vai terminar com Teddy, mas com certeza vai repensar sobre seus sentimentos por Jake.
Suponho que vai ficar um clima um pouco estranho logo no início, espero que eles não fiquem juntos logo de cara quando voltarem a trabalhar juntos, deem um tempo até pelo menos metade da segunda temporada. Aí sim seria o momento perfeito.

O Melhor:
+ Todo mundo ajudando o Jake
+ Cena final entre Jake e Amy
+ Rosa, Gina e Terry ajudando o Boyle

O Pior:
- Esperava mais para uma season finale


Nota: 8

0 comentários:

Postar um comentário

 
UA-48753576-1